Análise do equilíbrio e controle postural em deficientes visuais adquiridos / Analysis of balance and postural control in visual disabilities acquired

Rosália Amazonas Aragão De Nadai, Giovanna Barros Gonçalves

Abstract


Objetivo: Analisar o equilíbrio em indivíduos adultos com cegueira total adquirida, comparados à indivíduos adultos sem problemas visuais, a fim de averiguar se existe interferências da cegueira no controle postural, bem como o medo de cair nos grupos de participantes. Métodos: Foram avaliados indivíduos com deficiência visual adquirida (cegos) e sem nenhum problema visual (videntes), de ambos os sexos, com idade inferior a 60 anos. Os indivíduos foram divididos em dois grupos para o estudo, os com deficiências visuais adquiridas como grupo experimental (GE) e os indivíduos sem problemas visuais considerados como grupo controle (GC), ambos os grupos foram submetidos às mesmas avaliações. Primeiramente foi aplicado um questionário (adaptado) sobre a ocorrência de quedas no último ano para avaliar a prevalência e as caraterísticas das quedas. Em seguida foi utilizada a escala FES-I para avaliar o medo de cair dos participantes e por último a Escala de Equilíbrio de Berg (EEB) para avaliação do equilíbrio estático e dinâmico dos participantes. Resultados: Fizeram parte da pesquisa 20 indivíduos, 10 com deficiência visual adquirida (GE) e 10 sem nenhum problema visual (GC), sendo 14 do sexo masculino e 6 do sexo feminino, com média de idade de 40,65 anos (± 8,6). No questionário de quedas, 3 indivíduos do GE relataram quedas no último ano, enquanto que no GC um indivíduo relatou queda no último ano. Na Escala de Equilíbrio de Berg a pontuação média do GE foi de 51,3 (± 3,1) e do GC de 55,9 (± 0,32), enquanto que na FES-I a média do grupo com deficiência visual adquirida foi 26 (± 10,6) e no grupo de videntes sem nenhum problema visual foi 19,6 (± 1,35). Conclusão:Os dados obtidos através da escala FES-I revelam que os deficientes visuais totais adquiridos deste estudo possuem maior preocupação em cair quando comparados ao grupo de controle de pessoas sem problemas visuais. Em relação a Escala de Equilíbrio de Berg (EEB) o resultado obtido revelou que indivíduos adultos cegos adquiridos possuem bom controle postural, porém apresentam 8,2% a mais de chance de cair quando comparados à indivíduos adultos sem problemas de visão. Conclui-se, portanto, baseado nesses resultados, que existe nos deficientes visuais adquiridos um mecanismo compensatório para manter o controle postural e o equilíbrio.


Keywords


Equilíbrio, controle postural, deficientes visuais.

References


CORAZZA, Sara Teresinha; LAUX, Rafael Cunha; FOESCH, Miriam Léa Strauss; SANTOS, Daniela Lopes dos; MACHADO, RafaellaRighes; MACEDO, Thuane Lopes; PIOVESAM, Ana Carla; MEZZOMO, Stela Paula. Benefícios do Treinamento Funcional para o equilíbrio e propriocepção de deficientes visuais. Revista Brasileira de Medicina do Esporte. v.22, n.6, pp. 471-475, Nov-Dez/2016. ISSN 1517-8692.

GALVÃO, Mariana Hazin; SANTOS, Lucas Ithamar Silva; BARCELAR, Jacqueline de Melo; MARINHO, Patrícia Erika de Melo. Avaliação da capacidade da Escala Internacional de Eficácia de Quedas em discriminar risco de quedas em pacientes com doença renal crônica submetidos à hemodiálise. Revista Fisioterapia e Pesquisa. v.20, n.2, pp.151-157, 2013. ISSN 2316-9117.

GOLÇALVES, Lazaro de Oliveira; SILVA, Tales Renan Ramiro da. Diferenças físicas, funcionais e na qualidade de vida de deficientes visuais congênitos e adquiridos. Trabalho de Conclusão do Curso de Fisioterapia da Universidade Federal de Juiz de Fora. Juiz de fora, 2017.

IBGE, 2010. Disponível em https://www.fundacaodorina.org.br/a-fundacao/deficiencia-visual/estatisticas-da-deficiencia-visual/ Acesso em: 23 de maio de 2018.

KLEINER, Ana Francisca Rozin; SCHLITTLER, Diana Xavier De Camargo; SÁNCHEZ-ARIAS, Maria Del Rosário. O papel dos sistemas visual, vestibular, somatossensorial e auditivo para o controle postural. Revista Neurociências. v.19, n.2, pp.349-357, 2011. ISSN 1984-4905.

MIYAMOTO, S.T; LOMBARDI, I. Junior; BERG, K.O; RAMOS, L.R; NATOUR, J.Brazilianversionofthe Berg balance scale. Brazilian Journal of Medical and Biological Research. v.37, n.9, pp.1411-1421, SET/2004.ISSN 0100-879X.

OLIVEIRA, Dayane Nunes de; BARRETO, Renata Rezende. Avaliação do equilíbrio estático em deficientes visuais adquiridos. Revista Neurociências. v.13, n.3, pp.122-127, JUL-SET/2005. ISSN 1984-4905.

OMS, 2011. Disponível em http://www.brasil.gov.br/editoria/saude/2012/10/dia-mundial-da-visao-alerta-para-a-prevencao-da-cegueira-no-pais Acesso em: 23 de maio de 2018.

REZENDE, Débora Aparecida Paccola de; PEREIRA, Wendry Maria Paixão; SCHMITT, Ana Carolina Basso; PEREIRA, Elaine Cristina Alves; ALDRIGHI, José

Mendes. Prevalência de quedas em mulheres após menopausa.Revista Brasileira de Crescimento e Desenvolvimento Humano. São Paulo, v.21, n.1, pp.146-155, 2011. ISSN 0104-1282.

SOARES, Antônio Vinicius. A contribuição visual para o controle postural. Revista Neurociências. v.18, n.3, pp.370-379, 2010. ISSN 1984-4905.

SOARES, Antônio Vinicius; OLIVEIRA, Cláudia Silva Remor de; KNABBEN, Rodrigo José; DOMENECH, Susana Cristina; JUNIOR, Noe Gomes Borges. Análise do controle postural em deficientes visuais. Einstein. São Paulo. v.9, n.4, pp.470-476. Out-Dez/2011. ISSN 2317-6385.

GOLÇALVES, Lazaro de Oliveira; SILVA, Tales Renan Ramiro da. Diferenças físicas, funcionais e na qualidade de vida de deficientes visuais congênitos e adquiridos. Trabalho de Conclusão do Curso de Fisioterapia da Universidade Federal de Juiz de Fora. Juiz de fora, 2017.

TAVARES, Graziela Morgana Silva. Equilíbrio e Postura em Deficientes Visuais. Trabalho de Conclusão de Pós-Graduação em Ciências do Movimento Humano da Universidade do Estado de Santa Catarina. Florianópolis, 2010.


Refbacks

  • There are currently no refbacks.