Transferabilidade de iniciadores de regiões microssatélites produzidos em veado catingueiro (Mazama gouazoubira) para uso em estudos genéticos com cervos-do-pantanal (Blastocerus dichotomus)

Lívia Perles, Marina Gomes de Figueiredo, José Maurício Barbanti Duarte

Resumo


O cervo-do-pantanal (Blastocerus dichotomus), único representante do gênero Blastocerus é a maior espécie de cervídeo neotropical. A espécie é classificada pela lista vermelha da IUCN como vulnerável, especialmente pela perda de seu habitat, a várzea, para agropecuária e hidrelétricas. Com isso há grande frequência de isolamento populacional e consequentemente problemas com deriva e endogamia nas pequenas populações remanescentes. Os estudos genéticos podem contribuir de maneira decisiva no entendimento do efeito do isolamento populacional na sustentabilidade genética das populações. O presente estudo teve como objetivo testar iniciadores heterólogos desenvolvidos para a espécie Mazama gouazoubira em amostras de cervos-do-pantanal de uma população reintroduzida e com baixo nível de diversidade genética. O DNA de 8 animais reintroduzidos foi amplificado por meio de iniciadores e enviados para genotipagem. Sete dos 16 iniciadores heterólogos selecionados, amplificaram a região microssatélite esperada, sendo somente dois deles polimórficos, confirmando a baixa diversidade genética desta população. A partir dos resultados obtidos, o estudo permitiu identificar iniciadores heterólogos produzidos para Mazama gouazoubira capazes de amplificar a mesma região microssatélite para os cervídeos da espécie Blastocerus dichotomus.


Palavras-chave


Estudos moleculares; Conservação; Cervidae.

Texto completo:

PDF

Referências


Andriolo A, Piovezan U, Costa MJRP, Torres HA, Vogliotti A, Zerbini AN, Duarte JMB (2013) Severe population decline of marsh deer, Blastocerus dichotomus (Cetartiodactyla: Cervidae), a threatened species, caused by flooding related to a hydroelectric power plant. Zoologia, 30:630–638.

Armstrong DP, Seddon PJ (2007) Directions in reintroduction biology. Trends in Ecology and Evolution, 23:20-5.

Breda FC, Euclydes RC, Pereira CS, Torres RA, Carneiro PLS, Sarmento JLR, Filho R AT, Moita AKF (2004) Endogamia e Limite de Seleção em Populações Selecionadas Obtidas por Simulação. Revista Brasileira Zootecnia, 33:2017-2025.

Duarte JMB (1996) Guia de identificação de cervídeos brasileiros. 1.ed. Jaboticabal: FUNEP, p. 14.

Duarte JMB (2001) O Cervo-do-Pantanal (Blastocerus dichotomus) de Porto Primavera: Resultado de dois anos de pesquisa. CD ROM. FUNEP. Jaboticabal, São Paulo.

Duarte JMB, Reis ML (2012) Plano de ação nacional para a conservação dos cervídeos ameaçados de extinção. Brasília: Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade, Icmbio.

Ferreira ME, Grattapaglia D (1996) Introdução ao uso de marcadores RAPD e RFLP em análise genética. Brasília: EMBRAPA – CENARGEN, 220p.

FIGUEIRA CJM, PIRES JSR, ANDRIOLO A, COSTA MJRP, DUARTE JMB (2005) Marsh deer (Blastocerus dichotomus) reintroduction in the Jataí ecological station (luís antônio, sp): spatial preferences. Brazilian Journal of Biology 2(65): 263-270.

Fitzsmmons NN, Moritz C, Moore SS (1995). Conservation and dynamics of microsatellite loci over 300 million years of marine turtle evolution. Molecular Biology and Evolution, 12:432-440.

FRANCISCO FO, BRITO RM, ARIAS MC (2006) Alelle number and heterozygosity for microsatellite loci in different stingless bee species (Hymenoptera, Apidae, Meliponini). Neotropical Entomology, 35:638-643.

Frankham R, Ballou JD, Briscoe DA (2002) Introduction to Conservation Genetics.Cambridge: Cambridge University Press, 617.

Foucault F, Praz F, Jaulin Cet al. (1996) Experimental limits of PCR analysis of (CA)n repeat alterations. Trends in Genetics, 7: 450–452.

