Gestão estratégica através do balanced scorecard (BSC): implantação em empresas brasileiras / Strategic Management through Balanced Scorecard (BSC): Deployment in Brazilian Companies

Silvia Helena Boarin Pinto, Antonio Carlos Tonini, Noa Secia Lesme Yoo, Eliana Mitiko Katayose

Resumo


O atual ambiente competitivo propõe novos desafios para as organizações quanto a agregar valor aos seus clientes, obrigando ter visibilidade constante de seu desempenho. O Balanced Scorecard (BSC) é um instrumento de gestão para sistematizar as ações estratégicas, efetuar o planejamento, controle e divulgação das ações para toda a empresa, de acordo com uma visão financeira, visão dos processos de negócio, impacto nos clientes e absorção do conhecimento por todos os colaboradores da empresa. O objetivo deste trabalho é comparar as práticas em Balanced Scorecard (BSC) de duas empresas, uma de capital nacional do setor de serviços médicos e laboratoriais e outra, multinacional que oferece produtos e serviços em energia. A pesquisa utilizou a metodologia de estudo de múltiplos casos, o que permitiu comparar horizontalmente diversos aspectos da gestão estratégica. As unidades de análise foram escolhidas aleatoriamente, considerando aquelas que já tinham implantado o BSC há mais de três anos e que fossem no mínimo de médio porte, pressupondo-se que estas possuissem embriões de modelos de gestão estratégica. As análises horizontais das questões permitiram entender fatores comuns e divergentes, que podem ser entendidos como críticos para o sucesso da implantação e manutenção do BSC, tais como o monitoramento e perpetuação dos resultados obtidos.

Palavras-chave


Balanced Scorecard, vantagem competitiva, medição de desempenho, estratégia empresarial.

Texto completo:

PDF

Referências


ANSOFF, H. I., & MCDONNELL, E. J. Implantando a Administração Estratégica. 2 ed. São Paulo: Atlas, 1993.

BARNEY, M., & MCCARTY, T. The new six sigma: a leader’s guide to achieve rapid business improvement and sustainable results. Englewood Cliffs: Prentice Hall, 2003.

BEARD, D. F. Successful Applications of the Balanced Scorecard in Higher Education. Journal of Education for Business, mai-jun., 2009.

CHU, H. L., WANG, C. C., & DAI, Y. T. A Study of a Nursing Department Performance Measurement System: Using the Balanced Scorecard and the Analytic Hierarchy Process. Estados Unidos: Nursing Economics, Vol. 27, n. 6, nov-dez., 2009.

COOPER, R. D., & SCHINDLER, P. S. Método de pesquisa em administração. 7. ed. Rio de Janeiro: Bookman, 2002.

FRANCISCHINI, P. G. Balanced Scorecard: Integrando estratégia e medidas de desempenho. Conectivo, São Paulo, n. 50, p. 8-9, apr., 2002.

GRANT, R. Strategic planning in a turbulent environment: evidence from the oil majors. Strategic Management Journal. v.24, n.6, p.491-517, jun., 2003.

HAYES, R. H., & WHEELWRIGHT, S. C. Matching Process Technology with Product/Market Requirements. In: Restoring our competitive edge. New York: John Wiley & Sons, 1984.

HERRERO, E. Balanced Scorecard e a Gestão Estratégica. 10 ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2005.

HIKAGE, O. K., SPINOLA, M. M. & LAURINDO, F. J. B. Softwre de Balanced Scorecard: proposta de um roteiro de implantação. São Paulo. Produção, v.16, n.1, jan-apr., 2006.

HOUAISS, A., Villar, M. S. Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa. Rio de Janeiro: Objetiva, 2001.

IUDÍCIBUS, S. Teoria da contabilidade. 5. ed. São Paulo: Atlas, 1997.

KAPLAN, R. S., & NORTON, D. P. A Estratégia em Ação: Balanced Scorecard. 22. ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 1997.

KAPLAN, R. S.; NORTON, D. P. El Cuadro de mando integral (The balanced scorecard). Barcelona: Ediciones Gestión 2000, 1997.

KAPLAN, R. S., & NORTON, D. P. Alinhamento: Utilizando o Balanced Scorecard para criar sinergias corporativas. Rio de Janeiro: Elsevier, 2006.

KAPLAN, R. S., & NORTON, D. P. Mapas Estratégicos: Convertendo ativos intangíveis em resultados tangíveis. 8 ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2006.

KAPLAN, R. Balanced Scorecard. HSM Management, São Paulo, n. 11. Entrevista concedida a Mercedes Reincke e Andrea Cajaraville, nov-dez. 1998.

LADEIRA, M. B., FERREIRA, R. L., & OLIVEIRA, M. P. V. Orientação para Processo de Negócio, Abordagem Analítica e Balanced Scorecard (BSC): Um Estudo Longitudinal. XXX Encontro Nacional de Engenharia de Produção, São Carlos, 2010.

MANSUR, R. Balanced Scorecard: Revelando sepv – Estudo de casos brasileiros. Rio de Janeiro: Ciência Moderna, 2008.

OLVE, N. G., ROY, J., & WETTER, M. Condutores da Performance: Um guia prático para o uso do “Balanced Scorecard”. Rio de Janeiro: Qualitymark, 2001.

PORTER, M. E. What is Strategy? Harvard Business Review, 1996.

PRAHALAD, C. K. Reexame de competências. Revista HSM Management, nov-dez., 1999.

QUESADO, P. R., RODRIGUES, L. L. Fatores determinantes na implementação do Balanced Scorecard em Portugal. Revista Universo Contábil. V. 5, p.94-115, out-dez., 2009.

RABECHINI JR, R., & CARVALHO, M. M. Perfil das competências em equipes de projetos. RAE-Eletrônica. v. 2, n.1, jan-jun, 2003. Acesso em 11-dez-2004. Disponível em: http://www.rae.com.br/eletrônica/index.cfm

SAMPIERI, R. H., COLLADO, C. F., & LUCIO, P. B. Metodologia de Pesquisa. 3. ed., São Paulo: McGraw Hill, 2006.

YIN, R. K. Estudo de caso: planejamento e métodos. 2. ed. Porto Alegre: Bookman, 2010.

ZAIRI, M. O Verdadeiro significado da Competição. HSM Management. n.3, p. 86-94, jul-ago., 1997.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.