Fatores de risco para quedas em idosos no domicilio: um olhar para a prevenção / Risk factors for falls in elderly homes: a look at prevention

Stephany Layla Felix de Oliveira, Thais de Jesus Francisco, Hugo Marques Santos, Aparecida Nascimento Cesar, Patrícia Rodrigues de Lima

Abstract


As quedas estão entre os principais eventos adversos a serem prevenidos, visto que entre os pacientes idosos hospitalizados ou em cuidados domiciliares, as quedas estão entre as causas mais comuns de injúrias. Definimos como objetivo geral: Conhecer os fatores de risco para quedas de idosos no domicílio e como objetivo específico: Identificar ações que podem ser realizadas pelo enfermeiro na Atenção à Saúde Domiciliar para prevenir quedas de idosos. Como metodologia utilizamos a pesquisa integrativa, de natureza descritiva com abordagem qualitativa. Percebemos que a queda tem predomínio no sexo masculino, e foram mais frequentes nos maiores de 80 anos (p = 0,04). A hipertensão arterial e diabetes foram as principais morbidades apresentadas nos idosos com risco de queda. O déficit visual (p<0,001) e depressão (p<0,001) tem associação significativa com a probabilidade de cair. Em relação ao uso de medicamentos, a maior frequência de quedas ocorreu em idosos que fazem uso de quatro ou mais medicações caracterizando a polifarmácia.  Tapetes soltos, piso escorregadio, objetos no chão, a ausência de barras de apoio, interruptor distante da porta do banheiro, são considerados fatores de risco extrínsecos para quedas em domicílio. Todos estes fatores têm associação estatisticamente significativas para quedas (p<0,05). Foram abordadas ações disponíveis ao alcance do profissional da enfermagem para minimizar os riscos de quedas dos idosos em domicilio como: melhorar a organização do ambiente domiciliar. Incentivar também a capacitação e educação continuada dos profissionais de saúde, para que os que atuam na visita domiciliar. Concluiu-se que através da presente pesquisa integrativa, foi possível trazer tais fatores de risco e ações advindas de alguns estudos com desenhos metodológicos robustos com boas evidências como ensaios clínicos randomizados e metanálises. Assim as recomendações geradas nesta pesquisa podem servir de base para a criação de protocolos, respeitando as realidades dos cenários de prática.

 


Keywords


Acidentes por Quedas; Enfermagem; Idoso; Prevenção; Domicílio.

References


BARROS, I.F. O, PEREIRA, M.B., WEILLER, T.H., & ANVERSA, E.T.R. Internações hospitalares por quedas em idosos brasileiros e os custos correspondentes no âmbito do Sistema Único de Saúde. Revista Kairós Gerontologia, v. 18, nº4, pp. 63-80. São Paulo (SP), 2015. Disponível em: Acesso em: 11 set. 2017.

BIZERRA, C.D.A et al.; Falls In Eldery: Identification of Extrinsic Risk Factors At Home; Journal Research Fundamental Care Online, vol. 6 n. 1, Mar 2014; Disponível em: Acesso em: 28 out. 2017.

BRASIL. Agência Nacional de Vigilância Sanitária. (ANVISA). Assistência Segura: Uma Reflexão Teórica Aplicada à Prática. 2017 (a). 2ª edição. Disponível em:

. Acesso em: 04 set. 2017.

¬¬______. Agência Nacional de Vigilância Sanitária. (ANVISA). Pacientes pela segurança do paciente em serviços de saúde: Como posso contribuir para aumentar a segurança do paciente? Orientações aos pacientes, familiares e acompanhantes/ Agência Nacional de Vigilância Sanitária 2017 (b). Brasília: Anvisa. Disponível em: . Acesso em: 08 set. 2017.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Hospitalar e de Urgência. Segurança do paciente no domicílio / Ministério da Saúde, Secretaria de Atenção à Saúde, Departamento de Atenção Hospitalar e de Urgência. – Brasília: Ministério da Saúde, 2016 (a). Disponível em: . Acesso em: 14 set. 2017.

