Relação entre escolhas alimentares e o desenvolvimento de câncer gástrico: uma revisão sistemática / Relationship between food choices and the development of gastric cancer: a systematic review

Ohana Peres Lee, Fabiana Copês Cesario

Abstract


O câncer gástrico é uma patologia de origem multifatorial, que caracteriza-se pela multiplicação desordenada das células que constituem a parede gástrica. São considerados importantes fatores de risco,o alcoolismo, o sedentarismo e a infecção por Helicobacter pylori. No entanto, diversos estudos apontam o consumo alimentar habitual como fator significante no surgimento do câncer de estômago. Neste contexto, este trabalho teve por objetivo realizar uma revisão sistemática da literatura, investigando os achados sobre o presente tema. A identificação dos artigos foi realizada através das bases de dados científicos PubMed e Scielo, para as estratégias de buscas, foram utilizados os seguintes termos e palavras-chave: "stomach neoplasms", "stomach", "neoplasms", "gastric", "neoplasm gastric", "food". Além disso, foram utilizados os operadores lógicos OR e AND para realizar a combinação dos termos empregados na busca das publicações. Através da estratégia de buscas, foram identificadas, inicialmente, um total de 2249 publicações nas bases de dados, e, após a remoção dos duplicados (n=3), 2246 artigos foram selecionados por título e resumo. Após a aplicação dos critérios de exclusão e leitura dos títulos e resumos, 37 artigos foram selecionados para a leitura do texto completo. Destes, 6 artigos foram selecionados para a revisão sistemática Perante os resultados obtidos, os achados evidenciam que os hábitos alimentares errôneos, como o consumo excessivo de alimentos ultra processados, bem como, o modo de preparo destes alimentos, vem sendo apontados com uma relação positiva para o desenvolvimento de câncer gástrico. No entanto, destaca-se também que uma alimentação variada e equilibrada nutricional mente, com alto consumo de frutas, legumes e verduras e com prevalência de alimentos in natura, apresenta-se como um fator de proteção contra tal neoplasia.

 


Keywords


alimentos, neoplasias, estômago.

References


Carneiro MRG, Pinto LFR, Paumgartten FJR. Fatores de riscoambientais para o câncergástrico: a visão do toxilogista. Cad SaúdePúbl 1997; 13(Supl):27-38.

CARVALHO JB, SALGADO NA, SILVA ACM, RAMOS EMLS, DEMACHKI S, ARAÚJO MS. Fatores de riscosocioambientais e nutricionaisenvolvidosnacarcinogênesegástrica. Rev. para. Med.; 2011, 25(2/3) abr.-set.

Charnley G, Tannenbaum SR (1985). Flow cytometric analysis of the effect of sodium chloride on gastric cancer risk in the rat. Cancer Res, 45, 5608-16.

De Stefani E, Deneo-Pellegrini H, Ronco A, et al (2003). Food groups and risk of squamous cell carcinoma of the oesophagus: a case–control study in Uruguay. Br J Cancer, 89, 1209-14.

Epplein M, Shu XO, Xiang YB, et al. Fruit and vegetable consumption and risk of distal gastriccancer in the Shanghai Women’s and Men’s Health studies. Am J Epidemiol 2010;172:397– 406.

Estimativa 2018: incidência de câncer no Brasil / Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva. Coordenação de Prevenção e Vigilância. – Rio de Janeiro: INCA, 2017.

Fox JG, Dangler CA, Taylor NS, et al (1999). High-salt diet induces gastric epithelial hyperplasia and parietal cell loss, and enhances Helicobacter pylori colonization in C57BL/6 mice. Cancer Res, 59, 4823-8.

Garófolo A, Avesami CM, Camargo KG, et al. Dieta e Câncer: Um EnfoqueEpidemiológico. Rev. Nutr. Campinas. 2004; 17 (4): 491-505.

Goldman R, Shields PG (2003). Food mutagens. J Nutr, 133, 965-73.

Hipólito KPP, Ribeiro KARA. Importância da NutriçãonaPrevenção e no Tratamento de Neoplasias. Interciência&Sociedade. 2014; 3 (2): 51-59

HOANG, Bach Viet et al. Effect of dietary vitamin C on gastric cancer risk in the Korean population. World journal of gastroenterology, v. 22, n. 27, p. 6257, 2016.

