A sobrecarga do curso de Medicina e como os alunos lidam com ela / How do medical students deal with the academic overload

Perla da Costa Monteiro, Céres Larissa Barbosa de Oliveira, Natália Alves Marques, Rhyan Meninea do Rego, Nara Alves de Almeida Lins, Cezar Augusto Muniz Caldas

Abstract


Objetivo: Identificar fatores relacionados à sobrecarga dos estudantes de Medicina e como os mesmos lidam com tal situação. Métodos: Foi realizado um estudo transversal e descritivo realizado com estudantes cursando entre o segundo e quinto semestres, com coleta de dados no período de outubro de 2017 a fevereiro de 2018. O universo foi constituído por cerca de 300 alunos, sendo que 170 preencheram o questionário. Destes, 16 questionários foram excluídos devido preenchimento incorreto, restando 154 questionários, correspondentes a amostra analisada. Resultados: Pôde-se observar que em referência à auto avaliação sobre o desempenho acadêmico, quase 30% dos estudantes considerava seu desempenho regular. Observou-se que um dos principais fatores relacionados à sobrecarga, foi o cansaço durante as aulas, o mesmo destacou-se quase com unanimidade, apontado por 91,4% dos entrevistados, ressaltando ainda que quase a totalidade dos entrevistados considera que o curso de Medicina interfere negativamente em outros aspectos da sua vida pessoal. A maioria considerou que não consegue estudar todos os assuntos ministrados de forma satisfatória (71%). Sobre o sono, constatou-se que 65% dorme, em média, até 5 horas diárias, considerando seu período de sono insatisfatório (74,7%). Felizmente, apenas 1,3% dos acadêmicos faz uso de substâncias estimulantes, como a Ritalina®, sem prescrição médica. Conclusões: Conclui-se que o curso de Medicina, que possui uma carga horária extensa, exige que os alunos sejam orientados a organizar melhor seu tempo e praticarem estratégias que diminuam o estresse, melhorando sua satisfação individual e desempenho.


Keywords


Desempenho acadêmico, Aprendizagem, Estudantes de Medicina, Saúde do Estudante.

References


Fiorotti KP, Rossoni RR, Miranda AE. Perfil do estudante de medicina na Universidade Federal do Espírito Santo. Rev Bras Educ Méd. 2007;34(3):355-62.

Fiedler, PT. Avaliação da qualidade de vida do estudante e Medicina e da influência exercida pela formação acadêmica [Tese de Doutorado]. São Paulo: Universidade de São Paulo; 2008. 308 p.

Oliveira CT, Wiles JM, Fiorin PC, Dias ACG. Percepções de estudantes universitários sobre a relação professor-aluno. Rev Quadri Assoc Bras de Psicol Esc e Educac. 2014;18(2):239-46.

Castro JX, Miranda G, Leal E. Estratégias de aprendizagem dos estudantes motivados. Advances in Scientific and Applied Accounting. 2016;9(1):80-97.

Bellodi P, Cardilho G, Lima-Gonçalves E. Perfil do aluno FMUSP: Vida pessoal. Rev Bras Educ Méd. 2002;26(supl 2):50.

Colares, MDFA. Reflexões e vivências dos estudantes de medicina do ciclo básico através do Sociodrama Educacional [Tese de Doutorado]. Ribeirão Preto: Universidade de São Paulo; 2004. 269 p.

Benevides-Pereira AMT, Gonçalves MB. Transtornos emocionais e a formação em Medicina: um estudo longitudinal. Rev Bras Educ Méd. 2009;33(1):10-23.

Zonta R, Robles ACC, Grosseman S. Estratégias de enfrentamento do estresse desenvolvidas por estudantes de Medicina da Universidade Federal de Santa Catarina. Rev Bras Educ Méd. 2006;30(3):147-53.

Dini OS, Batista NA. Graduação e prática médica: expectativas e concepções de estudantes de Medicina do 1 ao 6 ano. Rev Bras Educ Méd. 2004;28(3):198-203.

Cardoso Filho FAB, Magalhães JF, Silva KML, Pereira ISSD. Perfil do Estudante de Medicina da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), 2013. Rev Bras Educ Méd. 2015;39(1):32-40.

Dos Anjos LD. Fatores que influenciam o desempenho acadêmico do estudante de graduação em enfermagem do centro universitário Módulo-Caraguatatuba-SP [Dissertação de Mestrado]. São Paulo: Universidade de Guarulhos; 2013. 86 p.

Pachane GG, Pereira EMA. A importância da formação didático-pedagógica e a construção de um novo perfil para docentes universitários. Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), Brasil. Rev Ibero-americana de Educación. 2004;35(1):01-13.

Cardoso HC, Bueno FCC, da Mata JC, Alves APR, Jochims I, Vaz Filho IHR, Hanna MM. Avaliação da qualidade do sono em estudantes de Medicina. Rev Bras Educ Méd. 2009;33(3):349-55.

Hirshkowitz M, Whiton K, Albert SM, Alessi C, Bruni O, DonCarlos L, Hazen-Swann NL, Herman J, Katz ES, Kheirandish-Gozal L, Neubauer DN, O’Donnell AE, Ohayon M, Peever J, Rawding R, Sachdeva RC, Setters B, Vitiello MV, Ware JC, Hillard PJA. National Sleep Foundation’s sleep time duration recommendations: methodology and results summary. J Sleep Health. 2015;(1):40-3.

Castilho CP, Limas LMD, Monteiro ML, Silva PHMN, Bueno H, Fari TA. A privação de sono nos alunos da área de saúde em atendimento nas Unidades Básicas de Saúde e suas consequências. Rev Med (São Paulo). 2015;94(2):113-9.

Mendes SV, Troncoso LDT, Nascimento BS, Mühlbauer M. Estudo sobre o uso de drogas estimulantes entre estudantes de medicina. Ciência Atual - Rev Cien Multidisciplinar das Faculdades São José. 2015;5(1):03-12.

Carneiro SG, Prado AST, Araujo ECJ, Moura HC, Strapasson JF, Rabelo NF, Ribeiro TT. O uso não prescrito de metilfenidato entre acadêmicos de Medicina. Cadernos UniFOA. 2013;8(1):53-9.

Diniz TCG, Ferreira MC, Pereira MMO, Silva FD. Perfil de Uso da Internet e Motivações Para Compra Online de um Grupo Universitário. Rev Bras Gest e Eng. 2017;(15):41-65.

Nascimento FP, Franco SAP. Conhecimento de mundo por meio da leitura digital: um estudo com universitários. Rev Ibero-Americana de Estudos em Educação. 2017;12(2):1511-23.

Toniote P, Miranda AG, Nascimento MS, Nascimento RA, Zimath SC. Influência das Redes Sociais no aprendizado. ECOS-Estudos Contemporâneos da Subjetividade. 2016;6(1):150-67.

Monteiro S, Vasconcelos RM, Almeida LS. Rendimento Acadêmico: Influência dos Métodos de Estudos. Actas do VIII Congresso Galaico Português de PsicoPedagogia. Braga: Universidade do Minho. 2005:3505-16.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv2n4-066

Refbacks

  • There are currently no refbacks.