Revisão de literatura: aspectos bioéticos da tomada de decisão do Enfermeiro em Terapia Intensiva / Literature review: bioethical aspects of decision-making by nurses in intensive care

Oswaldo Jesus Rodrigues da Motta, Arthur Santana de Paulo

Abstract


Trata-se de uma revisão sistemática que investiga a produção científica relativa a tomada de decisão, a enfermagem, a terapia intensiva e a bioética nas bases de dados SciELO. ORG – Scientific Electronic Library Online, biblioteca eletrônica que possui publicações em diversos países da América do Sul, Central e alguns países da Europa; MEDLINE/PubMed: referência em ciências biomédicas e ciências da vida e LILACS – Literatura Latino-americana e do Caribe em Ciências da Saúde com os descritores tomada de decisão, enfermagem, terapia intensiva e bioética, em português, inglês e espanhol, no período de 2010 a 2016. Foram encontrados, após critérios de inclusão/exclusão quinze artigos, lidos na íntegra para coleta do título, periódico de publicação, ano de publicação, método e principais achados. A análise objetivou identificar argumentos para a tomada de decisão do enfermeiro em um Centro de Terapia Intensiva utilizando como referencial teórico as correntes bioéticas principialista de Beauchamp e Childress, utilitarista e da ética do cuidar.


Keywords


Tomada de decisão. Enfermagem. Terapia intensiva. Bioética.

References


BAKALIS, N. A. et al. The attitude of Greef student nurses toward euthanasia. Journal of Nursing Education and Practice, v. 4, n. 1, 2014.

PARPA, E. et al. Euthanasia and physician-assisted suicide in cases of terminal cancer: the opinions of physicians and nurses in Greece. Medicine, Science and Law. v. 48, n. 4, p. 333-341, 2008.

SILVA, Karla Cristiane Oliveira; QUINTANA, Alberto Manuel; NIETSCHE, Elisabeta Albertina. Obstinação terapêutica em Unidade de Terapia Intensiva: perspectiva de médicos e enfermeiros. Esc. Anna Nery, Rio de Janeiro , v. 16, n. 4, p. 697-703, Dec. 2012.

BECA, J. P. et al. Analysis of a clinical ethics consultation experience in intensive care. Rev Med Chil.Jul;138(7):815-20. Spanish. 2010.

HEIDE, A. V. et al. End-of-life practices in the netherlads under the euthanasia act. N Engl J Med., n. 356, p. 1957-1965, 2007.

BALIZA, M. F. et al. Factors influencing Intensive Care Units nurses in end-of-life decisions. Revista Escola de Enfermagem, USP. São Paulo, v. 49, n. 4, p. 0572-0579, Disponível em: . Acesso em: 26 set. 2016.

DICKENSON, D. L. Are medical ethicists out of touch? Practitioner attitudes in the US and UK towards decisions at the end of life. J Med Ethics. v. 26, n. 4, p. 254-260, ago. 2000.

SILVA, F. S. et al. Percepção de enfermeiros intensivistas sobre distanásia em unidade de terapia intensiva. Rev. bras. ter. intensiva, São Paulo, v. 21, n. 2, p. 148-154, jun. 2009.

FELIX, Z. C. et al. O cuidar de enfermagem na terminalidade: observância dos princípios da bioética. Rev Gaúcha Enferm. v. 35, n. 3, p. 97-102, set. 2014.

CHAVES, A. A.; MASSAROLLO, M. C. Percepção de enfermeiros sobre dilemas éticos relacionados a pacientes terminais em Unidades de Terapia Intensiva. Rev. esc. enferm. USP [online]. v. 43, n. 1, p. 30-36, 2009.

PÁEZ, G. Decisiones sobre el soporte vital: aspectos éticos objetivos y subjetivos. Pers.Bioét. v. 19, n. 1, p. 36-47, 2015.

TOFFOLETTO, M. C. et al. A distanásia como geradora de dilemas éticos nas Unidades de Terapia Intensiva: considerações sobre a participação dos enfermeiros. Acta paul. enferm, São Paulo, v. 18, n. 3, p. 307-312, set. 2005.

ALBERS, G. et al. Attitudes of nursing staff towards involvementin medical end-of-life decisions: a national survey study. Patient. Educ. Couns, v. 94, n.1, p. 4-9, jan. 2014.

ASSOCIAÇÃO DE MEDICINA INTENSIVA BRASILEIRA. Disponível em: . Acesso em: 28 mar. 2016.

BEAUCHAMP, T. L.; CHILDRESS, J. F. Princípios de Ética Biomédica. São Paulo; Editora Loyola, 2002.

DESCRITORES EM CIÊNCIAS DA SAÚDE (DeCS). Disponível em: http://decs.bvs. br. Acesso em: 10 abr. 2016.

GILLIGAN, C. In a different voice: psychological theory and women’s development. Massachusetts: Harvard University Press; 1993.

MANNING, R. C. A Care Approach. In: A Companion to Bioethics (KUHSE, H. & SINGER, P. eds.), Oxford: Blackwell Publishers Ltd. p. 105-116, 1998.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv3n2-095

Refbacks

  • There are currently no refbacks.