O curso de Agronomia da UES sob a ótica do ENADE: o processo avaliativo de 2 para 4 / The Agronomy course at UESC under the optics of ENADE: the evaluation process from 2 to 4

Jacy Ramos Costa Santos, Antônio Oscar Santos Góes, Maria Josefina Vervloet Fontes, Cheila Tatiana de Almeida Santos, Almeciano José Maia Júnior, Cátia Mirian Bispo Melo de Sá

Resumo


Uma Instituição de Ensino Superior (IES) visa preparar pessoas para enfrentamento das demandas e inquietações da sociedade, com formação global e ampla. Para conseguir um elevado padrão de ensino faz-se necessário um processo avaliativo. A avaliação institucional é um instrumento que identifica os pontos favoráveis e desfavoráveis de uma graduação.  O governo brasileiro iniciou um processo gradual de implementação de um sistema de avaliação do ensino superior, culminando no Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (ENADE). Nesse sentido, este artigo analisa os procedimentos avaliativos do ENADE no curso de Agronomia da Universidade Estadual de Santa Cruz, Bahia, Brasil de dois períodos - 2010 e 2013. Especificamente, trabalharam-se com: a) descrever os principais aspectos de avaliação do ENADE; b) analisar os itens de melhorias comparando-os entre dois períodos observados nas notas dos discentes. A metodologia foi básica, exploratória, qualitativa, estudo de caso, telematizada com ênfase na pesquisa bibliográfica, além da documental. As informações foram trabalhadas pela análise do conteúdo. Os resultados expuseram que os indicadores de desempenho dos estudantes (ENADE) tiveram melhorias nos resultados. O curso de agronomia obteve 2 (dois) na primeira avaliação, já na segunda 4 (quatro), numa escala de 1 a 5, sendo que se esse valor aumenta, melhor é o desempenho no exame. Considera-se, pois, que o processo de avaliação é importante, os indicadores abordaram de forma ampla um processo avaliativo evolutivo. Por termo, a avaliação é um instrumento que expõe a situação de um curso superior, entretanto sempre haverá posicionamentos concordantes ou discordantes.


Palavras-chave


Avaliação Externa; Indicadores; Desempenho; Discentes

Texto completo:

PDF

Referências


ANDRADE, Rui Otávio Bernardes de; AMBONI Nério.Gestão de Cursos de Administração: metodologias e diretrizes curriculares. São Paulo: Prentice Hall, 2004.

BELLONI, Isaura. A função social da avaliação institucional. In: DIAS SOBRINHO, José. RISTOFF, Dilvo (org.) Universidade desconstruída: avaliação institucional e resistência. Florianópolis: Insular, 1998. p.37-58.

CARAVANTES, Geraldo R.; PANNO, KLOECKNER, Mônica. Administração: Teorias e Processo. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2005.

CARNIELLI, Beatrice Laura; COSTA, Candido Alberto da; BRAGA, Hudson. A avaliação da educação superior no Brasil: trajetória, intenções e realidade. Educação Brasileira: Revista do Conselho de Reitores das Universidades Brasileiras. Brasília, v. 30, n. 60 e 61, p. 97-130, jan/dez, 2008. Disponível em: http://cienciaparaeducacao.org/eng/publicacao/carnielli-b-l-gomes-candido-alberto-da-costa-hudson-braga-a-avaliacao-da-educacao-superior-no-brasil-trajetoria-intencoes-e-realidade-educacao-brasileira-v-1-p-97-130-2008/. Acesso em: 01/02/2017.

DELORS, J. Educação um tesouro a descobrir. Relatório para a UNESCO da Comissão Internacional sobre a Educação para o Século XXI. 6. ed. São Paulo: Cortez, 2001.

DEMO, Pedro. Professor do futuro e reconstrução do conhecimento. Petropólis, RJ. Vozes,2004.

GÓES, A. O. S. et al Um diálogo entre Webwe, Durkheim e Giddens na formação empreendedora do gestor. In In: ENONTRO NACIONAL DE EMPREENDEDORISMO(ENEMPRE), 6., Santa Catarina: Lages Nov., 2009, p. 22-24.

MENDES, Ana M. C. P. e SERMANN, Lucia I. C. Fundamentos Teóricos da Avaliação. In Mercedes Trentini; Ezia Maria Corradi. (Org.). Avaliação: subsídios teórico-práticos para a gestão em saúde. São Paulo: Ícone, 2006. p. 11-48.

MARTINATO, Fátima Janette. Avaliação institucional da universidade: estudo de critérios e experiências de avaliação em âmbito internacional e no Brasil. Dissertação de mestrado. Caxias do Sul, RS: UCS.1998.

RIBEIRO, Célia Maria et al.Projeto de avaliação institucional da Universidade Federal de Goiás. Goiânia: UFG, 2000.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.