A dialogicidade habermasiana: algumas considerações sobre a inserção de uma instância pública na disciplina sociologia das organizações. / The Habermasian dialogism: some considerations about the insertion of a public instance in the discipline sociology of organizations.

Reynaldo Josué de Paula, Jerry Adriane Pinto de Andrade

Abstract


Este trabalho tem como objetivo  a inserção da dialogicidade habermasiana  no ensino da disciplina Sociologia das Organizações em uma Universidade na cidade de Salvador, na qual temos vivenciado contradições na dinâmica do ensino-aprendizagem propiciando o emergir de manifestações autoritárias, fato lamentável num contexto que emtese deveria ser denatureza emancipatória. O corpo docente e discente tem demonstrado profundo respeito e preocupação em relação ao assunto, sinalizando interesse pelo seu aprofundamento teórico e pela criação de mecanismos de aperfeiçoamento e democratização da práxis educativa. Nesse sentido, é pertinente os seguintes questionamentos: Como instaurar espaços democráticos na dinâmica educativa?  Como desenvolvermos uma pratica docente pautada pela dialogicidade? Para tanto, buscou-se embasamento teórico naTeoria da Ação Comunicativa de Habermas. Para tanto, utilizou-se um delineamento metodológico de natureza qualitativa adotando como instrumentos da pesquisa: o questionário e a observação participante. Os dados foram coletados durante o primeiro semestre de 2017, junto a 26 discentes da matéria Sociologia das Organizações. Com base na pesquisa realizada pode-se concluir que foi plausível a instauração da dialogia  no ensino da disciplina Sociologia das Organizações.


Keywords


Instância pública, dialogicidade, ensino de sociologia das organizações

References


BOURDIEU, Pierre. O senso prático. Petrópolis, RJ: Vozes, 2009.

CARANDIRU. Direção: Hector Babenco. Brasil: Sony Pictures, 203. Filme (147min).

ESCRITORES da liberdade. Direção:Richard LaGravenese.EUA: Paramount Pictures, 2007. Filme (122 min

FREDDO, Antônio Carlos. O discurso da alienação nas organizações. RAP - Rio de Janeiro 211(1), 24•33, jan./mar. 1994.

FREITAG, Bárbara. Piaget: Encontrose Desencontros. Rio de Janeiro: TempoBrasileiro,1985.

FOME do poder. Direção: John Lee Hancock. EUA. Diamond Films, 2016. Filme (115 min.)

HABERMAS, Jurgen, Teoria de La Acción Comunicativa. Tomo I. Madrid: Taurus, 1989 a.

HABERMAS, Jurgen. Pensamento Pós-Metafísico, Estudos Filosóficos. Rio de Janeiro.

Tempo Brasileiro, 1990 b.

HABERMAS, J. A Ética da Discussão e a Questão da Verdade. São Paulo,Martins Fontes, 2007.

KAMII, Constance. A Criança e o Número. Campinas: Papirus, 2008. São Paulo: Cortez, 2000.

O LOBO de wallstreet. Direção: Martim Scorsese. EUA: Abril Vídeo, 2013. Filme (180mim).

MENEZES, Anderson de Alencar. Educação e emancipação: por uma racionalidade ético-comunicativa. Maceió: EDUFAL, 2014.

MAX, Pagés– O poder das organizações. Atlas. São Paulo. 2002

MOTTA Gustavo da Silva. Por uma abordagem weberiana nos procedimentos de pesquisa em estudos organizacionais CONVIBRA – Congresso Virtual Brasileiro de Administração.

QUITANEIRO, M. e BARBOSA, O.M. L. Um toque de clássicos. Ed. UFMG. Minas Gerais, 2002

RAMOS, Cinthia Leticia & FARIA, José Henrique de. Poder, ideologia e alienação nas organizações. XXXVIII – ENANPAD. Rio deJaneiro, 2013

SERVA, M. A racionalidade substantiva demonstrada na prática administrativa -RAE- Revista de Administração de Empresas São Paulo. 37, n. 2, p. 18-30 Abr./Jun. 1997.

SERVA, Maurício. O fato organizacional como fato social total. Rio de Janeiro. 35(3): 131-52, mai. /jun., 2001.

THIRY-CHERQUES, H.R. Revisitando Marx: Alienação, sobre trabalho e racionalidade nas organizações contemporâneas.READ. Ed. 55 v. 13 nº 01 Jan/abr. 2007.


Refbacks

  • There are currently no refbacks.