______. Ministério da Saúde. Gabinete do Ministro. Portaria n° 529, de 1° de abril de 2013. Programa Nacional de Segurança do Paciente (PNSP). Diário Oficial da União, Brasília, DF, 2013 (c). Disponível em: Acesso em: 04 set. 2017.

BUKSMAN S. et al. Quedas em Idosos: Prevenção. Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia. Projeto Diretrizes, 2008. Disponível em: Acesso em: 14 de set. 2017.

CHIANCA, T.C.M. et al. Prevalência de quedas em idosos cadastrados em um Centro de Saúde de Belo Horizonte-MG; Rev. Bras. Enferm., 66(2): 234-240, mar.-abr.2013; Disponível:. Acesso em: 28 out. 2018.

CLEMSON, L. et al.; Implementing person-environment approaches to prevent falls: a qualitative inquiry in applying the Westmead approach to occupational therapy home visits; Australian Occupational Therapy Journal, vol. 61, issue 5, Out 2014; Disponível em: https://onlinelibrary.wiley.com/doi/abs/10.1111/1440-1630.12132 > Acesso em: 28 out. 2017

CRUZ D.T. et al. Prevalência de quedas e fatores associados em idosos; Rev. Saúde Pública 2012; 46(1): 138-46. Disponível em: . Acesso em: 28 out. 2017.

CUNHA, P. PINHEIRO, L.C. O papel do exercício físico na prevenção das quedas nos idosos: uma revisão baseada na evidência. Rev. Port. Med. Geral Fam., Lisboa, v.32, n. 2, p. 96-100, abr. 2016. Disponível em: . Acesso em: 28 out. 2017.

CURRIN, M.L; COMANS, T.A; HEATHCOTE, K; HAINES, T.P. Staying Safe at Home. Home environmental audit recommendations and uptake in an older population at high risk of falling. Australasian Journal on Ageing, Vol. 31 No 2 June 2012, 90–95. Disponível em: Acesso em: 28 out. 2017.

DORRESTEIJN, T.A.C et al. Feasibility of a nurse-led in-home cognitive behavioral program to manage concerns about falls in frail older people: a process evaluation; The Netherlands Organization for Health Research and Development, vol. 36, issue 3, Jun 2013; Disponível em: https://onlinelibrary.wiley.com/doi/full/10.1002/nur.21534 > Acesso em: 28 out. 2017.

FAIRHALL, N. et al. Effect of a multifactorial, interdisciplinary intervention on risk factors for falls and fall rate in frail older people: a randomized controlled trial. Age and Ageing 2014; 43: 616–622 Disponível em: < https://academic.oup.com/ageing/article/43/5/616/46631>. Acesso em: 28 out. 2017.

FLEMMING, P.J., RAMSAY, K.; Falls risk assessment begins with hello: lessons learned from the use of one home health agency's fall risk tool; Home Healthcare Nurse, vol. 30, issue 9, Out 2012; Disponível em: https://journals.lww.com/homehealthcarenurseonline/Fulltext/2012/10000/Falls_Risk_Assessment_Begins_With_Hello__Lessons.4.aspx > Acesso em: 28 out. 2017.

GAWRYSZEWSKI, V.P. A importância das quedas no mesmo nível entre idosos no estado de São Paulo. Rev. Assoc. Med. Bras. 2010; v.56 nº2: p.162-7. Disponível em: . Acesso em: 11 set. 2017.

GIL, A.C. Como elaborar projetos de pesquisas. Ed. Atlas, p.17-176, São Paulo, 2002. Disponível em: Acesso em: 18 de out. 2017.

GOMES, et al. Fatores associados ao risco de quedas em idosos institucionalizados: uma revisão integrativa. Ciênc. Saúde Coletiva. Rio de Janeiro, v. 19, n. 8, p. 3543-3551, Ago. 2014. Disponível em: Acesso em: 31 ago. 2017.

GRDEN, C.R.B. et al. Caracterização de idosos vítimas de acidentes por causas externas. Cogitare Enfermagem; 2014. Acesso em 28 out. 2017.

GUO, J-L. et al. Interventions to reduce the number of falls among older adults with/without cognitive impairment: an exploratory meta-analysis. Int J Geriatr Psychiatry Int J Geriatr Psychiatry 2014; 29: 661–669. Disponível em: Acesso em: 28 out. 2017.

