A utilização do cavalo em paciente com transtorno do espectro autista: uma revisão integrativa / The use of horses in patients with autistic spectrum disorder: an integrative review

Edlávio Oliveira Silva, Iara de Argôlo Azevedo, Maria Cecilia dos Santos Marques

Abstract


A equoterapia é um meio de tratamento importante para diversos transtornos e outras necessidades especiais. Com o objetivo de realizar uma revisão sistemática do efeito da equoterapia em pacientes com Transtorno do Espectro Autista, foi realizado um estudo durante o ano de 2018, iniciado com pesquisa documental, sendo utilizados periódicos integrados nas bases de dados: MEDLINE, SciELO, LILACS, PubMed. Para acessá-los, usou-se como descritores as palavras: “Equoterapia”, “Tratamento” e “Transtorno do Espectro Autista”, a partir de uma coleta de bibliografias da área de saúde que retratasse os conceitos da eficácia da equoterapia como tratamento coadjuvante para praticantes com Transtorno do Espectro do Autismo. Os critérios de inclusão foram: artigos publicados entre 2010 e 2018; em inglês, espanhol ou português e estudos de casos clínicos e/ou grupos com Transtorno do Espectro Autista. De acordo com a literatura atual, a equoterapia foi eficaz no Transtorno do Espectro Autista, melhorando a comunicação, isolamento, dificuldades de vinculação, estímulos corporais, auxílio no desenvolvimento psicomotor, progredindo nos aspectos tanto externos quanto internos. A utilização do cavalo tem grande função psíquica, pois reforça e modifica comportamentos desejados, tarefas das áreas de mobilidade e autocuidado, além de mostrar-se eficaz por trazer estímulos corporais para a criança ao andar a cavalo.

 

 


Keywords


Equoterapia, Transtorno do Espectro Autista, Tratamento.

References


ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE EQUOTERAPIA - ANDE-Brasil 2016.

AZEVEDO, A. GUSMÃO, M. A importância da fisioterapia motora no acompanhamento de crianças autistas. Rev. Eletrôn. Atualiza Saúde, Salvador, 2(2): p.76-83. 2016.

BENDER DD, GUARANY NR. Efeito da equoterapia no desempenho funcional de crianças e adolescentes com autismo Rev Ter Ocup Univ São Paulo. 2016 set./dez.;27(3):271-7.

BETH A. L, et al. Effects of equine assisted activities on autism spectrum disorder. J Autism Dev Disord. 2014

BLUMBERG, S. J. ; BRAMLETT, M. D.; KOGAN, M. D.; SCHIEVE, L. A.; JONES, J. R.; LU,M. C. et al. Changes in Prevalence of Parent-reported Autism Spectrum Disorder in School. National Health Statistics Reports. 2013;65:1–11.

BRENTANI, H. et al; Autism spectrum disorders: an overview on diagnosis and treatment; Revista Brasileira de Psiquiatria, 2013

CUERVO, JLP. Beneficios de la equinoterapia en niños con TEA. Repositorio aberto da Universidade de Cantabria; 2017.

ESPINDULA, AP. Efeitos da equoterapia em praticantes autistas. [tese]. Uberaba (MG): Universidade Federal do Triângulo Mineiro; 2016.

JASPART, V. Cheval, atout maître de l'hippothérapie...Et de nos émotions? Evaluation d’une formation en hippothérapie sur l’intelligence émotionnelle et l’empathie de ses participants. Dissertation. Faculté de psychologie et des sciences de l'éducation, Université catholique de Louvain, 2014.

Manual Estatístico de transtornos mentais: DSM-V ed. Porto Alegre: Artmed, 2014.

MONTENEGRO, S. BARBOSA, W. DUARTE, E. Contribuições da equoterapia para o desenvolvimento integral da criança autista. [monografia]. Pernambuco; Universidade Federal de Pernambuco; 2014.

PFEIFER, L.T.O. Equoterapia: a influência da variação do peso na frequência do passo do cavalo. Ensaios e Ciência: Ciências Biológicas, Agrárias e da Saúde. 2012; 16 (3): p. 39-48.

QUINTEIRO CRUZ, B. D.; POTTKER, C.A. As contribuições da equoterapia para o desenvolvimento psicomotor da criança com transtorno de espectro autista. REVISTA UNINGÁ REVIEW, [S.l.], v. 32, n. 1, p. 147 - 158, out. 2017.

SANTOS, FFM; ZAMO, RS. Reabilitação Neuropsicológica dos Transtornos do Neurodesenvolvimento na Equoterapia: Revisão Sistemática. Revista de Psicologia da IMED, Passo Fundo, v. 9, n. 1, p. 104-118, nov. 2017

SANTOS, P. F. B. Educação Não Formal e Equoterapia: O galope do educador na arena da terapia. Dissertação em mestrado em Educação. Centro Universitário Salesiano de São Paulo, 2012.

SCHMITT, JF. Terapia assistida por animais e pessoas com transtorno do espectro autista: uma revisão. [tese]. Curitiba (PR): Universidade de Tuiuti do Paraná; 2015.

SILVEIRA, M.M. WIBELINGER, L.M. A equoterapia como recurso terapêutico no equilíbrio do idoso. Rev. Neurocienc. 2011; Jul; 19(3):519-24.

SOUZA, F. H.; NAVEGA, M. T. Influência de atividades lúdico-desportivas na realização de Equoterapia em pacientes neurológicos – ensaio clínico controlado aleatorizado. ConSientiae Saúde, 2012; 11(4):587-597.

SOUZA, M. B.; SILVA, P. L. N. Equoterapia no tratamento do transtorno do espectro Autista: a percepção dos técnicos. Revista Ciência e Conhecimento. v. 9, n. 1, p. 4-22, 2015.

SWEDO, S.E. Transtornos do Neurodesenvolvimento. In: American Psychistric Associstion. Cordioli, AV. Kieling, C. Silva, CTB. Passos, IV. Barcellos, MT. Manual diagnóstico e estático de transtornos mentais DSM-5. 5ª ed. Porto Alegre: Artmed; 2014. p. 50-9.

TORQUATO, J.A., LANÇA, A.F., PEREIRA, D., CARVALHO, F.G., SILVA, R.D. A aquisição da motricidade em crianças portadoras de Síndrome de Down que realizam fisioterapia ou praticam equoterapia. Fisioter. Mov. 2013; 26: 515–525.

TRENTINI, C.M. ZAMO, R.Z. Revisão sistemática sobre avaliação psicológica nas pesquisas em equoterapia. Ver. Psicologia: Teoria e Prática, 18(3), 81-97. São Paulo, SP, set.-dez. 2016.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv2n4-133

Refbacks

  • There are currently no refbacks.