A equipe de enfermagem e a emergência psiquiátrica: vozes de profissionais numa unidade de pronto atendimentos / The nursing staff and the psychiatric emergency: voices of professionals in a emergency unit

Viviana Cristina de Souza Carvalho, Tânia de Oliveira Mendes Crepaldi, Henry Hideki Naoe, Raiene Sara Cardoso Pereira, Isabella Marques de Souza Carvalho, Ana Flávia Resende Romanielo, Joyce Karolyny Lopes de Souza, Tayla Figueiredo Lacerda

Abstract


O processo da reforma psiquiátrica exige uma adaptação importante dos serviços emergenciais e unidades de pronto atendimento. Objetivo: conhecer a percepção da equipe de enfermagem atuante na Unidade de Pronto Atendimento, diante às emergências psiquiátricas. Foram formados grupos vocais com 14 enfermeiros, a respeito do atendimento de pacientes com transtorno mental no serviço de urgência e emergência. As transcrições foram analisadas através da Teoria Fundamentada em Dados. Do processo de análise emergiram três categorias: a lente pela qual a equipe vê o paciente, sentimentos da equipe e estratégias de ação. Pôde-se entender que a demanda em saúde mental não é rotina no serviço devido ser considerado um fato recente, que vem acompanhada de angústia dos profissionais que sentem incapazes de atender pacientes com transtorno mental. O modelo de atendimento é centrado no médico. As dificuldades, parecem ser advindos de uma formação profissional pouco adequada. Diante disto, torna-se necessário, que haja investimento num trabalho de educação permanente, para construir maior qualidade na atenção em saúde mental de acordo com as intenções da reforma psiquiátrica.


Keywords


saúde, psiquiatria, emergência

References


AMARANTE, P. Saúde Mental e Atenção Psicossocial. 3 ed. Rio de Janeiro: Editora Fiocruz, 2007. 20p.

AMARANTE, A. L.; LEPRE, A. S.; GOMES, J. L. D.; PEREIRA, A. V.; DUTRA, V.F.D. As estratégias dos enfermeiros para o cuidado em saúde mental no programa saúde da família. Texto e Contexto em Enfermagem, Florianópolis, v. 20, n. 1, p. 85-93, 2011.

DEL-BEN, C. M.; TUNG, T. C. Emergências psiquiátricas: desafios e vicissitudes. Revista Brasileira de Psiquiatria. São Paulo, v.32, supl.2, p.67-80, 2010.

DIAZ, F. S. Os movimentos sociais na reforma psiquiátrica: O “novo” na historia da psiquiatria do Brasil. 2008. 341f. Tese (doutorado em História das ciências e da Saúde) – Fundação Oswaldo Cruz/ Rio de Janeiro, 2008.

IKUTA, C. Y; SANTOS, M. A; BADAGNAN, H. F; DONATO, E. C. S. G; ZANETTI ACG. Nursing workers’ knowledge in psychiatric emergency situations: an integrative review. In: Revista eletrônica de enfermagem, v.15, n.4, p.1034-42, 2013. Disponível em: . Acesso em: 20 jan. 2014.

KANTORSKI, L. P. Os desafios da avaliação no campo da Saúde Mental. In: Revista Eletrônica de Enfermagem, v.14, n.1, p.10-1, 2012. Disponível em:< https://www.fen.ufg.br/revista/v14/n1/pdf/v14n1a01.pdf>. Acesso em: 20 jan. 2014.

MOTKE, M. B.; FRANCO, G. P. Qualidade de vida em saúde da equipe de enfermagem da unidade de emergência de um hospital de grande porte do interior do Rio Grande do Sul. Revista Contexto & Saúde, v. 3, n. 05, p.129-148, 2013.

SILVA, N. S. et al. Percepção de enfermeiros sobre aspectos facilitadores e dificultadores de sua prática nos serviços de saúde mental. In: Revista brasileira de enfermagem, Brasília , v. 66, n. 5, 2013 . Disponível em:

&lng=en&nrm=iso>. Acesso em: 30 Nov. 2014.

WAIDMAN, M. A. P. et. al. Assistência de enfermagem às pessoas com transtornos mentais e às famílias na Atenção Básica. Revista Escola de Enfermagem da USP, São Paulo, v. 25, n.3, p. 2-3, jun. 2012.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv3n1-042

Refbacks

  • There are currently no refbacks.