Instituto para Práticas Seguras no Uso de Medicamentos; Boletim: Medicamentos Associados à Ocorrência de quedas, Fev 2017; Disponível em:. Acesso em 14 Mar 2018.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICAS (IBGE) Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios - PNAD - 1999/2009 (a). Disponível em: Acesso em: 11 set. 2017.

JAMES, M.B; KIMMONS, N.J; SCHASBERGER, B.; LEFKOWITZ, A. Validating a Multifactorial Falls Risk Assessment. Home Healthcare Nurse. January 2014 - Volume 32 - Issue 1-p14–22. Disponivel em: Acesso em: 28 out. 2017.

LUCK, T. et al. Effectiveness of preventive home visits in reducing the risk of falls in old age: a randomized controlled trial. Clinical Interventions in Aging 2013:8 697–702. Disponível em: Acesso em: 28 out. 2017

MENDES, K.D. S; SILVEIRA, R.C.C. P; GALVAO, C.M. Revisão integrativa: método de pesquisa para a incorporação de evidências na saúde e na enfermagem. Texto contexto - enferm, Florianópolis , v. 17, n. 4, p. 758-764, dez. 2008. Disponível em http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S010407072008000400018&lng=pt&nrm=iso >. Acesso em 16 out. 2017.

MURPHY K.; LOWE, S.; Improving Fall Risk Assessment in Home Care: Interdiciplinary Use of the Timed Up and Go (TUG); Home Healthcare Nurse, vol. 31, issue 7, Ago 2013; Disponível em: https://journals.lww.com/homehealthcarenurseonline/Fulltext/2013/07000/Improving_Fall_Risk_Assessment_in_Home_Care_.7.aspx > Acesso em: 28 out. 2017.

OLIVEIRA, et al. Fatores ambientais e riscos de quedas em idosos: revisão sistemática. Rev. Bras. Geriatr. Gerontol. Rio de Janeiro, v. 17, n. 3, p. 637 – 645, Set. 2014. Disponível em: < http://www.scielo.br/pdf/rbgg/v17n3/1809-9823-rbgg-17-03-00637.pdf >. Acesso em: 18 set. 2017.

PEREIRA, et al. Prevalência de quedas no domicílio de longevos e fatores extrínsecos associados. Rev. Latino-Am. Enfermagem. Ribeirão Preto, v. 25, e2900, 2017. Disponível em: < https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttex&pid=S0104-11692017000100382&lng=em&nrm-iso>. Acesso em: 28 out. 2017.

VINCENT C, ALMABERT R. Cuidado de saúde mais seguro. Estratégias para o cotidiano do Cuidado. Proqualis Publicações, 2016. Disponível em: . Acesso em: 14 set. 2017.

KUZNIER, et al. Fatores de risco para quedas descritos na taxonomia de NANDA-I para uma população de idosos. Rev. Enferm. Cent. O. Min. Minas Gerais, v. 5, n. 3, p. 1855-1870, Set/Dez 2015. Disponível em: Acesso em: 31 ago. 2017.

SHIAVENTO. Avaliação do risco de quedas em idosos na comunidade [Dissertação]. Ribeirão Preto (SP):Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo; 2008. Disponível em: . Acesso em: 28 Mai 2018.

SMITH, et al. Avaliação do risco de quedas em idosos residentes em domicílio. Rev. Latino-Am. Enfermagem. Ribeirão Preto, v. 25, e2754, 2017. Disponível em:. Acesso em: 28 out. 2017.

TINETTI, M.E .Prevention of falls and fall injuries in elderly persons: A research agenda. Preventive Medicine, 23, 1994. P.756-762. Disponível em: http://www.sciencedirect.com/sdfe/pdf/download/eid/1-s2.0S0091743584711303/first-page-pdf>. Acesso em: 11 set. 2017.

VITORINO, L.M. et al. Medo de cair em idosos residentes no domicílio: fatores associados; Rer. Esc. Enferm. USP. 2017; 51: e03215. Disponível:. Acesso: 28 out. 2017.


Refbacks

  • There are currently no refbacks.