Comparação de técnicas de extração de DNA de Treponema Pallidum para o diagnóstico molecular da sífilis / Comparison of Treponema Pallidum DNA Extraction Techniques for Molecular Diagnosis of Syphilis

Julia Braga Pereira, Walter Lins Barbosa Júnior, Elis Dionísio da Silva, Ana Emília Costa Araújo de Aquino, Patrícia Maria Sobral de Oliveira, Fábio Lopes de Melo

Abstract


A sífilis é uma doença infectocontagiosa sexualmente transmissível, considerada um problema de saúde pública no Brasil. Nesse contexto, o diagnóstico adequado e precoce da doença surge como fator importante no seu controle. Seu diagnóstico se dá predominantemente por técnicas sorológicas. No entanto, estudos apontam que essas técnicas apresentam muitas limitações, como elevadas taxas de falsos-positivos. O diagnóstico molecular tem sido apontado como uma alternativa a esses métodos. Diante disso, este trabalho teve como objetivo avaliar protocolos de extração de DNA de Treponema pallidum em amostras de sangue total de pacientes com sífilis. Para isso, foi realizado estudo comparativo descritivo no qual foram utilizados quatro métodos de extração de DNA em amostras de sangue total (n=30) de mulheres de duas maternidades do Recife com diagnóstico sorológico positivo para síflis: Fenol-clorofórmio (FC); Acetato de potássio-clorofórmio (AC); InstageneTM Matrix - BioRad® (IM); e ReliaPrepTM Blood gDNA Miniprep System - Promega® (RP). Cada método foi avaliado a partir de parâmetros de rendimento e pureza do DNA extraído, praticidade, custo/benefício e amplificação por PCR, sendo utilizado o gene tp0548 como alvo treponêmico. O maior rendimento de DNA foi com IM (3,50), no entanto os únicos métodos a apresentarem boa relação de pureza A260/280, foram RP (1,84) e AC (1,89). Nenhuma das técnicas apresentou relação de pureza A260/230 entre o intervalo ideal. RP foi o método mais prático, por demandar menos tempo (42,8min) e equipamentos para sua execução. No entanto, o IM necessita de apenas um reagente para sua execução. O IM foi o único método a apresentar positividade na PCR do tp0548, com três amostras positivas. Portanto, dentre os métodos avaliados, esse é o mais promissor para o diagnóstico da sífilis.

 

 

 


Keywords


Diagnóstico molecular. Doenças transmissíveis. Sífilis.

References


ALVES, Mary Tania de Melo Silva; ROCHA, Thatiana de Castro. Perfil clínico epidemiológico da sífilis congênita em maternidade referência de Sergipe, Brasil. 2018.

ARAUJO, F. R., et al. Avaliação de um protocolo de extração de DNA genômico a partir de sangue total. Embrapa Gado de Corte-Comunicado Técnico (INFOTECA-E), 2009.

BARTLETT, Rebecca S. et al. Fundamental approaches in molecular biology for communication sciences and disorders. Journal of Speech, Language, and Hearing Research, v. 55, n. 4, p. 1220-1231, 2012.

BECK, Sandra Trevisan. Importância do diagnóstico sorológico da Sífilis durante o Pré-natal. 2015.

BENZAKEN, Adele Schwartz et. al. Manual técnico para o diagnóstico da sífilis. 2016

BRASIL. Secretaria de Vigilância em Saúde. Boletim Epidemiológico. Sífilis. 2017.

BRASIL. Secretaria de Vigilância em Saúde. Boletim Epidemiológico. Sífilis. 2018.

BRASIL. Secretaria de Vigilância em Saúde. Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais. Diagnóstico de Sífilis. Manual Técnico para Diagnóstico da Sífilis. Brasília, 2016.

BRASIL. Secretaria de Vigilância em Saúde. Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais. Diagnóstico de Sífilis. Brasília, 2014. (Série TELELAB). Disponível em: Acesso em: 1 set. 2018.

BRUISTEN, S. M. Protocols for detection and typing of Treponema pallidum using PCR methods. In: Diagnosis of Sexually Transmitted Diseases. Humana Press, Totowa, NJ, 2012. p. 141-167.

CHACON-CORTES, Diego; GRIFFITHS, Lyn R. Methods for extracting genomic DNA from whole blood samples: current perspectives. Journal of Biorepository Science for Applied Medicine, v. 2014, n. 2, p. 1-9, 2014.

DA CRUZ, Caroline Rosa; DALL’IGNA, Dhébora Mozena. Sífilis congênita e danos a saúde neonatal: uma revisão de literatura. Revista UNIPLAC, v. 6, n. 1, 2018.

DE SOUZA SANTOS, Mariana; PEREIRA, Luis Lenin Vicente. A importância da informação sobre a sífilis. Revista Científica, v. 1, n. 1, 2018.

DOYLE, J.J.; DOYLE, J.L. 1990. Isolation of plant DNA from fresh tissue. Focus, 12: 13-15. EMBRAPA – Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária. Manual de Extração de DNA. COSTA, M. R; MOURA E. F. Belém: Embrapa. Amazônia Oriental, 2001. 24p.

GRANGE, P. A. et al. Evaluation of a PCR test for the detection of Treponema pallidum in swabs and blood. Journal of clinical microbiology, p. JCM. 00702-11, 2012.

LEVETT, Paul N. et al. Canadian Public Health Laboratory Network laboratory guidelines for the use of serological tests (excluding point-of-care tests) for the diagnosis of syphilis in Canada. Canadian Journal of Infectious Diseases and Medical Microbiology, v. 26, n. Supplement A, p. 6A-12A, 2015.

MARRA, Christina m. et al. Enhanced Molecular Typing of Treponema pallidum: Geographical Distribution of Strain Types and Association with Neurosyphilis. The Journal of Infectious Diseases, [s.l.], v. 202, n. 9, p.1380-1388, nov. 2010. Oxford University Press (OUP).

MORSHED, Muhammad G.; SINGH, Ameeta E. Recent trends in the serologic diagnosis of syphilis. Clinical and vaccine immunology, p. CVI. 00681-14, 2014.

NEWMAN, Lori et al. Global estimates of the prevalence and incidence of four curable sexually transmitted infections in 2012 based on systematic review and global reporting. PloS one, v. 10, n. 12, p. e0143304, 2015.

OLIVEIRA, M. C. S. et. al. Fundamentos teórico-práticos e protocolos de extração e de amplificação de DNA por meio da técnica de reação em cadeia da polimerase. São Carlos: Embrapa Pecuária Sudeste, 2007.

RATNAM, Sam. The laboratory diagnosis of syphilis. Canadian Journal of Infectious Diseases and Medical Microbiology, v. 16, n. 1, p. 45-51, 2005.

REGITANO, L. C. A. et al. Protocolos de biologia molecular aplicada à produção animal. São Carlos: Embrapa, v. 72, 2007.

SAMBROOK, Joseph; RUSSELL, David William. Molecular Cloning: A Laboratory Manual, 3rd edn. Cold Spring Harbor, NY: Cold Spring Harbor Laboratory Press, 2001.

SCIENTIFIC, Thermo. T042–TECHNICAL BULLETIN NanoDrop Spectrophotometers Assessment of Nucleic Acid Purity. Wilmington, DE: Thermo Scientific Nanodrop Products, 2013.

TRISTÃO, Willys et al. Epidemiological study of HPV in oral mucosa through PCR. Brazilian journal of otorhinolaryngology, v. 78, n. 4, p. 66-70, 2012.


Refbacks

  • There are currently no refbacks.