Estimativa da evapotranspiração em áreas de pastagens usando algoritmo SEBAL e imagens Landsat 5 - TM

Ricardo Guimarães Andrade, Marcos Cicarini Hott, Walter Coelho Pereira de Magalhães Junior

Resumo


O conhecimento da perda total de água por evapotranspiração é essencial para o crescimento das plantas e avaliações de desenvolvimento. A informação de sensoriamento remoto tem sido usada por vários modelos e algoritmos para obter parâmetros da superfície da Terra. O SEBAL (Surface Energy Balance Algorithms for Land) é um algoritmo para estimativa de evapotranspiração em larga escala. Ele é processado por meio de etapas computacionais, que preveem uma avaliação completa da radiação solar e da energia na superfície da Terra. Para isso, utiliza dados de sensores que coletam comprimentos de onda nas bandas do visível, infravermelho próximo e termal. Este trabalho teve como objetivo estimar a evapotranspiração diária (ETdiária) em áreas de pastagem da Fazenda Experimental da Embrapa Gado de Corte, Campo Grande, MS, por meio do algoritmo SEBAL e cenas Landsat 5-TM. Para áreas de pastagens, a ETdiária variou de 0,50 a 3,50 mm d-1 com uma média de 1,90 mm d-1. De forma geral, a aplicação metodológica gerou resultados consistentes de ETdiária, sendo possível utilizá-la no como indicador das condições hídricas das pastagens, contribuindo para tomada de decisão que favoreça a produção da pecuária com sustentabilidade ambiental.


Palavras-chave


Estresse hídrico; Sensoriamento remoto; Geoprocessamento; Pecuária.

Texto completo:

PDF

Referências


ALLEN, R. G.; PEREIRA, L. S.; RAES, D.; SMITH, M. Crop Evapotranspiration: Guidelines for Computing Crop Water Requirements – FAO Irrigation and Drainage Paper 56. Food and Agriculture Organization of the United Nations: Rome, Italy, 1998. 300p.

ALLEN, R.; TASUMI, M.; TREZZA, R. SEBAL (Surface Energy Balance Algorithms for Land) – Advanced Training and Users Manual – Idaho Implementation, version 1.0, 2002. 98p.

ANDRADE, R. G. Evapotranspiração por Sensoriamento Remoto. In: Antônio Roberto Pereira, Gilberto Chohaku Sediyama, Nilson Augusto Villa Nova. (Org.). Evapotranspiração. 1a ed. Campinas, SP: FUNDAG, 2013, p. 271-300.

ANDRADE, R. G.; SEDIYAMA, G. C.; PAZ, A. R.; LIMA, E. P.; FACCO, A. G. Geotecnologias aplicadas à avaliação de parâmetros biofísicos do Pantanal. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v. 47, p. 1227-1234, 2012.

ANDRADE, R. G.; TEIXEIRA, A. H. C.; LEIVAS, J. F.; NOGUEIRA, S. F. Analysis of evapotranspiration and biomass in pastures with degradation indicatives in the Upper Tocantins River Basin, in Brazilian Savanna. Revista Ceres, v. 63, p. 754-760, 2016.

AYENEW, T. Evapotranspiration estimation using thematic mapper spectral satellite data in the Ethiopian rift and adjacent highland. Journal of Hydrology, v. 279, p. 83-93, 2003.

BARBOSA, R. A. Características morfofisiológicas e acúmulo de forragem em capim-Tanzânia (Panicum maximum Jacq. Cv. Tanzânia) submetido a freqüências e intensidades de pastejo. Viçosa, MG: UFV, 2004. 116p. Tese (Doutorado em Zootecnia) – Universidade Federal de Viçosa.

BASTIAANSSEN, W. G. M. SEBAL – based sensible and latent heat fluxes in the irrigated Gediz Basin, Turkey. Journal of Hydrology, v.229, p.87-100, 2000.

BASTIAANSSEN, W. G. M.; MENENTI, M.; FEDDES, R. A.; HOLTSLAG, A. A. M. A remote sensing surface energy balance algorithm for land (SEBAL): 1. Formulation. Journal of Hydrology, v. 212/213, p. 198-212, 1998a.

BASTIAANSSEN, W. G. M.; PELGRUM, H.; WANG, J.; MA, Y.; MORENO, J. F.; ROERINK, G. J.; VAN DER WAL, T. A remote sensing surface energy balance algorithm for land (SEBAL): 2. Validation. Journal of Hydrology, v. 212/213, p. 213-229, 1998b.

BASTIAANSSEN, W. G. M.; NOORDMAN, E. J. M.; PELGRUM, H.; DAVIDS, G. SEBAL Model with Remotely Sensed Data to Improve Water-Resources Management under Actual Field Conditions. Journal of Irrigation and Drainage Engineering, v. 131, n. 1, p. 85-93, 2005.

CRAGO, R. D. Conservation and variability of the evaporative fraction during the daytime. Journal of Hidrology, v. 180, p. 173-194, 1996.

LIMA, E. de P.; SEDIYAMA, G. C.; ANDRADE, R. G.; LOPES, V. D.; SILVA, B. B. da. Evapotranspiração real diária em sub-bacias do Paracatu, utilizando produtos do sensor Modis. Revista Ceres, v. 61, n.1, p. 017-027, 2014.

MEIRELLES, M. L., FARIAS, S. E. M., FRANCO, A. C. Balanço de energia de uma pastagem cultivada no cerrado. Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento, Embrapa Cerrados. Planaltina, DF. 2003. 14p.

MOURA, M. A. L.; LYRA, R. F. F.; BENINCASA, M.; SOUZA, J. S.; NASCIMENTO FILHO, M. F. Variação do albedo em áreas de floresta e pastagem na Amazônia. Revista Brasileira de Agrometeorologia, v. 7, n. 2, p. 163-168, 1999.

PEREIRA, A. R.; SEDIYAMA, G. C.; VILLA NOVA, N. A. Evapotranspiração. Campinas, SP: Fundag, 2013. 323 p.

SILVA, B. B.; BEZERRA, M. V. C. Determinação dos fluxos de calor sensível e latente na superfície utilizando imagens TM - Landsat 5. Revista Brasileira de Agrometeorologia, v. 14, n. 2, p. 174-186, 2006.

SILVA, L. D. B., FOLEGATTI, M. V., VILLA NOVA, N. A. Evapotranspiração do capim Tanzânia obtida pelo método de razão de bowen e lisímetro de pesagem. Engenharia Agrícola, Jaboticabal, v. 25, n. 3, p. 705-712, 2005.

WARREN, M. S.; RODRIGUES, L. N.; CAMPANA, N. A. Métodos para a desagregação espacial da temperatura da superfície terrestre (Thermal Sharpening) obtida pelo sensor Modis. Revista Brasileira de Cartografia, n. 65, v. 5, p. 923-937, 2013.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.