Correlação entre o aumento da incidência de sarampo e a diminuição da cobertura vacinal dos últimos 10 anos no Brasil / Correlation between increasing sarampo incidence and decreasing vacinal coverage of the last 10 years in Brazil

Cecília Maira Souza Almeida, Luiz Gustavo David de Souza, Gabrielle Nunes Coelho, Karine Cristine de Almeida

Abstract


Objetivo. Identificar o perfil epidemiológico do sarampo no Brasil nos últimos 10 anos, correlacionando com a queda da cobertura vacinal. Metodologia. Trata-se de um estudo de campo, epidemiológico e descritivo, com abordagem quantitativa. A coleta de dados ocorreu em setembro de 2019 a partir das plataformas digitais do Ministério da Saúde. Os dados referentes à cobertura vacinal total foram relativos às vacinas Tríplice e Tetra viral. Resultados. De 2008 a 2012, o Brasil mantinha a meta de cobertura vacinal (CV) acima de 99%, e mesmo assim 113 casos ocorreram nesse período. A partir de 2014, a CV vem caindo constantemente. No ano de 2018, a CV ficou abaixo de 67% e ocorreram 10.326 casos. O estado do Amazonas foi o que demonstrou maior número de casos e a menor cobertura vacinal é registrada na região Norte, o que pode contribuir com o aumento nos casos na região. Discussão. As coberturas vacinais para o sarampo em todos os municípios brasileiros devem estar na meta de 95%. Porém, não é essa a realidade da maioria das regiões, pois a CV dos estados que apresentaram surto de sarampo em 2018 estava menor que a recomendada. A doença atinge quase unicamente indivíduos que não são vacinados ou que têm um esquema de vacinação incompleto. Conclusão. É imprescindível que a imunização seja realizada de modo efetivo na população para eliminar a transmissão, pois os surtos de sarampo podem acontecer por causa de falhas na imunidade, e a hesitação vacinal é um problema crescente no Brasil.


Keywords


Cobertura Vacinal, Epidemiologia, Sarampo.

References


APS, L. R. M. M. et al. Eventos adversos de vacinas e as consequências da não vacinação: uma análise crítica. Revista de Saúde Pública, v. 52, p. 40-40, 2018.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Departamento de Vigilância das Doenças Transmissíveis. Manual dos Centros de Referência para Imunobiológicos Especiais. 4ª ed. Brasília; 2014.

BRASIL, Ministério da Saúde. Sarampo: o que é, causas, sintomas, tratamento, diagnóstico e prevenção. Brasília, DF, 2017. Disponível em Acesso em: 25 de setembro de 2019.

BRASIL, Ministério da Saúde. Sarampo: Situação Epidemiológica. Brasília, DF, 2018a. Disponível em Acesso em: 25 de setembro de 2019

BRASIL, Ministério da Saúde. Situação do Sarampo no Brasil – 2018. Brasília, DF, 2018b. Disponível em Acesso em: 25 de setembro de 2019

BRASIL. Ministério da Saúde. Boletim Epidemiológico do Sarampo. 2018c. Disponível em . Acesso em: 20 de setembro de 2019.

BRASIL, Ministério da Saúde. Situação do Sarampo no Brasil – 2019. Brasília, DF, 2019a. Disponível em Acesso em: 25 de setembro de 2019

BRASIL. Ministério da Saúde. Sarampo: sintomas, prevenção, causas, complicações e tratamento. 2019b. Disponível em < http://www.saude.gov.br/saude-de-a-z/sarampo>. Acesso em: 20 de setembro de 2019.

COUGHLIN, M. et al. Perspective on global measles epidemiology and control and the role of novel vaccination strategies. Viruses, v. 9, n. 1, p. 11, 2017.

DATASUS. Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunizações. 2019. Disponível em < http://tabnet.datasus.gov.br/cgi/tabcgi.exe?pni/cnv/cpniuf.def>

DOMINGUES, C.M.A.S.; TEIXEIRA, A.M.S. Coberturas vacinais e doenças imunopreveníveis no Brasil no período 1982-2012: avanços e desafios do Programa Nacional de Imunizações. Epidemiologia e Serviços de Saúde, v. 22, n. 1, p. 9-27, 2013.

ENGLEITNER F., MOREIRA A.C. Incidência de rubéola, caxumba e sarampo no município de Ijuí/RS entre os anos de 1995 e 2007. Rev Contexto Saúde. 2008

MOURA, A.D.A. et al. Estratégias e resultados da vacinação no enfrentamento da epidemia de sarampo no estado do Ceará, 2013-2015. Epidemiologia e Serviços de Saúde, v. 27, p. e201634310, 2018.

OPAS. Organização Pan-Americana de Saúde. Folha informativa - Sarampo. Disponível em

SALOMÃO, R. Infectologia: Bases clínicas e tratamento. 1. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2017.

XAVIER, A.R. et al. Diagnóstico clínico, laboratorial e profilático do sarampo no Brasil. Jornal Brasileiro de Patologia e Medicina Laboratorial, v. 55, n. 4, p. 390-401, 2019.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv3n1-031

Refbacks

  • There are currently no refbacks.