Humans IWGotEoCRt, Cancer IAfRo (1993). Some naturally occurring substances: food items and constituents, heterocyclic aromatic amines and mycotoxins.

Instituto Nacional do Câncer. Formação do Câncer. 2014. Disponívelem: http://www.inca.gov.br/2014.

Kim D-S, Lee M-S, Kim Y-S, et al. Effect modification by vitamin C on the relation between gastric cancer and Helicobacter pylori. Eur J Epidemiol 2005;20:67–71.

KIM, Ji et al. Dietary Carotenoids Intake and the Risk of Gastric Cancer: A Case—Control Study in Korea. Nutrients, v. 10, n. 8, p. 1031, 2018.

Kim, M.J.; Kim, H. Anticancer effect of lycopene in gastric carcinogenesis. J. Cancer Prev. 2015, 20, 92–96.

LIN, Si-Hao et al. Salt processed food and gastric cancer in a Chinese population. Asian Pac J Cancer Prev, v. 15, n. 13, p. 5293-5298, 2014.

Liu RH. Potential synergy of phytochemicals in câncer prevention: mechanism of action. J Nutr 2004; 134:34795-34855.

MELO MM, NUNES LC, LEITE ICG. Relationship between Dietary Factors and Anthropometric and Gastrointestinal Tract Neoplasms: Investigations Done in Brazil. RevistaBrasileira de Cancerologia. 2012. 58(1): 85-95.

Ministério da Saúde. Diretrizesmetodológicas: elaboração de revisãosistemática e metanálise de ensaiosclínicosrandomizados. 1. ed. Brasil (Brasília): 2012. 92 p.

Mirvish SS. Effects of vitamins C and E on N-nitroso compound formation, carcinogenesis, and cancer. Cancer 1986; 58: 1842-1850.

Navarro Silvera SA, Mayne ST, Risch H, et al (2008). Food group intake and risk of subtypes of esophageal and gastric cancer. Intern J Cancer, 123, 852-60.

OLIVEIRA, Victor Alves de; OLIVEIRA, Thayse Wilma Nogueira de; ALENCAR, Marcus Vinicius Oliveira Barros de; PERON, Ana Paula; SOUSA, João Marcelo de Castro e. Relação entre consumoalimentar da populaçãonordestina e o alto índice de câncergástriconestaregião. RevInterRevistaIntertox de Toxicologia, RiscoAmbiental e Sociedade, v. 7, n. 3, p. 06-24, out. 2014.

Pourfarzi F, Whelan A, Kaldor J, et al (2009). The role of dietand other environmental factors in the causation of gastric cancer in Iran--a population based study. Int J Cancer, 125, 1953-60.

SOMI, Mohammad Hossein et al. Is there any relationship between food habits in the last two decades and gastric cancer in North-Western Iran. Asian Pac J Cancer Prev, v. 16, n. 1, p. 283-90, 2015.

Steinmetz KA, Potter JD. Vegetables, fruit, and cancer. II. Mechanisms. Cancer Causes Control 1991; 2: 427-442.

Takahashi M, Hasegawa R (1986). Enhancing effects of dietary salt on both initiation and promotion stages of rat gastric carcinogenesis. In, Diet, Nutrition and Cancer, Japan Science Society Press, Utrecht, 169-82.

WANG, Tianyi et al. Fruit and vegetable consumption, Helicobacter pylori antibodies, and gastric cancer risk: A pooled analysis of prospective studies in China, Japan, and Korea. International journal of cancer, v. 140, n. 3, p. 591-599, 2017.

WOO,Hae et al. Dietary flavonoids and gastric cancer risk in a Korean population. Nutrients, v. 6, n. 11, p. 4961-4973, 2014.

BRASIL. Ministério da Saúde. Guia Alimentar para a População Brasileira. Brasília: Ministério da Saúde, 2014.

EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA - EMBRAPA. Gado de Leite - Importância Econômica. Disponível em: Acesso em março de 2019.

ZOCCAL, Rosangela; RENTERO, Nelson. Ações e Tendências na Indústria de Laticínios. Embrapa Gado de Leite - Anuário Leite, 2018.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv2n4-036

Refbacks

  • There are currently no refbacks.