Ensino de emergências médicas para o curso de odontologia na região nordeste do Brasil / Teaching medical emergencies for the dentistry course in the northeast region of Brazil

Júlia Tavares Palmeira, Vitor Nascimento Goes, Gymenna Maria Tenório Guênes, Luanna Abílio Diniz Melquíades de Medeiros, Elizandra Silva da Penha, Manuella Santos Carneiro Almeida, Camila Helena Machado da Costa Figueiredo

Abstract


O objetivo desse trabalho é verificar a presença da disciplina de Emergências Médicas na grade curricular dos cursos de odontologia nas universidades da região Nordeste do Brasil. Este estudo foi do tipo transversal e descritivo, adotando como estratégia de coleta de dados a consulta de dados disponíveis no site do Ministério da Educação (MEC) e no Conselho Federal de Odontologia (CFO), por meio da visita dos sites dos cursos de odontologia nas universidades da região Nordeste do Brasil. O universo foi composto por 95 universidades, todavia após a aplicação dos critérios de inclusão e exclusão foi obtida uma amostra de 86 faculdades que dispuseram a disciplina na grade curricular nos sites correspondentes. Assim, das 86 faculdades consultadas, apenas 14 (16,27%) apresentaram a disciplina de Emergências Médicas, sendo 7 em universidade particular e as outras 7 em universidade pública. As outras 72 universidades (83,72%) não apresentaram a disciplina. Mediante aos resultados obtidos, pode-se concluir que foram encontrados um número mínimo de faculdades que oferecem a disciplina de emergências médicas em odontologia.


Keywords


Emergências, Educação em Odontologia, Currículo.

References


ARSATI, F. et al. Brazilian Dentists attitudes about medical emergencies during dental treatment. J Dental Educ, v. 74, p. 6-661, 2010.

ATHERTON, G. J.; WILLIAMS, A. Medical emergencies in general Dental practice in: Great Britain Part I: Their prevalence over a 10-year period. British Dent J, v. 186, n. 2, p. 9-72, 1999.

BRASIL. Lei no. 5.081, de 24 de agosto de 1966. Regula o exercicio da odontologia. Diário Oficial da União, Brasília,DF. 26 Ago 1966 [acesso em 28 mai, 2015]. Disponivel em: URL: < http://presrepublica.jusbrasil. com.br/legislacao/128600/lei-5081-66.htm>.

CAPUTO, I. G. C. et al. Vidas em risco: Emergências Médicas em Consultório Odontológico. Rev Cir Traumatol Buco-Maxilo-Fac, v. 10, n. 3, p. 51-58, 2010.

CARVALHO, C. Emergências Médicas no atendimento odontológico. Rev. Bras. Odontol, v. 60, n. 2, p. 11-108, 2003.

CONRADO, C. A.; GOMES, G. S.; ROBAZZA, C. R. C. O projeto pedagógico: estruturação e desenvolvimento curriculares – o currículo multidisciplinar integrado. A implantação das Diretrizes Curriculares Nacionais de Odontologia: a experiência de Maringá. São Paulo: Hucitec, 2004.

FIUZA, M. K. et al. Avaliação da prevalência e do grau de conhecimento do cirurgião-dentista em relação às emergências médicas. RFO, v. 18, n. 3, p. 295-301, 2013.

GONZAGA, H. F. S. et al. Evaluation of knowledge and experience of dentists of São Paulo satate, Brazil about cardiopulmonary resuscitation. Braz Dent J, v. 14, n. 3, p. 22-220, 2003.

HAAS, D. A. Preparing dental office staff members for emergencies: developing a basic action plan. JADA, v. 141, n. 5, p. 08-13, 2010.

HADDAD, A. E.; MORITA, M. C. O ensino da Odontologia e as políticas de saúde e de educação. Educação Odontológica, São Paulo: Artes Medicas, 2006.

MALAMED, S. F. Sedation and safety: 36 years of perspective. Alpha Omegan, v. 99, n. 2, p. 7074, 2006.

MARZOLA, C.; GRIZA, G. L. Profissionais e acadêmicos de odontologia estão aptos para salvar vidas? JAO, V. 27, p. 19-27, 2001.

MERLY, F. O cirurgião-dentista e as emergências médicas no consultório : Será que estamos preparados para enfrentar este problema? Rev. Brasileira de Odontol, v. 67, n. 1, p. 6-7, 2010.

MONAZZI, M. S. et al. Emergências e urgências Médicas. Como proceder? RGO, v. 49, n. 1, p. 7-11, 2001.

MOREIRA, J. L. C.; SILVA, T. Y. B.; SANTOS, S. E. Emergências Médicas em Consultório Odontológico: Avaliação do preparo dos acadêmicos do último ano do curso de Odontologia da cidade de Fortaleza. 2012-2013. Dissertação(Trabalho de Conclusão de Curso de Graduação)-Curso de Odontologia, Universidade de Fortaleza, Fortaleza, 2012-2013.

NUNES, R. J. A. A. Importância das emergências médicas para o cirurgião-dentista (Dissertação de mestrado). Paraíba: Universidade Federal da Paraíba, Paraíba, 2009-2010.

PINTO, A. L. T.; WINDT, M. C. V. S.; CESPEDES, L. Código Civil. v. 10. Sao Paulo: Saraiva, 2004.

RICCI, A.; BIJELLA, V. T.; MORAES, N. O cirurgião-dentista face às emergências médicas. Parte I. Avaliação da capacidade profissional. Rev. Paulista Odontol, v. 3, n. 11, p. 26-35, 1989.

SANTOS, J. C.; RUMEL, D. Emergência médica na prática odontológica no estado de Santa Catarina: Ocorrência, equipamentos e drogas, conhecimento e treinamento dos cirurgiões-dentistas. Ciência Saúde Coletiva, v. 11, p. 90-183, 2006.

VEIGA, D. et al. Emergências Médicas em medicina dentária: prevalência e experiência dos médicos dentistas. Rev. Port Estomatol. Cir Maxilofacial, v. 53, n. 2, p. 77-82, 2012.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv3n2-035

Refbacks

  • There are currently no refbacks.