Questionário de avaliação sensório-motor a partir da percepção de idosos que frequentam uma Instituição de Ensino Superior / Sensory-motor evaluation questionnaire from the sense of old people frequenting an Institution of Higher Education

Izabel Cristina Queiroz Carvalho, Ana Beatriz Dutra de Lima, Bruno Cordeiro Magalhães, Rafaela Pessoa Santana

Abstract


Introdução: Propriocepção é a habilidade do sistema nervoso central de captar e processar informações sensoriais dos receptores existentes nas estruturas imprescindíveis à movimentação e orientação. A população idosa cresce no Brasil, com o avanço da idade ocorre diminuição proprioceptiva e aumento na probabilidade de quedas.Sendo assim, é de extrema importância trabalhos preventivos com idosos para minimizar quedas. Objetivo: Elaborar um questionário sensório-motor a partir da percepção de idosos que frequentam uma Instituição de Ensino Superior. Metodologia: Estudo observacional, longitudinal, analítico, com coleta e análise de dados qualitativa. A pesquisa foi realizada em Fortaleza/CE, em um instituto com atendimento gratuito aos idosos em uma Universidade Privada. Realizou-se uma entrevista semi estruturada com treze perguntas para verificar a percepção dos idosos em relação às quedas, fatores de risco e fatores prevalentes dos sistemas sensoriais e motores que serviram de base para a formulação do instrumento sensório-motor. Participaram idosos de ambos os sexos, que assinaram o termo de consentimento. Idosos que possuíam alto comprometimento cognitivo foram excluídos. Foi realizada a confecção de gráficos e tabelas através de recursos como o Excel e Word. Posteriormente, a elaboração do questionário final em documento Word. Resultados: A amostra foi composta por 33 idosos. Como questões chaves finais elencamos perguntas justificadas ao longo da discussão para a criação do questionário. Conclusão: O presente estudo constatou que permanece uma lacuna referente ao conhecimento e a forma de abordar os idosos em relação ao sistema sensório-motor e a influência do mesmo no risco de quedas. O questionário proposto torna-se um instrumento significativo na identificação das prováveis modificações sensoriais e motoras dos idosos, favorecendo a abordagem preventiva. Sugerem-se mais pesquisas para a validação do questionário propiciando maior confiabilidade.

 


Keywords


Propriocepção; Idosos; Questionário; Fisioterapia.

References


ALBINO, I. L. R.; FREITAS, C. R.; TEIXEIRA, A. R. et al. Influência do treinamento de força muscular e de flexibilidade articular sobre o equilíbrio corporal em idosas. Rev. bras. geriatr. gerontol, v. 15, n. 1, p. 17-25, 2012.

CARVALHO, E. et al. Relação entre as quedas, o equilíbrio funcional e a qualidade de vida em idosos. Ensaios e ciência: Ciências biológicas, agrárias e da saúde, v. 17, n. 1, 2013.

CONCEIÇÃO, J.S. et al. Efeitos da intervenção psicomotora na proprioceptividade do idoso institucionalizado. Dissertação de Mestrado. Universidade de Évora. 2015.

COSTA, A.G.S. et al. Acidentes por quedas em um grupo específico de idosos. Revista Eletrônica de Enfermagem, v. 13, n. 3, 2011.

FECHINE, B. R. A.; TROMPIERI, N. O processo de envelhecimento: as principais alterações que acontecem com o idoso com o passar dos anos. RevCientif Internacional., v. 1, n. 20, p. 106-132, 2012.

GAI, J. et al. Factorsrelatedtofallsofelderlywomenresidents in a community. Revista da Associação Médica Brasileira, v. 56, n. 3, p. 327-332, 2010.

GUERRA, H. S. et al. Prevalência de quedas em idosos na comunidade. Revista Saúde e Pesquisa, v. 9, n. 3, p. 547-555, set./dez. 2016.

HELRIGLE, C. et al. Efeitos de diferentes modalidades de treinamento físico e do hábito de caminhar sobre o equilíbrio funcional de idosos. Fisioterapia em Movimento, v. 26, n. 2, 2013.

KALACHE, Alexandre. O mundo envelhece: é imperativo criar um pacto de solidariedade social. Ciência & saúde coletiva, Manguinhos, v. 13, n. 4, p. 1107-1111, 2008.

MESQUITA, G.V. et al. Morbimortalidade em idosos por fratura proximal do fêmur. Texto Contexto Enferm, v. 18, n. 1, p. 67-73, 2009.

NASCIMENTO, J.S.; TAVARES, D.M. Prevalência e fatores asociados a quedas em idosos. Texto & Contexto - Enfermagem, v. 25, n. 2, p. 1–9, 2016.

NEVES, A. et al. FATORES de risco relacionados à queda entre idosos em uma instituição pública de um município do estado de Goiás. Revista Eletrônica Faculdade Montes Belos, v. 9, n. 1, 2016.

OLIVEIRA, A. D.; TREVANZI, P. F.; BESTETTI, M. L. T.; MELO, R. C. Fatores ambientais e risco de quedas em idosos: revisão sistemática. Rev. bras. geriatr. gerontol., v.17, n. 3, p. 637-645, 2014.

OLIVEIRA, G.G.; MELLO, F.A. Efetividade de um programa fisioterapêutico proprioceptivo para treino de equilíbrio em idosos institucionalizados. Revista Brasileira de Ciências do Envelhecimento Humano, v. 11, n. 1, 2014.

OLIVEIRA, P.P. et al. Análise comparativa do risco de quedas entre pacientes com e sem diabetes mellitus tipo 2. Revista da Associação Médica Brasileira, v. 58, n. 2, p. 234-239, 2012.

REZENDE, A. et al. Medo do idoso em sofrer quedas recorrentes: a marcha como fator determinante da independência funcional. Acta Fisiatr, v. 17, n. 3, p. 117–121, 2010.

REZENDE, C.P.; GAEDE-CARRILLO, M.R.G.; SEBASTIÃO, E.C.O. Queda entre idosos no Brasil e sua relação com o uso de medicamentos : revisão sistemática. Cad. Saúde Pública, v. 28, n. 12, p. 2223–2235, 2012.

SAAD, P.M. Envelhecimento populacional: demandas e possibilidades na área de saúde. Séries Demográficas, v. 3, s/n, p. 153-166, 2016.

SANTOS, S.S.C. et al. Riskoffalls in theelderly: anintegrativereviewbasedonthe North American NursingDiagnosisAssociation. Revista da Escola de Enfermagem da USP, v. 46, n. 5, p. 1227-1236, 2012.

SILVA, P.H.A. et al. Queda em idosos: implantação de um programa de prevenção em um município no estado do Maranhão.Monografia de Especialização. Universidade Federal de Santa Catarina. 2017.

SILVA, T.M. et al. A vulnerabilidade do idoso para as quedas: análise dos incidentes críticos. Revista eletrônica de enfermagem, v. 9, n. 1, 2007.

VIEIRA, K.F.L. et al. Prevalência e preocupação com o risco de quedas em idosos comunitários. Revista de enfermagem UFPE online-ISSN: 1981-8963, v. 11, n. 1, p. 351-357, 2017.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv2n4-070

Refbacks

  • There are currently no refbacks.