Uso da cintilografia óssea trifásica no diagnóstico diferencial de tumores ósseos primários: relato de caso / Use of three-phase bone scintilography in the differential diagnosis of primary bone tumors: case report

Tiago do Sacramento Souza Melo, Thiago Henrique Dâmaso Gusmão, Allysson Dângelo de Carvalho

Abstract


Introdução: O exame de cintilografia óssea trifásica é um método de imagem, no campo da Medicina Nuclear, ao qual utiliza radiofármacos com o intuito de analisar a distribuição da atividade de formação e/ou remodelação óssea em determinados pontos do organismo humano. Esse trabalho tem como objetivo avaliar a acurácia da cintilografia óssea trifásica no diagnóstico diferencial de tumores ósseos primários por meio de análise qualitativa, em conjunto com revisão bibliográfica. Descrição do caso: F.B.P., do sexo feminino, 12 anos, com queixa de massa tumoral, dolorosa e incapacitante há nove meses no terço distal do fêmur direito, de forma súbita, sem história de trauma. Ao exame físico, presença de tumoração com limites regulares e bem definidos em região de fêmur direito, com ausência de sinais flogísticos e secreções, associado a discreta dificuldade na realização de movimentação passiva do membro acometido. Exame de cintilografia óssea trifásica evidenciou hiperfluxo, hiperemia e aumento de atividade osteogênica em terço distal de fêmur direito, ao qual sugeriu diagnóstico de Tumor de Ewing e Osteossarcoma. Radiografia convencional demonstrou margens permeativas e destrutivas, sugerindo diagnóstico de Sarcoma de Ewing, enquanto anatomopatológico evidenciou padrão para Histiocitose. De acordo com os resultados dos exames de imagem e do anatomopatológico, paciente foi encaminhada ao serviço de Oncologia Pediátrica do Hospital da Baleia em Belo Horizonte, Minas Gerais, para realização de tratamento específico. Discussão: No caso da radiografia convencional, observou-se pelo tipo de apresentação a morfologia mais comum, no entanto, devido a especificidade da cintilografia óssea trifásica, foi possível analisar a interação entre o radiotraçador, 99mtc-MDP (tecnécio 99-m metilenodifosfonato), com o metabolismo ósseo permitindo uma análise e diagnóstico de alterações clínicas mais apurado. Realizado em 3 fases – fase de fluxo, fase estática imediata e fase estática tardia -, o exame consegue inferir diagnósticos diferenciais, a exemplo de tumores ósseos primários, que alteram o metabolismo ósseo de forma heterogênea e se sensibilizam com a passagem do radiotraçador pelo fluxo sanguíneo local. Conclusão: O relato de caso em questão evidenciou a dificuldade dos exames de imagem em confirmar os diagnósticos de tumores ósseos primários. No entanto, conclui-se que a cintilografia óssea trifásica auxilia no diagnóstico diferencial, em virtude de sua elevada sensibilidade na análise dos padrões de alterações no metabolismo ósseo.


Keywords


Tumores ósseos primários; Cintilografia óssea trifásica; Metabolismo ósseo; Medicina Nuclear.

References


PRANDO, A.; MOREIRA, F.A.. Fundamentos da Radiologia e Diagnóstico por Imagem. 2ed. Rio de Janeiro. Elsevier, 2014

ELL, P.; GAMBHIR, S.. Nuclear Medicine in Clinical Diagnosis and Treatment. 3ed. Rio de Janeiro. Elsevier, 2004

KUMAR, V.; ABBAS, A.K.; FAUSTO, N.; ASTER, J.C.. Robbins & Cotran – Patologia, Bases Patológicas das Doenças. 8ed. Rio de Janeiro. Elsevier, 2010

COSTAS, D.F.F.; SIQUEIRA, L.T.B.; RODRIGUES, M.B.. Qual o seu diagnóstico? V.41, p.9 – 11, 2008

CATALAN, J.; FONTE, A.C.; LUSA, J.R.B.; OLIVEIRA, A.D.; MELO, E.S.; GONÇALVES, C.M.. Sarcoma de Ewing: Aspectos Clínicos e Radiográficos de 226 casos. V.38, p.333 – 336, 2005

TANAKA, M.H.; PENNA, V.; CHUNG, W.T.; LOPES, A.. Tumores Malignos Primários dos Ossos. V.26, p.18 – 21, 1997

SIQUEIRA, L.K.; VIOLA, D.C.M.; GARCIA, R.J.; GRACITELLI, G.C.. Correlação do tipo de biópsia e sua validade diagnóstica nos tumores músculo – esqueléticos em distintas topografias. V.43, p.7 – 14, 2008




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv3n1-045

Refbacks

  • There are currently no refbacks.