Leite KCE, Collevatti RG, Menegasso TR, Toms WM, Duarte JMB (2007) Transferability of microsatellite loci from Cervidae species to the endangered Brazilian marsh deer, Blastocerus dichotomus. Genetics and Molecular Research, 6(2):325-330.

LOPES DN, CAMPOS LAO, FERNANDES SALOMAO TM, TAVARES MG (2010) Comparative study on the use of specific and heterologous microsatellite primers in the stingless bees Meliponarufiventris and M. mondury (Hymenoptera, Apidae). Genetics and Molecular Biology, 33(2)390- 393.

Mantellatto AM, Carnelossi EA, Duarte JM (2010) Transferability of microsatellite loci from exotic Cervidae to Brazilian brocket deer (Mazama spp, Mammalia: Cervidae). Genetics and Molecular Research, 9 (1): 277-282

Marques A, Maldonado JE, Gonzalez S, Beccaceci MD, Garcia JE, Duarte JMB (2006) Phylogeography and Pleistocene demographic history of the endangered marsh deer (Blastocerus dichotomus) from the Rıo de la Plata Basin. Conservation Genetics, 7: 563-575, 2006.

Morin PA, Woodruff DS (1992) Paternity exclusion using multiple hypervariable microsatellite loci amplified from nuclear DNA of hair cells. Karger, 63-81.

Oliveira EJF, Garcia JE, Duarte JMB, Contel EPB (2009) Development and characterization of microsatellite loci in the marsh deer (Blastocerus dichotomus Cervidae). Conservation Genetics, 10:1505-1506.

Oliveira ML, Duarte JMB (2013) Amplifiability of mitochondrial, microsatellite and amelogenin DNA loci from fecal samples of red brocket deer Mazama americana(Cetartiodactyla, Cervidae). Genetics and Molecular Research, 12(1):44-52, 2013.

Pinder L, Grosse AP (1991) Blastocerus dichotomus. Mammalian Species, 380: 1-4.

Pinder L, Seal US (1995) Population and habitat Viability Assessment Report for Marsh deer Blastocerus dichotomus (PHVA). IUCN/SSC Conservation Breeding Specialist Group, Apple Valley, MN, USA.

Piovezan U, Jacob AA, Andriolo A, Paranhos da Costa MJR, Duarte JMB (2001) Estudo preliminar dos efeitos da inundação provocada pela UHE Sérgio Motta (Porto Primavera) na sobrevivência e na definição de áreas de moradia do Cervo-do-Pantanal (Blastocerus dichotomus) nas proximidades da foz do rio do Peixe, Estado de São Paulo, Brasil. Cd- Rom, FUNEP, Jaboticabal.

Piovezan U, Tiepolo LM, Tomas WM, Duarte JMB, Varela D, Marinho-Filho JS (2010) Marsh deer Blastocerus dichotomus (Illiger 1815). In: DUARTE, J. M. B.; GONZÁLES, S. (Eds.). Neotropical Cervidolgy – Biology and Medicine of Latin American Deer. Jaboticabal: FUNEP, IUCN, 8:66-76.

Ribeiro A (1919) Veados do Brasil segundo as coleções Rondon e de vários museus nacionais e estrangeiros. Revista do Museu Paulista, 11: 213-308.

Schaller GB, Vasconcelos JM (1978) A marsh deer census in Brazil. Oryx, 14:345-351.

Soares PR (2012) Genética da reintrodução: o caso do cervo-do-pantanal (Blastocerus dichotomus) na Estação Ecológica de Jataí. Tese de mestrado, Faculdade de CiênciasAgrárias e Veterinárias – Unesp, Câmpus de Jaboticabal. https://repositorio.unesp.br/handle/11449/92542

Taberlet, P., Griffn, S., Goossens, B., Questiau, S., Manceau, V., Escaravage, N., Waits, L. P. & Bouvet, J. 1996 Reliable genotyping of samples with very low DNA quantities using PCR. Nucleic Acids Research, 24:3189-3194

Tomas WM, Beccaceci MD, Pinder L (1997) Cervo-do-Pantanal (Blastocerus dichotomus). In: Duarte, J.M.B. (Ed.) Biologia e Conservação de Cervídeos Sul-Americanos: Blastocerus, Ozotocerus e Mazama. Jaboticabal. FUNEP, 24-40.

Zane L, Bargelloni L, Patarnello T (2002) Strategies for microsatellite isolation: a review. Molecular Ecology, 11(1):1-16.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.