Efeitos agudos da utilização de cafeína sobre o desempenho físico durante exercício aeróbio / Acute effects of use of caffeine on physical performance during aerobic exercise

Fabrício Tabelião Degrandis, Gabriela Barreto David, Cristine Lima Alberton

Abstract


Objetivo: Verificar o efeito da cafeína sobre o tempo limite (Tlim) em teste de esteira. Métodos: Oito sujeitos do sexo masculino entre 18 e 30 anos foram avaliados perante três intervenções: cafeína, placebo e controle. O Tlim foi considerado o tempo máximo de esforço na velocidade correspondente ao limiar anaeróbio determinado em esteira. Resultados: Tlim mostrou-se significativamente maior durante o protocolo com suplementação de cafeína em comparação aos protocolos placebo e controle. Conclusão: Pode-se concluir que a utilização da cafeína apresentou efeito positivo sobre o desempenho aeróbio na variável Tlim

Keywords


Treinamento aeróbio; Tempo Limite; Limiar Anaeróbio.

References


ALVES, Letícia Azen. Recursos ergogênicos nutricionais. Revista Mineira de Educação Física, v. 10, n. 1, p. 23-50, 2002.

APPLEGATE, Elizabeth et al. Effective nutritional ergogenic aids.International Journal of Sport Nutrition, v. 9, p. 229-239, 1999.

ASTORINO, Todd A. et al. Effect of caffeine intake on pain perception during high-intensity exercise. International Journal of Sport Nutrition and Exercise Metabolism, v. 21, n. 1, p. 27-32, 2011.

AZAMBUJA, CatiReckelberg; DOS SANTOS, Daniela Lopes. Consumo de recursos ergogênicos farmacológicos por praticantes de musculação das academias de Santa Maria, RS. Revista Brasileira de Fisiologia do Exercício, v. 5, n. 1, p. 27-33, 2006.

AZEVEDO, Rafael Cordeiro et al. Efeitos ergogênicos da cafeína no teste de 3200 metros. 2004.

ALTIMARI, Leandro Ricardo et al. Caffeine and performance in anaerobic exercise. Revista Brasileira de Ciências Farmacêuticas, v. 42, n. 1, p. 17-27, 2006.

BERGLUND, B.; HEMMINGSSON, P. Effects of caffeine ingestion on exercise performance at low and high altitudes in cross-country skiers. International Journal of Sports Medicine, v. 3, n. 04, p. 234-236, 1982.

BOMPA, Tudor O. Entrenamiento para jóvenesdeportistas. Editorial Hispano Europea, 2005.

BOMPA, Tudor O. Treinamento total para jovens campeões. Manole, 2002.

BORG, G. Escala de Borg para a dor eo esforço percebido. Tradução: Fernando Gomes Nascimento, Copyright HumanKinetics. 2000.

BRAGA, Luciana Carvalhal; ALVES, Mariana Pace. A cafeína como recurso ergogênico nos exercícios de endurance. Revista Brasileira de Ciências e Movimento, v. 8, n. 3, 2000.

CAMPBELL, C. S. G.; SIMÕES, H. G.; DENADAI, B. S. Influence of glucose and caffeine administration on identification of maximal lactate steady state. Medicine & Science in Sports & Exercise, v. 30, n. 5, p. 327, 1998.

CLARKSON, Priscilla M. Nutritional ergogenic aids: caffeine. International Journal of Sport Nutrition, v. 3, n. 1, p. 103, 1993.

COSTILL, D. L.; DALSKY, Gl P.; FINK, W. J. Effects of caffeine ingestion on metabolism and exercise performance. Medicine and Science in Sports, v. 10, n. 3, p. 155-158, 1977.

De MORAES MENDES, Paulo Henrique et al. Influência da cafeína no desempenho da corrida de 5000 metros. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva, v. 7, n. 41, 2013

DENADAI, Benedito Sérgio. Limiar anaeróbio: considerações fisiológicas e metodológicas. Revista Brasileira de Atividade Física & Saúde, v. 1, n. 2, p. 74-88, 1995.

DENADAI, Benedito Sérgio; GRECO, Camila Coelho; DONEGA, Marta R. Comparação entre a velocidade de limiar anaeróbio e a velocidade crítica em nadadores com idade de 10 a 15 anos. Revista Paulista de Educação Física, v. 11, n. 2, p. 128-33, 1997.

