Atualidades na reconstrução fronto-orbital: relato de caso / News in fornt-orbital reconstruction: case report

Roberta Karoliny de Almeida da Matta, Luiz Jorge de Araújo Guedes

Abstract


Reconstruções fronto-orbitais são alternativas no tratamento cirúrgico das fraturas de órbitas restritas ao teto orbital, região anatômica significativamente exposta à fratura devido sua projeção na face. Essas fraturas podem levar a assimetria facial, comprometimento da acuidade visual e motricidade ocular resultando em diplopia, enoftalmia e amaurose. O plano terapêutico é realizado através do exame clínico e de imagem, em geral o prognóstico apresenta bons resultados, devolvendo a simetria facial e função ocular. O presente trabalho relata o caso do paciente A.P.S., 58 anos, gênero masculino, melanoderma, vítima de acidente motociclístico. Ao exame físico observou-se equimose periorbital bilateral, hiposfágma e afundamento na região supraorbital direita, diplopia e deficiência na motricidade da pálpebra superior direita. Ao exame tomografia de face, observa-se imagem sugestiva de fratura da parede anterior e posterior do seio frontal com lesão em dura máter. O tratamento proposto foi  reconstrução fronto-orbital e reparo em dura máter através do acesso hemicoronal, realizado em múltiplas camadas de dura máter artificial e cola biológica, e fixação interna rígida dos fragmentos fraturados com microtela, miniplacas e parafuros de titânio, complementado com recobrimento de enxerto hidróxiapatita. Conclui-se que o acesso hemicoronal é uma boa alternativa para reconstrução fronto-orbital, a reconstrução com microtela e miniplacas apresenta bom resultado estético e funciona

Keywords


Reconstrução fronto-orbital; Fratura de teto de órbita.

References


ALVAREZ, Diego Bastos; RIBEIRO, Tatiana Vilaça; LUZ, João Gualberto de Cerqueira; CAMINO JÚNIOR, Rubens; RIBEIRO, Newton Roberto. Fratura fronto-orbital: acesso hemicoronal. Revista da EAP/APCD, São José dos Campos, v. 11, n. ju 2010, p. 8-10, 2010.

BARRETO, Lucas da Silva et al. Reconstrução de defeito em osso frontal com

polimetilmetacrilato: relato de caso. Revista Odontológica de Araçatuba, v.38, n.2, p. 22-25, Maio/Agosto, 2017.

ELLIS III, Edward; ZIDE, Michael F. Acessos cirúrgicos ao esqueleto facial. In: Acessos cirúrgicos ao esqueleto facial. 2006.

GABRIELLI,M.F.R.; GABRIELLI,M.A.C.;VIEIRA,E.H.;PEREIRA FILHO,V.A. Immediate reconstruction of frontal sinus fractures: Review of 6 cases. J Oral Maxilofacial Surgery, v.62,n.5,p.582-586,2004.

LOZADA, Kirkland N.; CLEVELAND, Patrick W.; SMITH, Jesse E. Orbital trauma. In: Seminars in plastic surgery. Thieme Medical Publishers, 2019. p. 106-113.

MAIA, Mário et al. Reconstrução da estrutura facial por biomateriais: revisão de literatura. Revista Brasileira de cirurgia plástica, v. 25, n. 3, p. 566-572, 2010.

MENDONÇA, J. C. G. et al. Tratamento de fraturas complexas do terço médio da face: relato de caso. Rev Bras Cir Craniomaxilofac, v. 14, n. 4, p. 221-4, 2011.

PIMENTEL, Vanessa Anastácio et al. Fraturas de órbita e suas alterações funcionais – revisão de literatura. Encontro de Extensão, Docência e Iniciação Científica (EEDIC), v. 3, n. 1, 2017.

SCOLARI, Neimar; HEITZ, Claiton. Protocolo de tratamento em fraturas orbitárias. Revista da Faculdade de Odontologia-UPF, v. 17, n. 3, 2012.

SIVORI II, L. Anthony et al. Complications of frontal sinus fractures with emphasis on chronic craniofacial pain and its treatment: a review of 43 cases. Journal of Oral and Maxillofacial Surgery, v. 68, n. 9, p. 2041-2046, 2010




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv3n2-038

Refbacks

  • There are currently no refbacks.