Perfil de liderança do enfermeiro: concepção dos técnicos de enfermagem/ Nurse leadership profile: conception of nursing technicians

Renata Batista dos Santos, Roseli Batista dos Santos, Iris Camilla Bezerra de Lima Vasconcelos, Raiza Raiane Silva Ribeiro, Janaina Yara Do Nascimento Prestes, Aline Estefany da Silva, Camila Caroline da Silva, Marcos André Araújo Duque

Abstract


Objetivo: Avaliar a concepção dos técnicos de Enfermagem acerca do perfil de liderança do profissional enfermeiro diante de diferentes atuações. Método: Estudo tipo transversal de natureza descritiva. A população analisada foram 58 técnicos de enfermagem, sendo 49 atuantes em áreas distintas de um Hospital de alta complexidade e 09 em Unidades Básicas de Saúde. A coleta dos dados ocorreu por meio de questionário elaborado previamente pelos autores. Resultados: Quanto ao estilo de liderança, observou-se nas Unidades Básicas de Saúde, o seguinte resultado: 56 % (N=5) dos entrevistados, afirmaram que os enfermeiros possuem um perfil democrático, enquanto na área hospitalar, 45% (N=22) afirmaram que os enfermeiros possuem um perfil auto­­crático. Conclusão: Na Atenção Básica ou na rede hospitalar, o perfil de liderança adotado pelo enfermeiro, deve oferecer condições que auxiliem na realização das atividades, na construção de um ambiente saudável, que estimule o comprometimento da equipe no alcance dos objetivos comuns.

 


Keywords


enfermagem, enfermeiro, líder, liderança, chefe.

References


ALMEIDA, E. de et al. Liderança do enfermeiro responsável técnico: um fazer necessário para o exercício profissional. Revista de Pesquisa: Cuidado é Fundamental Online - Rio de Janeiro, V. 6, n. 3, p. 998-1006, jul./set. 2014. DOI: http://dx.doi.org/10.9789/2175-5361.2014.v6i3.998-1006. Disponível em: http://www.seer.unirio.br/index.php/cuidadofundamental/article/view/3069. Acesso em: 11 mar. 2018.

BARRETO, M.S. et al. Percepção da equipe de enfermagem sobre a função do enfermeiro no serviço de emergência. Rev Rene. 2015 nov-dez; 16(6):833-41. DOI: http://dx.doi.org/10.15253/2175-6783.2015000600009. Disponível em: http://periodicos.ufc.br/rene/article/view/2871/2233. Acesso em: 29 nov. 2018.

CHIAVENATO, Idalberto. Introdução à teoria geral da administração: uma visão abrangente da moderna administração das organizações. In: ______. Decorrências da Teoria das Relações Humanas. 7 ed. rev. e atual. – Rio de Janeiro: Elsevier, 2003. p. 122-126.

COSTA, S. D. da et al. O exercício da liderança e seus desafios na prática do enfermeiro. JMPHC – Journal of Management and Primary Health Care, V. 1, n. 1, p. 49-65, 2017. Disponível em: http://www.jmphc.com.br/saude-publica/index.php/jmphc/article/view/257. Acesso em: 16 mar. 2018.

DALL’AGNOL, C. M. et al. Motivações, contradições e ambiguidades da liderança de enfermeiros em cargo de chefia num hospital universitário. Revista Latino-Americana de Enfermagem [Internet], São Paulo, V. 21, n. 5, p. 1-7, set./out. 2013. Disponível em: http://www.redalyc.org/html/2814/281428540016/. Acesso em: 01 mar. 2018.

FELIX, Clovis et al. Estilos de liderança. Revista Conexão Eletrônica (AEMS – Faculdades Integradas de Três Lagoas), p. 1-13, Edição de 2013. Disponível em: http://revistaconexao.aems.edu.br/edicoes-anteriores/2013/ciencias-sociais-aplicadas-e-ciencias-humanas-2/?page=10&offset=45. Acesso em: 10 mar. 2018.

GARCIA, B. L. de et al. Relação entre Liderança e Vínculos Profissionais: Percepção de Enfermeiros. Revista Pesquisa em Saúde, V. 18, n. 2, p. 114-118, mai./ago. 2017. Disponível em: http://www.periodicoseletronicos.ufma.br/index.php/revistahuufma/article/view/6715. Acesso em: 10 mar. 2018.

GÓIS, O. J. O. de et al. Papeis de Liderança na Gestão do Cuidado: desafios e estratégias dos enfermeiros recém-formados, uma revisão integrativa. I Congresso Internacional de Enfermagem – CIE – (UNIT – Universidade Tiradentes), Aracaju, maio/2017. Disponível em: https://eventos.set.edu.br/index.php/cie/article/viewFile/5544/2331. Acesso em: 04 mar. 2018.