DUTHEL, J. M. et al. Caffeine and sport: role of physical exercise upon elimination. Medicine and Science in Sports and Exercise, v. 23, n. 8, p. 980-985, 1991.

FONSECA, Andréa Pessa de Carvalho et al. Efeito agudo da suplementação de cafeína sobre o desempenho físico durante teste incremental de esforço. Revista Brasileira de Ciências e Movimento, v. 22, n. 1, p. 51-57, 2014.

GOBEL, Fredarick L. et al. The rate-pressure product as an index of myocardial oxygen consumption during exercise in patients with angina pectoris. Circulation, v. 57, n. 3, p. 549-556, 1978.

GOLDSTEIN, Erica R. et al. International society of sports nutrition position stand: caffeine and performance. Journal of International Society Sports Nutrition, v. 7, n. 1, p. 5, 2010.

GOMES, A. C.; DESPORTIVO, Treinamento. estrutura e periodização.Porto Alegre: Artmed, 2002.

GRAHAM, T. E.; HIBBERT, E.; SATHASIVAM, P. Metabolic and exercise endurance effects of coffee and caffeine ingestion. Journal of Applied Physiology, v. 85, n. 3, p. 883-889, 1998.

GRAHAM, T. E.; SPRIET, L. L. Performance and metabolic responses to a high caffeine dose during prolonged exercise. Journal of Applied Physiology, v. 71, n. 6, p. 2292-2298, 1991.

GRAHAM, T. E.; SPRIET, L. L. Metabolic, catecholamine, and exercise performance responses to various doses of caffeine. Journal of Applied Physiology, v. 78, n. 3, p. 867-874, 1995.

JACKSON, Andrew S.; POLLOCK, Michael L. Generalized equations for predicting body density of men. British Journal of Nutrition, v. 40, n. 3, p. 497-504, 1978.

LEITE, Paulo Fernando. Fisiologia do exercício: ergometria e condicionamento físico: cardiologia esportiva. In: Fisiologia do exercício: ergometria e condicionamento físico: cardiologia esportiva. Robe, 2000.

MARQUEZI, Marcelo Luis. Bases metabólicas do conceito limiar anaeróbio. Revista Mackenzie de Educação Física e Esporte, v. 5, n. 2, 2009.

MARTINS, Fabíola Conceição. Efeito da cafeína sobre o desempenho em testes de avaliação da potência anaeróbia em cicloergômetros: uma revisão sistemática.

McGUIGAN, M. R.; FOSTER, C. A New Approach to Monitoring Resistance Training. Strength and Conditioning Journal, v. 26, n. 6, p. 42–47, 2004.

QUEIROGA, Marcos Roberto. Testes e medidas para avaliação da aptidão física relacionada à saúde em adultos. Guanabara Koogan, 2005.

RIBEIRO, Leonardo Gonçalves et al. Determinantes do tempo limite na velocidade correspondente a VO2. Revista Brasileira de Cineantropometria e Desempenho Humano, v. 10, n. 1, p. 69-75, 2008.

SINCLAIR, C. J. D.; GEIGER, J. D. Caffeine use in sports: a pharmacological review. Journal of Sports Medicine and Physical Fitness, v. 40, n. 1, p. 71, 2000.

SPRIET, L. L. et al. Caffeine ingestion and muscle metabolism during prolonged exercise in humans. American Journal of Physiology-Endocrinology and Metabolism, v. 262, n. 6, p. E891-E898, 1992.

THEIN, Lori A.; THEIN, Jill M.; LANDRY, Gregory L. Ergogenic aids.Physical Therapy, v. 75, n. 5, p. 426-439, 1995.

VAZ, Lucyana Galindo Arcoverde; DE SANTO ANTÃO, Vitória. Efeito do consumo agudo de cafeína na capacidade anaeróbia quantificada pelos principais métodos de estimativa.

VAN THUYNE, Wim; VAN EENOO, Peter; DELBEKE, F. T. Nutritional supplements: prevalence of use and contamination with doping agents.Nutrition Research Reviews, v. 19, n. 01, p. 147-158, 2006.

WILES, J. D. et al. Effect of caffeinated coffee on running speed, respiratory factors, blood lactate and perceived exertion during 1500-m treadmill running.British Journal of Sports Medicine, v. 26, n. 2, p. 116-120, 1992.

WILMORE, Jack H.; COSTILL, David L. Physical energy: Fuel metabolism.Nutrition Reviews, v. 59, n. 1, p. S13-S16, 2001.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv2n4-045

Refbacks

  • There are currently no refbacks.