A base de logística de defesa, inovação e indústria nacional: O PROSUB e a análise científico-tecnológica em estudo comparado de Brasil e França / Defense, innovation and national industry logistics base: PROSUB and a scientific-technological analysis in a comparative study of Brazil and France

Luiz Ricardo Silva Ferreira

Resumo


A proposta de artigo científico contempla a constituição da Base de Logística de Defesa no Brasil. Neste contexto, o tema relativo à Logística e Planejamento de Defesa no ambiente marítimo, realiza a seguinte proposição: O PROSUB, como Programa de Estado, assegurando a partir desta premissa, a construção de uma ampla legitimidade institucional, ao atuar como meio necessário à Proteção, Segurança e Defesa do País. Assim, a força naval submarina, contribuiria ao desenvolvimento de ações proativas de Comando e Controle, bem como avaliar e mensurar, entre os quais, a possibilidade de Modelagem do Programa AERODEFESA operacionalizado pela FINEP, a fim de oferecer instrumentos ao fomento, incremento e inovação dual à Indústria de Defesa Nacional. O Estudo de caso comparado entre Brasil e França, junto com a Modelagem demonstrada acima, torna-se exemplo ímpar, de eficiência, eficácia e efetividade ao resgate da Engenharia, Ciência e Tecnologia e Industrialização em benefício da sociedade e da Soberania Nacional.


Palavras-chave


Logística de Defesa, Modelagem e Inovação, Submarinas Brasileiras.

Texto completo:

PDF

Referências


ABREU DE MOURA, José Augusto, V Concurso de Teses sobre Defesa Nacional: categoria Doutorado: “A Estratégia Naval Brasileira no Pós-Guerra Fria – Uma Análise comparativa com foco nos submarinos”, Tese de Doutorado, Niterói, 2012, UFF.

ANDRADE, Israel, ROCHA, Antônio, HILLEBRAND, Giovanni: NotaTécnica- “Programa de Desenvolvimento de Submarinos como Programa de Estado”, nº 45, Diset, IPEA, Jan/2019.

BOGOSSIAN, Francis, Academia Nacional de Engenharia, (ANE) “A Defesa Nacional Brasileira”,Artigo publicado no Jornal do Brasil na edição de 06/07/2018,2018, p.08.

BRASIL. Estratégia Nacional de Defesa: Paz e segurança para o Brasil. Brasília: Presidência da República, Casa Civil, 2008.

________________. Política de Defesa Nacional. Brasília: Presidência da República, Casa Civil, 2005.

_______. Livro Branco de Defesa Nacional. Brasília: Presidência da República, Casa Civil, 2013.

__________________. BASE de LOGISTICA de DEFESA NACIONAL. Brasília: Presidência da República,

BRICK, Eduardo, “Base de Logística de Defesa-Conceituação, Composição e Dinâmica de Funcionamento”, artigo científico, UFF, 2016.

______________. “A Gestão Estratégica da Defesa em Tempos de Paz.”, artigo científico, Edição Especial CEE, artigo científico, ESG, 2018.

______________. “Logística de Defesa: Uma Subárea do Conhecimento de Importância Estratégica para as Ciências da Gestão, artigo científico, maio/agosto de 2016: Revista Brasileira de Gestão e Desenvolvimento Regional, (p.301-331);

_______, FONSECA, Junior “PROSUB: Uma Política Pública de Defesa voltada para criação de instrumentos de dissuasão”, artigo científico, 2018, Revista da Escola de Guerra Naval (ed. Português).

________________, “O Papel da Engenharia no Planejamento e Preparo de Defesa”, Palestra organizada pela Academia Nacional de Engenharia e Clube de Engenharia, 29/07/2019, auditório do 22º Andar, Clube de Engenharia, 2019.

De CASTRO, Therezinha -“Geopolítica, Princípios, Meios e Fins.” Rio de Janeiro: Biblioteca do Exército, 1999.

CUNHA Campos, Antônio Jorge: “Metodologia para elaboração do sistema integrado de avaliação de desempenho logístico” - Tese de Doutoramento, UFSC, 2004.

CLAUSEWITZ, Carl Von: “Da Guerra” – São Paulo: Editora Martins Fontes, 1979.

DINIZ, Eugenio. Clausewitz, “O balanço ataque-defesa e a teoria das relações internacionais”. Tese de Doutorado em Engenharia de Produção: Estudos Estratégicos- Coppe –UFRJ, Rio de Janeiro, 2002.

FIGUEIREDO, Eurico, “os Estudos Estratégicos, A Defesa Nacional e a Segurança Internacional,”,Horizontes das Ciências Sociais, In,MARTINS, C, B; R, LESSA (Coordenador), Anos, 2010.

JOMINI, Antoine Henri de, Baron.The Art the War, London; Greenhill Books, 1992.

LESKE, Ariela Diniz Cordeiro. “Uma revisão sobre a inovação em defesa: do spin-desligado ao spin-in”. Revista de Economia Política vol. 38 nº2(151). pp.377-391, April-June/2018

MATTOS, Carlos de Meeira. “Geopolítica”. Rio de Janeiro: Editora FGV, 2011. Coedição com a Biblioteca do Exército. (03 Volumes)

VILLAS PORTO, H.F.A. “O Impacto do financiamento da FINEP na Inovação e capacitação Industrial para Defesa.”, Dissertação de Mestrado, UFF, 2016.

THORPES, C “Pure Logistics.The Science of the war preparation”,Nacional Defense University Press, 3nd, 1986.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.