Estudo de caso: avaliação do Kerma e da Dose Glandular Média em diferentes equipamentos de mamografia do mesmo fabricante / Case study: Kerma and Average Glandular Dose evaluation in different mammography equipment from the same manufacturer

Daniela Cristina Panciera, Renato Bocamino Doro

Abstract


Devido à grande incidência do câncer de mama, as doses de radiação entregue aos pacientes e o desempenho dos equipamentos utilizados necessitam de frequente monitoramento. Desta forma, este trabalho tem como objetivo estudar o Kerma e a Dose Glandular Média (DGM) e compará-las entre os diferentes modelos de equipamentos, a fim de mostrar sua importância no controle de qualidade de mamografia. Para isso, avaliamos o Kerma e a DGM de 10 equipamentos de mamografia do mesmo modelo e mesmo fabricante, além de utilizar 5 diferentes fabricantes do equipamento de aquisição da imagem. Os valores de Kerma foram obtidos mantendo a técnica radiológica e o mesmo padrão de realização dos testes. Mantendo esse padrão, buscamos discutir quais informações o cálculo e posteriormente a análise da DGM poderiam trazer para a melhoria do controle de qualidade geral do equipamento e a importância de uma legislação atual para análise de imagens digitais. Discutimos ainda a relação entre Kerma e camada semirredutora, exemplificando com um estudo de caso encontrado no estado de Santa Catarina.


Keywords


mamografia; dose glandular média; avaliação de dose; controle de qualidade; aquisição de imagem.

References


Instituto Nacional de Câncer. Ministério da Saúde. Brasil. Controle do câncer de mama – detecção precoce [internet]. Rio de Janeiro: INCA; 2017 [acesso em 30 mar 2018]. Disponívelem:http://www2.inca.gov.br/wps/wcm/connect/acoes_programas/site/home/nobrasil/programa_controle_cancer_mama/deteccao_precoce.

Instituto Nacional de Câncer. Ministério da Saúde. Brasil. Controle do câncer de mama – detecção precoce [internet]. Rio de Janeiro: INCA; 2018 [acesso em 27 mar 2018]. Disponível em: http://www2.inca.gov.br/wps/wcm/connect/tiposdecancer/site/home/mama.

E. Y. K. Ng, U. Rajendra Acharya, Rangaraj M. Rangayyan, Jasjit S. Suri. Multimodality Breast Imaging Diagnosis and Treatment. Washington: SPIE; 2013.

Estado de Santa Catarina, Secretaria de Estado da Saúde, Superintendência de Vigilância em Saúde, Diretoria de Vigilância Sanitária. Resolução Normativa n° 002/DIVS/SES publicada no doe/sc n°20.060 de 18/05/2015.

International Atomic Energy Agency (IAEA). Quality Assurance Programme for Digital Mammography. IAEA Human Health Series No. 17. Vienna: International Atomic Energy Agency; 2011.

Coutinho CMC. Avaliação da dose glandular em sistemas de mamografia convencional e digital utilizando um fantoma dosimétrico. [Tese de Doutorado]. Rio de Janeiro: UFRJ/COPPE; 2009.

Mação Jr J, Mecca F, Fiel J. Verificação do desempenho dos "ImagePlates" do sistema CR Mamográfico, através dos testes de CNR, SNR e DGM, com relação ao número de exposições realizadas. RevBrasFis Med. 2010

Bushberg JT, Siebert JA, LeidholdtEM, Boone JM. The essential physics of medical imaging. Baltimore: Lippincott, Williams & Wilkins; 2002.


Refbacks

  • There are currently no refbacks.