KARPINSKI, J. A.; STEFANO, S. R. O Comportamento dos Líderes: um Estudo Comparativo Entre Empresas Familiares de uma Cidade da Mesorregião do Sudeste Paranaense. Revista de Ciências Jurídicas e Empresariais, Londrina, V. 15, n. 2, P. 175-182, set. 2014. DOI: http://dx.doi.org/10.17921/1517-9427.2014v15n2p%25p. Disponível em: http://www.pgsskroton.com.br/seer/index.php/juridicas/article/view/296

Acesso em: 11 mar. 2018.

LOPES, E. R. et al. Conflitos na Equipe de Enfermagem: Um Desafio na Gestão do. ÚNICA Cadernos Acadêmicos, V. 1, n. 1, 3 set. 2015. Disponível em: http://co.unicaen.com.br:89/periodicos/index.php/UNICA/article/view/10. Acesso em: 25 mar. 2018.

MOURA, G.M. et al. Expectativas da equipe de enfermagem em relação à liderança. Acta Paul Enferm. São Paulo, 2013; 26(2):198-204. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0103-21002013000200015. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-21002013000200015.

Acesso em: 29 nov. 2018.

OELRICH, Monique. Chefia X Liderança: reflexos na gestão privada da Kuehne+Nagel. Revista Maiêutica, Indaial, V. 4, n. 1, p. 181-188, 2016. Disponível em: https://publicacao.uniasselvi.com.br/index.php/GESTAO_EaD/article/view/1592. Acesso em: 15 mar. 2018.

OLIVEIRA, G. de et al. As Características Comportamentais que Diferem Chefes e Líderes. Revista de Administração do Sul do Pará (REASP) – FESAR – V. 1, n. 1, p. 55-73, jan./abr. 2014. Disponível em: < http://fesar.com.br/reasp/index.php/REASP/article/view/20. Acesso em: 03 mar. 2018.

RODRIGUEZ, E.O.L. et al. Avaliação da liderança dos enfermeiros por auxiliares e técnicos de enfermagem segundo o método 360º. Rev Gaúcha Enferm. 2015 dez; 36 (4): 29-36. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/1983- 1447.2015.04.50491. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/RevistaGauchadeEnfermagem/article/view/50491/35656. Acesso em: 29 nov. 2018

.

SILVA, L. P. da; SELOW, M. L. C; FROM, D. A. Considerações sobre Chefia e Liderança no Setor Público. Vitrine Produção Acadêmica, Curitiba, V. 4, n.1, p. 300-458, jan./jun. 2016. Disponível em: http://www.vitrineacademica.dombosco.sebsa.com.br/index.php/vitrine/article/viewFile/168/169. Acesso em: 28 mar. 2018.

SANTOS, N. M. et al. Comentários ao Projeto de Lei 7.703-C sobre o Exercício da Medicina: Implicações para Profissão de Enfermeiro. P. 1-18, 2014. Disponível em: http://apps.cofen.gov.br/cbcenf/sistemainscricoes/arquivosTrabalhos/I19419.E8.T4073.D4AP.pdf. Acesso em: 02 mai. 2018.

SILVA, V. L dos S.; CAMELO, S. H. H. A Competência da Liderança em Enfermagem: Conceitos, Atributos Essenciais e o Papel do Enfermeiro Líder [Nursing leadership competence: concepts, essencial atributes and the role of the nurse leader]. Revista Enfermagem UERJ, Rio de Janeiro, V. 21, n. 4, p. 533-539, out./dez. 2013. DOI: https://doi.org/10.12957/reuerj.2013.10031. Disponível em: http://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/enfermagemuerj/article/view/10031. Acesso em: 01 mar. 2018

VITÓRIA, Antonela. Enfermagem na promoção da qualidade de vida da pessoa com Esquizofrenia. 131 f. Trabalho de Graduação – Curso de Licenciatura em Enfermagem, Universidade do Mindelo – Escola Superior de Saúde, Mindelo, 2016. Disponível em: http://www.portaldoconhecimento.gov.cv/bitstream/10961/4958/1/Antonela%20%20Vit%C3%B3ria%202017.%20Enfermagem%20na%20promo%C3%A7%C3%A3o%20da%20qualidade%20de%20vida.pdf. Acesso em: 21 mar. 2018.

WALDOW, V. R. Enfermagem: a prática do cuidado sob o ponto de vista filosófico. Investig Enferm. Imagen Desarr, V. 17, n. 1, p. 13-25, 2015. Disponível em:

http://dx.doi.org/10.11144/Javeriana. Acesso em: 23 mar. 2018.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv3n1-032

Refbacks

  • There are currently no refbacks.