Incidência de sífilis e HIV em gestantes privadas de liberdade no Rio de Janeiro / Incidence of syphilis and HIV in pregnant women deprived of liberty in Rio de Janeiro

Abilene do Nascimento Gouvêa, Rosana dos Santos Corrêa, Brunna Oliveira de Meneses Freire Santos

Abstract


Objetivo: Avaliar a frequência da soropositividade para sífilis e para o HIV em gestantes de uma unidade prisional do Rio de Janeiro. Metodologia: Trata-se de um estudo de coorte não concorrente com abordagem quantitativa. O mesmo abordou a incidência de Sífilis e HIV, assim como, a coinfecção em gestantes privadas de liberdade em uma unidade prisional no estado do Rio de Janeiro. Resultados: Todas as 18 gestantes deste estudo haviam realizado o teste para rastreamento de Sífilis (VDRL) e HIV. Contudo, somente 09 (50%) possuíam resultado do exame para sífilis e 10 (55,55%) o resultado do exame para HIV. Conclusões: Para intervir de forma eficaz no controle da sífilis congênita e da transmissão vertical do vírus HIV no sistema prisional, serão necessárias condutas para evitar perdas de oportunidades de prevenção e tratamento precoce dessas infecções.


Keywords


HIV; Sífilis; Gestante.

References


BRASÍLIA; Ministério da Justiça e Segurança Pública. Departamento Penitenciário Nacional. Levantamento nacional de informações penitenciárias:INFOPEN; Atualização – Junho de 2016 [periódico on line] 2017, 65 p. Disponível em: http://depen.gov.br/DEPEN/noticias-1/noticias/infopen-levantamento-nacional-de-informacoes-penitenciarias-2016/relatorio_2016_22111.pdf.

Corrêa MSM, Feliciano KVO, Pedrosa EN, Souza AI. Acolhimento no cuidado à saúde da mulher no puerpério. Ciênc. Saúde Coletiva [periódico on line]. 2017. Disponível em: https://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X2017000305011.

Silva EP, Lima RT, Osorio MM. Impacto de estratégias educacionais no pré-natal de baixo risco: revisão sistemática de ensaios clínicos randomizados. Ciênc. Saúde Coletiva [periódico on line]. 2016, 2935-2948 p. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S141381232016000902935&script=sci_abstract&tlng=pt.

BRASIL. Lei n. 9.263, de 12 de Janeiro de 1996. Regula o § 7º do art. 226 da Constituição Federal, que trata do planejamento familiar, estabelece penalidades e dá outras providências. Brasília, DF, 1996.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Ações Programáticas Estratégicas. Gestação de alto risco: manual técnico / Ministério da Saúde, Secretaria de Atenção à Saúde, Departamento de Ações Programáticas Estratégicas. – 5. ed. – Brasília : Editora do Ministério da Saúde, 2010. 302 p. Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/gestacao_alto_risco.pdf.

Damasceno AB, Monteiro DLM, Rodrigues LB, Barmpas DBS, Cerqueira LRP, Trajano AJB. Sífilis na gravidez. Revista Hospital Universitário Pedro Ernesto. [periódico on line]. 2014;13(3):89-95. Disponível em: http://revista.hupe.uerj.br/detalhe_artigo.asp?id=500.

BRASIL, Ministério da Saúde. Coordenação de Informações Estratégicas - CIE. Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais. Boletim Epidemiológico - Aids e DST, 2013. Brasília, 2013. Disponível em: http://www.aids.gov.br/publicacao/2013/boletim-epidemiologico-aids-edst-2013.

Silva MBB. Emergência de uma política, extinção de uma coordenação: sobre a gestão da saúde penitenciária no Brasil. Ciênc. E Saúde Coletiva. [periódico on line] 2016, 2021-2030, p. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/csc/v21n7/1413-8123-csc-21-07-2021.pdf

Dourado I, MacCarthy S, Reddy M, Calazans G, Gruskin S. Revisitando o uso de preservativo no Brasil. Rev Bras Epidemiol [periódico on line] 2015, 63-88, p. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rbepid/v18s1/pt_1415-790X-rbepid-18-s1-00063.pdf.

Neto AB, Araújo AC, Doher MP, Haddad MA. Revisão sobre a eficácia do preservativo em relação à proteção contra doenças sexualmente transmissíveis e gestação. Diagn Tratamento [periódico on line] 2009; 14(3):123-5. Disponível em: http://files.bvs.br/upload/S/1413-9979/2009/v14n3/a011.pdf.

Oliveira EC, Barbosa SM, Melo SEP. A importância do acompanhamento pré-natal realizado por enfermeiros. Revista Científica FacMais [periódico on line] 2016. Disponível em: http://revistacientifica.facmais.com.br/wp-content/uploads/2017/01/Artigo-02-A-import%C3%A2ncia-do-acompanhamento-pr%C3%A9-natal-realizado-por-enfermeiros.pdf.

Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais. PROTOCOLO CLÍNICO E DIRETRIZES TERAPÊUTICAS PARA PREVENÇÃO DA TRANSMISSÃO VERTICAL DE HIV, SÍFILIS E HEPATITES VIRAIS. 1ª edição – 2015. Disponível em:www.saude.gov.br.

Brasil. Ministry of Health. Health Secretariat of Surveillance. Health National Program of STD and AIDS. [Recommendations for the Prophylaxis of Vertical Transmission of HIV and Antiretroviral Therapy in Pregnant Women: pocket handbook]. Brasília (DF): Ministry of Health]; 2010. Portuguese.

Brasil. Ministério da Saúde. Departamento de Atenção Básica. Rede Cegonha. Disponível em: http://dab.saude.gov.br/portaldab/ape_redecegonha.php.

Fulchignoni S, Nascimento MJP. Promovendo a saúde através da educação das mães de um alojamento conjunto. Ver Sociedade Brasileira de Enfermagem Pediátrica, v. 4, n. 1, p. 27-34,2004.

Brasil. Ministério da Saúde. Biblioteca Virtual em Saúde. A importância do pré-natal. Biblioteca Virtual em Saúde. 2016. Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/dicas-em-saude/2198-importancia-do-pre-natal.

Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde Programa Nacional de DST e Aids. Programa Nacional de DST e Aids. Protocolo para a prevenção de transmissão vertical de HIV e sífilis: manual de bolso - 2007. Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/protocolo_prevencao_transmissao_verticalhivsifilis_manualbolso.pdf.


Refbacks

  • There are currently no refbacks.