Práticas integrativas em saúde no periódo gestacional / Integrative practices in health in the gestational period

Josilene Paiva Cirino Rodrigues, Maria Helen Carlos de Lima, Joyce França Januário, Thais Sousa Rodrigues Guedes

Abstract


Introdução: As práticas integrativas (PIC´s) possuem abordagens que buscam estimular os mecanismos naturais de prevenção de agravos e recuperação da saúde por meio de tecnologias eficazes e seguras. Outras abordagens abrangidas nesse campo são a visão ampliada do processo saúde-doença e a promoção global do cuidado, especialmente do autocuidado. Objetivo: Analisar a influência das práticas terapêuticas não farmacológicas no período gestacional de forma humanizada aos cuidados prestados em saúde cujo o princípio básico é garantir a integralidade  e  a assistência através de práticas integrativas atuando  de forma  preventiva  e reabilitadora. Método: Trata-se de um estudo de revisão literária. A pesquisa de artigos abrangeu os estudos publicados em português e inglês nas seguintes bases de dados: Google Acadêmico e Scielo, que abrangeram o tema Práticas Integrativas em Saúde No Período Gestacional. Resultados: Foram encontrados 18 artigos relacionados ao tema, sendo excluídos 14, nos quais não correspondem ao critérios do estudo, os resultados estão apresentados em tabelas em forma de tópicos de acordo com os artigos. Conclusão: Os resultados obtidos permitem inferir que o uso das práticas Integrativas Em Saúde No Período Gestacional, demostram benefícios no aparecimento de desconfortos na gestante, além de mostrar a importância da utilização dos métodos não farmacológicos, promove satisfação ao público alvo no alivio de algias, redução de níveis de ansiedade, stress e a alterações biomecânicas, trazendo uma abordagem fisioterapêutica positivas sobre as Práticas Integrativas Em Saúde No Período Gestacional.


Keywords


Práticas integrativas, Gestação e Fisioterapia.

References


RITCHIE, J.R. Tratado de fisioterapia em saúde. Ed. Roca. Orthopedic considerations during pregnancy.clin.obstet.gynecol. clin.obstet.gynecol, 2003.

STEPHENSON, R.G; O'CONNOR, L.G. Avaliação e tratamento de distúrbios musculoesquelético: fisioterapia aplicada a ginecologia e obstetrícia ed.Barueri,Manole, 2004.

JONAS, D.F. CASTRO, L.G.T. SANTOS, P.D.S. Avaliação do centro de gravidade, das alterações posturais e dos sintomas osteomusculares a gestação. 2013.

FRANKLIN, M; CONNER-KERR, T. Na analysis of posture and back pain in the first and third trimesters of pregnancy, J orthop.sport phys.the ed Roca, 1998. 5-FIRMINTO, B.S. MOCCELLIN, A.S. ALBINO, M.A.S. DRIUSSO, P. Avaliação da lordose lombar e sua relação com a dor lombopélvica em gestantes, 2012.

PRISCILA K.P; GIOVANNI M. L. A prevalência de depressão durante a gravidez nos países em desenvolvimento, incluindo o Brasil, 2017.

PEREIRA, P.K. LOVISI, G.M. Prevalência da depressão gestacional e fatores associados, 2007.

JISLAINEF. G; ANA TEREZA G. Recursos terapêuticos que representem mecanismos naturais de prevenção de doenças e manutenção de saúde. 2012.

BORGES, M.R. MADEIRA, L.M. AZEVEDO, V.M.G.O. As práticas integrativas e complementares na atenção á saude da mulher : uma estratégia de humanização da assistência no Hospital Sofia Feldman. 2010.

PORTARIA n°971 de 3 maio de 2006 aprova as práticas integrativas no SUS.

LIMA, I.D.T.G.. Efeitos da massagem terapêutica e aroma terapia, 2016.

SILVA, F.C.B. BRITO, R.S. CARVALHO, J.B.L. LOPES. T.R.G. Uso da acumpressão para minimizer desconfortos na gestação,2016

DANTAS, E. P.V. A massoterapia como medida terapêutica no período gestacional. CAMPINA GRANDE-PB. 2012.

MARTINS, E.S. Efeitos da acupuntura no tratamento de dor lombar em gestantes. 2017.

WORLD HEALTH ORGANIZAZATION.WHO Traditional medicine strategy 2000-2005.Geneva: world health organization, 2002.


Refbacks

  • There are currently no refbacks.