Prevalência do desmame precoce e suas principais causas / Prevalence of early weaning and its main causes

Kelly Cristina de Lima Ramos Pinto, Luiz Fernando Camargo da Silva, Patrícia Santana Ribeiro, Elis Regina Dos Santos Dias, Bianca Vaz da Silva

Abstract


Aleitamento materno exclusivo é a oferta do leite materno direto da mama ou não, sendo até dois anos e exclusivo até seis meses. Má nutrição, crescimento lento e mortalidade estão ligados ao desmame precoce e a introdução de alimentos inadequados.  Objetivo: identificar a prevalência do desmame precoce e quais as suas principais causas e propor medidas que possam subsidiar as mães no enfrentamento de situações que levam ao desmame. Métodos: estudo epidemiológico com delineamento transversal, com 60 mães de crianças matriculadas em uma creche da zona norte do município de Presidente Prudente. Resultados: desmame precoce foi de 0.383% e a principais causas, leite insuficiente para saciar a fome e volta ao trabalho. Discussão/conclusão: acompanhamento continuo das mães no pré-natal e puerpério se torna relevante para orientar e incentivar o aleitamento materno exclusivo e criar estratégias para o enfrentamento das dificuldades.

Keywords


Aleitamento materno; desmame; cuidados de enfermagem; Prevalência; Obstetrícia.

References


Ministério da saúde. Dez passos para uma alimentação saudável: Guia alimentar para crianças menores de dois anos. 2013.

Souza EACS. Reflexões acerca da amamentação: uma revisão bibliográfica. NESCON. 2010;

Febrasgo. Manual de Aleitamento Materno. 2015.

Muniz MD. Benefícios do aleitamento materno para a puérpera e o neonato: a atuação da equipe de saúde da família. NESCON. 2010;

Ministério da saúde. Pesquisa de Prevalência do Aleitamento Materno em Municípios Brasileiros. 2010.

Carvalho JKM De, Carvalho CG, Magalhães SR. A Importância Da Assistência De Enfermagem No Aleitamento Materno. e-Scientia. 2011;

Ministério da Saúde. Atenção à Saúde do Recém-nascido: Guia para os profissionais de saúde – Cuidados Gerais. 2011.

Abdalla MAP. Aleitamento Materno como programa de ação de saúde preventiva no Programa de Saúde da Família. NESCON. 2011;

Vargas GS, Alves VH, Rodriges DP, Branco MBLR, Souza RMP, Guerra JVV. Atuação dos profissionais de saúde da estratégia da saúde da família: Promoção da prática do aleitamento materno. Ver Baiana de enfermagem. 2016;

Castro LMM, Barbieri F, Moro ASS, Freitas HMB, Colomé JS, Backes DS. Prática do aleitamento materno por puérperas: fatores de risco para o desmame precoce. Série: Ciências da Saúde. 2014;

BRASIL. Lei n. 8.213, de 24 de julho de 1991. Dispõe sobre os Planos de Benefícios da Previdência Social e dá outras providências. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil 1991.

BRASIL. Lei n. 13.306, de 4 de julho de 2016. Altera a Lei nº 8.069, de 13 de julho de 1990 - Estatuto da Criança e do Adolescente, a fim de fixar em cinco anos a idade máxima para o atendimento na educação infantil. Palácio do Planalto: Presidência da República. 2016.

BRASIL. Lei no 8.069, de 13 de julho de 1990. Dispôe sobre o Estatuto da criança e do adolescente e dá outras providências. Edições Câmara. 2017.

Andrade CJ, Baccelli M S, Benincasa M. O vínculo mãe-bebê no período de puerpério: uma análise winnicottiana. Revista do NESME. 2017;

Amaral LJX, Sales S dos S, Carvalho DP de SRP, Cruz GKP, Azevedo IC de, Ferreira Júnior MA. Fatores que influenciam na interrupção do aleitamento materno exclusivo em nutrizes. Rev Gaúcha Enferm. 2015;

Fialho FA, Martins Lopes A, Ávila Vargas Dias IM, Salvador M. Fatores associados ao desmame precoce do aleitamento materno. Rev Cuid. 2014;

Farias SE, Wisniewski D. Aleitamento materno x desmame precoce. Rev. UNINGÁ. 2015;

Bernardi JLD, Jordão RE, Filho AAB. Fatores associados à duração mediana do aleitamento materno em lactentes nascidos em município do estado de São Paulo. Rev. Nutr. 2009;




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv3n1-056

Refbacks

  • There are currently no refbacks.