ESTUDO DAS MASTECTOMIAS EM PACIENTES COM CÂNCER DE MAMA EM RORAIMA / STUDY OF MASTECTOMIES IN BREAST CANCER PATIENTS IN RORAIMA

José Laércio de Araújo Filho, Carolina da Silva Gomes, Thiago de Souza Perussolo, Matheus Mychael Mazzaro Conchy, Elias José Piazentin Gonçalves Junior, Renan da Silva Bentes, Marcelo Caetano Hortegal Andrade

Abstract


O câncer de mama é o segundo tipo de câncer mais frequente no mundo e o primeiro entre as mulheres. No Brasil, é a primeira causa de morte por câncer na população feminina, principalmente na faixa etária entre 40 e 69 anos. O câncer de mama é considerado de bom prognóstico se diagnosticado e tratado oportunamente, sendo o principal fator que dificulta o tratamento o estágio avançado em que a doença é descoberta. Foram incluídos neste estudo todas os pacientes submetidos a tratamento cirúrgico-oncológico durante o período de janeiro de 2015 a dezembro de 2016 pelo Serviço Integrado de Cirurgia Oncológica do Estado de Roraima. Verificou-se um declínio no número de cirurgias de mastectomias no Estado em relação a 2015 para 2016. Foi observado que a maioria das mastectomias são bilaterais, em segundo lugar as mastectomias direitas, e uma pequena parcela de mastectomias esquerdas. As campanhas de prevenção, conscientização e rastreio do câncer de mama devem continuar, a fim de diminuir o número de casos e também de cirurgias que causam tanto trauma às mulheres.


Keywords


Câncer de mama, mastectomia, prevenção

References


INCA - Instituto Nacional de Câncer. Programa Nacional de Controle do Câncer do Colo do Útero e de Mama " Viva Mulher". Recuperado em 12 de junho de 2006.

INSTITUTO NACIONAL DE CÂNCER (Brasil). Estimativa 2018. Incidência do Câncer no Brasil. Rio de Janeiro: INCA, 2017.

Makluf, A. S. D., Dias, R. C. & Barra, A. A. Avaliação da qualidade de vida em mulheres com câncer da mama. Revista Brasileira de Cancerologia, 52(1), 49-58.

SILVA, Lucia Cecilia da. Câncer de mama e sofrimento psicológico: aspectos relacionados ao feminino. Psicol. estud., Maringá, v. 13, n. 2, p. 231-237, June 2008.

WORLD HEALTH ORGANIZATION. International Agency for Research on Cancer. Globocan 2019.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv3n2-013

Refbacks

  • There are currently no refbacks.