Epidemiologia da tuberculose no estado do Pará / Epidemiology of tuberculosys in the state of Pará

Luan Filipe de Souza Pereira, Carla Rafaela Fernandes Maués, Adria Jaqueline Sampaio Carvalho, Amanda Silva Lima, Nilson Veloso Bezerra

Abstract


 

OBJETIVO:Este trabalho teve como objetivo realizar um estudo acerca da epidemiologia da tuberculose no estado do Parádos anos de 2014 a 2017 a partir de casos registrados no Sistema de Agravo de Notificação (SINAN), realizando-se análise da frequência absoluta dos casos ea taxa de incidência nos anos supracitados. MÉTODO: Foi feito um estudo epidemiológico com base em dadosobtidos através do Sistema de Agravo de Notificação (SINAN) e do site do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Definiu-se como objeto do estudo os dados obtidos no estado do Pará nos anos de 2014 a 2017.Foram comparados também dados de anos anteriores aos dos mais recentes para se verificar se houve aumento ou redução dos casos notificados de tuberculose. Para a análise de dados foram utilizados recursos de computação, por meio de processamento no sistema Microsoft Excelem ambiente Windows 7. RESULTADOS: Dentro deste período foram confirmados 10.798 casos de tuberculose em homens e 5.863 casos em mulheres, totalizando 16.661 casos de tuberculose no estado nesses 4 anos. A frequência absoluta no ano de 2014 foi de 3.984 casos, no ano de 2015 foi de 4.026 casos, no ano de 2016 foi de 4.239 casos e no ano de 2017 foi de 4.412 casos.A taxa de incidência de tuberculose no ano de 2014 foi de 52,5 casos/100.000 habitantes, no ano de 2015 foi de 53,1 casos/100.000 habitantes, no ano de 2016 foi de 55,9 casos/100.000 habitantes e no ano de 2017 foi de 58,1 casos/100.000 habitantes.CONCLUSÃO: Há uma frequência absoluta maior de tuberculose no sexo masculino, de acordo com os dados provenientes do SINAN, algo que estudos epidemiológicos anteriores sobre o assunto também apontaram. Verifica-se também que as taxas de incidência de tuberculose no estado do Pará nos anos citados neste estudo foram inferiores às citadas em estudos epidemiológicos anteriores (95,0 casos/100.000 habitantes em 2002), o que indica que a tuberculose teve uma diminuição em sua prevalência, seja por conta de uma possível subnotificação de casos novos pelo SINAN ou por conta da criação de programas governamentais voltados ao combate da mesma ou de tratamentos mais eficazes. Entretanto, segundo estatísticas de 2013, a taxa de incidência de tuberculose no estado do Pará foi 42,7 casos/100.000 habitantes, o que apresenta um aumento em sua incidência quando comparado este ano com o ano de 2017 (45,0 casos/100.000 habitantes), revelando que a tuberculose continua sendo um desafio a ser superado no estado do Pará

Keywords


Epidemiologia, incidência, tuberculose.

References


LEÃO, R. N.Q. Medicina Tropical e Infectologia na Amazônia. Editora Samauma, v. 2, p. 1101-1138, 2013.

LIMA, S.S.et al. Análise espacial da tuberculose em Belém, estado do Pará, Brasil. Revista Panamazônica de Saúde, v. 8, p. 57-65, 2017.

SILVA, D. R. et al. Fatores de risco para tuberculose: diabetes, tabagismo, álcool e uso de outras drogas. Jornal Brasileiro de Pneumologia, v. 44, p. 145-152, 2018.

COSTA, D. C. Considerações sobre a tendência da tuberculose no Brasil. Cadernos de Saúde Pública, v. 1, p. 313-326, 1985.

HIJJAR, M.A. et al. A tuberculose no Brasil e no mundo. Boletim de Pneumologia Sanitária, v. 9, p. 9-16, 2001.

PINHEIRO et al. Subnotificação da tuberculose no Sistema de Informação de Agravos e notificação (SINAN): abandono primário de bacilíferose captação de casos em outras fontes de informação usando linkage probabilístico. Caderno de Saúde Pública, v. 28, p. 1559-1568, 2012.

SANTOS, M. L. et al. Fatores associados à subnotificação de tuberculose com base no SINAN AIDS e SINAN tuberculose. Revista Brasileira de Epidemiologia, v. 21, p. 1-11, 2018.

DIAS, J. R. P. et al. Análise do perfil clínico-epidemiológico dos idosos portadores de hipertensão arterial sistêmica nas microáreas 4, 6 e 7 da USF Tenoné.Brazilian Journal of Health Review, v. 2, p. 2-41, 2019.

MENDES, A.S. et al. Morbidade e mortalidade por tuberculose no município de Belém – PA, de 2001 a 2006. Resumos do I Seminário de Iniciação Científica da UEPA, v. 1, p. 75, 2009.


Refbacks

  • There are currently no refbacks.