Importância da localização de canais radiculares durante o tratamento endodôntico / Importance of location of root channels during endodontic treatment

Mauro Henrique Chagas Silva, Patrícia Yanne de Oliveira, Carolina de Oliveira Lima, Mariane Floriano Lopes Santos Lacerda, Caroline Felipe Magalhães Girelli, Raquel Alves Dias Avelar, Rinara Geise Poggian Brandão

Abstract


Um pré-requisito para o sucesso do tratamento endodôntico é o conhecimento vasto da anatomia e da morfologia dos sistemas de canais radiculares (SCR), já que a omissão destes canais pode ser catastrófica durante a terapia endodôntica pelo fato de manter e perpetuar as áreas infectadas não preparadas. A morfologia do SCR dos primeiros molares superiores é uma das mais complexas e por isso a não localização do canal mésio palatino (MP) é muito comum.  A falta de limpeza e modelagem desses canais pode levar a periodontite apical, uma vez que canais vazios servem de locais para proliferação de micro-organismos e seus subprodutos.  Por isso, o objetivo deste relato de caso é demonstrar a importância do conhecimento da anatomia e a aplicação da tomografia computadorizada de feixe cônico (TCFC) na identificação do canal mésio-palatino em dente com tratamento endodôntico associado à lesão periapical. Paciente compareceu ao consultório particular com queixa de sintomatologia dolorosa no dente 26. Ao exame radiográfico constatou-se a presença de lesão periapical associada e solicitou-se uma TCFC, que demonstrou a presença do canal MP não instrumentado. A partir daí, foi realizado o retratamento endodôntico, com troca de medicação intracanal e após 1 ano de proservação observou-se regressão da lesão periapical e ausência de sintomatologia dolorosa, indicando sucesso do tratamento.

 

 


Keywords


Primeiros molares superiores. Canal mésio palatino. Lesão perirradicular. Tomografia computadorizada de feixe cônico.

References


BARATTO, F. F. et al. Analysis of The Internal Anatomy of Maxillary First Molars by Using Different Methods. Journal of Endondontics, Baltimore, v. 35, n. 3, p. 337-342, mar. 2009.

HIEBERT, B. M. et al. Prevalence of Second Mesiobuccal Canals in Maxillary First Molars Detected Using Cone-beam Computed Tomography, Direct Occlusal Access, and Coronal Plane Grinding. Journal of Endondontics, Baltimore, v. 43, n. 10, p. 1711-1715, out. 2017.

RICUCCI, D.; SIQUEIRA, J.F. Jr . Fate of the Tissue in Lateral Canals and Apical Ramifications in Response to Pathologic Conditions and Treatment Procedures. Journal of Endodontics, Baltimore, v. 36, n. 1, p. 1-15, jan. 2010.

SIQUEIRA, J.F.JR. et al. What happens to unprepared root canal walls: a correlative analysis using microcomputed tomography and histology/scanning electron microscopy. International Endodontic Journal, Londres, v. 4, n. 2, p. 10, feb. 2017.

WHITHERSPOON, D. E. et al. Missed Canal Systems are the Most Likely Basis for Endodontic Retreatment of Molars. Texas Dental Journal, Texas, v. 130, n. 2, p. 127-139, feb. 2013.


Refbacks

  • There are currently no refbacks.