Avaliaçãode temperatura durante ovariohisterectomia videoassistida em cadelas com pneumoperitônio aquecido ou não aquecido / Evaluation of body temperature in bitches under heated or unheated pneumoperitoneum during video-assisted ovariohysterectomy

Gabriela Pesamosca Coradini, Vanessa Milech, Vanessa Zanchi Sarturi, Bernardo Antunes Nascimento, Hellen Fialho Hartmann, Marcella Teixeira Linhares, Luciana Gonçalves Teixeira, Bianca Bertoletti, Álvaro José Chávez da Silva, Maurício Veloso Brun

Resumo


A ovariohisterectomia videocirúrgica (laparoscópica ou videoassistida) está sendo cada vez mais realizada na rotina de pequenos animais. Para tanto, é necessário o uso do pneumoperitônio com CO2 que causa várias alterações, sendo a hipotermia uma das mais importantes, com possíveis consequências no pós-operatório.O presente estudo foi realizado em 20 fêmeas caninas, submetidas a ovariohisterectomia eletiva videolaparoscópica objetivando avaliar as diferenças entre as temperaturas esofágica e retal de dois grupos, um deles utilizando pneumoperitônio com gás não aquecido (GNA), e outro com CO2 aquecido (GAQ), ambos não umidificados em três momentos: T0 (basal), T1 (30 minutos após o início do pneumoperitônio) e T2 (60 minutos de pneumoperitônio). Neste estudo, o aquecimento  ou não do gás  não demonstrou diferença na temperatura corporal independente do modo de aferição, porém o tempo anestésico teve influência na temperatura corporal.   O uso do gás aquecido não evita a perda de temperatura corporal em comparação com o gás não aquecido em cães submetidos à cirurgia laparoscópica. Ainda, a perda de calor é gradual e aumenta com o tempo, independentemente da temperatura do gás utilizado


Palavras-chave


cães, pneumoperitônio aquecido, temperatura, videocirurgia

Texto completo:

PDF

Referências


Birch DW, Manouchehri N, Shi X, et al. CO aquecida 2 com ou sem umidificação para a cirurgia abdominal minimamente invasiva. Cochrane Database Syst Rev 2011; 1: CD007821.

Brull JS. Anesthetic considerations for laparoscopic procedures. ASA Refresher Course

;23:15-28.

Brun, M. V. Videocirurgia em pequenos animais. 1° ed. Rio de Janeiro: Editora Roca,

Clark-Price S. inadvertida hipotermia perianesthetic em pacientes de pequenos animais. Vet Clin North Am pequeno Anim Pract 2015; 45: 983-994.

Coelho, J.C.U. et al. Complicações gerais em videocirurgia. In: Coelho, J.C.U.;

Marchesini, J.B.; Malafaia, O. Complicações da videocirurgia, da profilaxia ao tratamento. Rio de Janeiro: Medsi, 1995. p.27-47.

Constantine T. F.; Mark A.C. Atlas de cirurgia minimamente invasiva. 1ª ed. Rio de Janeiro: Editora Elsevier Ltda, 2009.

Cunningham AJ, Brull S. Laparoscopic cholecystectomy: anesthetic implications. Anesth analg 1993; 76:1120-1133.

Ellis PR, Kleinsasser LJ, Speer RJ (1957) Changes in coagulation occurring in dogs during hypothermia and cardiac surgery. Surgery 41:198–210

Fagundes, M. A. V. et. al., Efeitos do Pneumoperitônio em ratos. Acta Scientiarum,

Maringá, v.23, n.3, p.703-707, 2001.

Ferreira, G. S, Franco CAD, Santos CL, et al. Ovariectomia laparoscópica em cadela e

gatas. Revista Brasileira de Medicina Veterinária. 35(1): 55-60. 2013.

.Manwaring JM, Readman E, Maher PJ. O efeito da aquecida dióxido de carbono humidificado sobre a dor pós-operatória, a temperatura interior, e os tempos de recuperação em doentes submetidos a cirurgia laparoscópica: um ensaio controlado randomizado. J Mínima invasiva Gynecol 2008; 15: 161-165.

Mouton WG, Bessell JR, Millard SH, et al. Um ensaio controlado randomizado avaliar o benefício de gás de insuflação humidificada durante a cirurgia laparoscópica. Surg Endosc 1999; 13: 106- 108.

Nishi Y, Gagge AP, Effective temperature scale useful for hypo and hyperbaric environnments. Aviat Space Environ Med, 1977;48:97-107.

Nguyen NT, Furdui L, Fleming NW, et al. Efeito de gás de dióxido de carbono aquecida e humidificada a temperatura do núcleo e dor pós-operatória: um ensaio randomizado. Surg Endosc 2002; 16: 1050-1054.

Redondo JI, Suesta P, Serra I, et al. Estudo retrospectivo da prevalência de hipotermia postanaesthetic em cães. vet Rec 2012; 171: 374-379.

Sessler DI. A monitorização da temperatura e termorregulação perioperatória. Anestesiologia. 2008; 109 (2): 318-38. Epub 2008/07/24. https://doi.org/10.1097/ALN.0b013e31817f6d76 [Pii]. PMID: 18648241 ; PubMed Central PMCID: PMC2614355.

Sessler DI. termorregulação perioperatória e equilíbrio térmico. Lanceta. 2016; 387 (10038): 2655-64. https://doi.org/10.1016/S0140-6736(15)00981-2 PMID: 26775126 .

Torres H.O.; Nunes C.E.C.; Araújo Neto J.P. Anestesia em vídeolaparoscopia. Revista Brasileira de Anestesiologia,Rio de Janeiro, vol. 45, n.1,p.21-32,1995.

Tavares, D.C. et al. Video-assisted ovariohysterectomy in domestic cats (Felis catus,

Linnaeus, 1758) using two access portals. Acta Cirúrgica Brasileira - Vol. 31 (2) 2016.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.