Caracterização bioeconômica de diferentes idades de acasalamento de gado de corte no sudoeste da Bahia e no oeste do Paraná / Bioeconomics characterization of different ages mating of beef cattle in the southwest of Bahia and in the southwest of Parana

Perecles Brito Batista, Maximiliane Alavarse Zambom, Paulo Eduardo Ferreira Dos Santos, Ítalo Reneu Rosas De Albuquerque, Danilo Gusmão De Quadros, Marcelo Mota Pereira

Resumo


Com o objetivo de caracterizar a viabilidade econômica de diferentes idades de acasalamento de gado de corte nas regiões sudoeste da Bahia e noroeste do Paraná, foi realizada uma simulação através do software o NTIA/CM (1995) da EMBRAPA e planilha Excel de três sistemas de cria de bovinos de corte com diferentes índices de fertilidade. No  Sistema 1, a idade à primeira cobertura foi de 26 meses; Sistema 2, a idade à primeira cobertura foi de 18 meses para novilhas precoces e 26 meses para as novilhas que falharem à primeira cobertura e no Sistema 3, a idade a primeira cobertura foi de 15 meses. Nos três sistemas os custos de produção foram maiores no estado do Paraná.  Os sistemas 1 e 2 foram inviáveis economicamente devido aos baixos índices de fertilidade e altos índices de mortalidade estabelecidos nos dois estados. A taxa de venda de animais destes sistemas foi considerada alta e o rebanho não alcançou a estabilidade em número de cabeças no período de evolução de 10 anos. A idade de 15 meses a primeira cobertura atribui ao sistema de cria um retorno mais rápido do capital investido que sistemas que preconizam prenhes de fêmeas acima dos 24 meses A melhor rentabilidade econômica foi alcançada no Sistema 3 em ambos os Estados devido um melhor desfrute e índices de produtividade mais adequados.


Palavras-chave


Bovinocultura, Sistema de cria, Viabilidade econômica.

Texto completo:

PDF

Referências


ABCZ, 2007. Parâmetros utilizados para acasalamento de novilhas. Disponível em: www.abcz.org.br. Acesso em 18 de maio de 2009.

ABREU, U.G.P.; LOPES, P.S.; TORRES, R.A.; SANTOS, H.N. Avaliação da introdução de tecnologias no sistema de gado de corte do Pantanal. Desempenho e descarte de matrizes. Revista Brasileira de Zootecnia, v.35, n.6, p. 2496-2503, 2006.

ADAB, 2008. Valores de índices zootécnicos correspondentes a taxa de mortalidade de Bovinos de várias idades. Disponível em: http://www.adab.ba.gov.br/. Acesso em 20 de maio de 2009.

ALBUQUERQUE, L.G.; MEYER, K. Estimates of covariance functions for growth of Nelore cattle applying a parametric correlation structure to model within-animal correlations. Livestock Production Science, v.93, p.213-222, 2005.

ANUALPEC – Anuário Estatístico da Pecuária Brasileira. São Paulo: iFNP, 2007. 420p.

ANUALPEC – Anuário Estatístico da Pecuária Brasileira. São Paulo: iFNP, 2008. 390p.

AZEVEDO, D.M.M.R. Produtividade Acumulada (PAC) das Matrizes em Rebanhos Nelore do Norte e Nordeste do Brasil1. Revista Brasileira de Zootecnia., v.34, n.1, p.54-59, 2005.

AZEVEDO, D.M.M.R.Desempenho reprodutivo de vacas Nelore no Norte e Nordeste do Brasil. Revista Brasileira de Zootecnia., v.35, n.3, p.988-996, 2006

BERETTA, V. Produtividade e eficiência biológica de sistemas de recria e engorda de gado de corte no Rio Grande do Sul. Revista Brasileira de Zootecnia., v.31, n.2, p.991-1001, 2002.

CAIXA ECONOMICA FEDERAL (CEF) 2008. Taxa média anual da caderneta de poupança. Disponivel em: www.caixa.gov.br. Acesso em 25 de maio de 2009.

ELER, J.P.; SILVA, J.A.; FERRAZ, J.B.; DIAS, F.; OLIVEIRA, H.N.; EVANS. J.L.; GOLDEN, B. Genetic evaluation of the probability of pregnancy at 14 months for Nellore heifers. Journal of Animal Science, v.80, n.4, p.951-954, 2002.

Empresa Baiana de Desenvolvimento Agropecuário (EBDA), 2008. Lotação UA/há. Disponível em: www.ebda.gov.br. Acesso em: 23 de junho de 2008.

GUNSKI, R.J.; GARNERO, A.V.; BEZERRA, L.A.F. Idade ao primeiro parto, período de gestação e peso ao nascimento na raça Nelore. Ciência Agronômica, v.32, n.1/2, p.46-52, 2001.

IGgB (2007). Precipitação pluviométrica do Estado da Bahia. Disponível em: http://www.ighb.org.br/. Acesso em: 30 de maio de 2009.

NTIA (1995) Copyright (C) EMBRAPA Versão 4.2.1. Outubro, 1995.

PÖTTER, L.; LOBATO, J.F.P.; MIELITZ NETTO, C.G.A. Análises econômicas de modelos de produção com novilhas de corte primíparas aos dois, três e quatro anos de idade. Revista Brasileira de Zootecnia, v.29, n.3, p.861-870, 2000.

SEAB/DERAL/PR, 2007. Custo de produção UA/há. Disponível em: http://www.seab.pr.gov.br/. Acesso em 27 de maio de 2009.

ROCHA, M.G.; LOBATO, J.F.P. Avaliação do desempenho reprodutivo de novilhas de corte primíparas aos dois anos de idade. Revista Brasileira de Zootecnia, v.31, n.3, p.1388- 1395, Supl., 2002.

SEMMELMANN, C.E.N.; LOBATO, J.F.P.; ROCHA, M.G. Efeito de sistemas de alimentação no ganho de peso e desempenho reprodutivo de novilhas Nelore acasaladas aos 17-18 meses. Revista Brasileira de Zootecnia, v.30, n.3, p.835-843, 2001.

TEIXEIRA, R.A; ALBUQUERQUE, L.G; FRIES, L.A. Comparações bioeconômicas entre três idades à primeira cobertura em novilhas nelore. ARS Veterinária - Revista de Medicina Veterinária e Zootecnia, Jaboticabal, SP, ano XVIII, vol.18,nº 3, p.197-203, 2002.

TERRA DESENVOLVIMENTO AGROPECUÁRIO: GESTÃO DA EMPRESA PECUÁRIA - Princípios para uma exploração lucrativa, (Apostila), Toledo/PR, 71p,2007.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.