O Brasil entre o projeto desenvolvimentista e a agenda democrática / Brazil between the developmentalist project and the democratic agenda

Fábio Hoffmann, Lucas José Naibert Gelinski

Abstract


O presente artigo busca caracterizar e discutir em que medida o programa desenvolvimentista, que se deu a partir dos anos 1930 com a chegada de Getúlio Vargas ao poder e teve seu esgotamento na década de 1980, foi importante para a construção da agenda democrática brasileira. A premissa que orienta o trabalho dá conta de que o desafio desenvolvimentista, ao longo do tempo, têm sido relacionar o crescimento econômico com equidade na distribuição de riqueza. Entre os problemas abordados estão a presença de um Estado autoritário configurado a partir de uma cultura política clientelista e patrimonialista por um lado, mas também de uma sociedade resignativa, com pouco espírito público e parcos níveis de capital social, de outro. Dessa forma, Estado e sociedade atuam em lados diametralmente opostos e brigam por interesses muito distintos, o que tem certamente constituído um grande desafio tanto para o desenvolvimento sustentável, quanto para uma democracia substantiva.

 


Keywords


desenvolvimentismo – cultura política – democracia – democracia substantiva

References


ALMEIDA, Alberto C. A Cabeça do Brasileiro. Rio de Janeiro: Record, 2007.

BAQUERO, Marcello (Org). Reinventando a Sociedade na América Latina. Porto Alegre: UFRGS, 2001.

BASBAUM, Leôncio. História sincera da república: de 1961 a 1967. São Paulo: Alfa-Omega, 1986.

CAPUTO, Ana Cláudia. MELO, Hildete Pereira de. A Industrialização Brasileira nos Anos de 1950: Uma Análise da Instrução 113 da SUMOC. Est. Econ; São Paulo, V. 39, N.3, p. 513-538, Julho-Setembro de 2009.

CARVALHO, José Murilo de. Cidadania no Brasil: O longo caminho. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2008.

FAORO, Raymundo. Os Donos do Poder: formação do patronato político. São Paulo: Globo, 2012.

FAUSTO, Boris. História do Brasil. São Paulo: USP, 1995.

FERRAZ, Francisco. Brasil a cultura política de uma democracia mal resolvida. Porto Alegre: Ad 2000,2014.

FUKUYAMA, Francis. Confiança: as Virtudes Sociais e a Criação da Prosperidade. Rio de janeiro: Rocco, 1996.

FURTADO, Celso. Formação econômica do Brasil. São Paulo, Companhia editora nacional, 2001.

INGLEHART, Ronald; WELZEL, Christian. Modernização, Mudança Cultural e Democracia: e sequencia do desenvolvimento humano. São Paulo: Francis, 2009.

LEOPOLDI, Maria Antonieta P. Estratégias de ação empresarial em conjunturas de mudança política. P. 115-134. In: PANDOLFI, Dulce. (org.) Repensando o estado novo. Rio de Janeiro: FGV, 1990.

MOISÉS, José Álvares (Org.). Democracia e Confiança: por que os cidadãos desconfiam das instituições públicas? São Paulo: Universidade de São Paulo, 2010.

PREBISH, Raul. O Desenvolvimento econômico da América latina e seus principais problemas. Revista brasileira de economia, 1949.

PUTNAM, Robert. Comunidade e democracia: a experiência da Itália moderna. Rio de Janeiro: FGV, 2007.

RIBEIRO, Darcy. O povo brasileiro: a formação e o sentido do Brasil. São Paulo: Companhia das Letras, 2006.

SAMPAIO JR., P. S. Desenvolvimentismo e neodesenvolvimentismo: tragédia e farsa. Serviço Social e Sociedade, n. 112, out-dez, 2012.

SANTOS, Everton Rodrigo. Poder e dominação no Brasil: a Escola Superior de Guerra (1974-1989). Porto Alegre: Sulina; Novo Hamburgo: Feevale, 2010.

______. Democracia e Desenvolvimento: Desafios da Sociedade Gaúcha. Ijuí: Unijuí, 2013.

SEN, Amartya. Desenvolvimento como liberdade. São Paulo: Companhia das Letras, 2000.

SCHWARTZMAN, Simon. Bases do Autoritarismo Brasileiro. Rio de Janeiro: Campus, 1982.

SCHUMPETER, Joseph A.. Capitalismo, socialismo e democracia. São Paulo: Editora da UNESP, 2017

WEBER, Max. A Ética Protestante e o Espírito do Capitalismo. 2.ed. São Paulo: Pioneira; Brasília: Ed. da Universidade de Brasília, 1981.


Refbacks

  • There are currently no refbacks.