Levantamento e análise das práticas de produtores de tomate e uva da região serrana do Rio Grande do Sul / Survey and analysis of the practices of the tomato and grape producers of Rio Grande do Sul

Anderson da Cruz Cerutti, Augusto Rafael Ghizoni da Silva, Diego dos Santos Pacheco, Eduardo Luiz Giacomin, Eliseu da Veiga, Gelson Alves, Guilherme Luís Bertotti, Mario Carlos da Costa Melo Júnior, Tailana Keli Campos, Carolina Custódio Pinto, Lucas Vargas Oliveira, Roberta Dall Agnese da Costa

Resumo


Este estudo teve como objetivo realizar um levantamento e analisar as técnicas adotadas no cultivo de uva (Vitis vinifera) e tomate (Solanum lycopersicum) de dez agricultores da região serrana do Estado do Rio Grande do Sul. As variedades foram escolhidas em função da importância econômica no cenário agronômico da região sul do Brasil. O levantamento dos dados foi realizado por acadêmicos do curso de Agronomia, durante o primeiro semestre de 2019. Os dados foram analisados no contexto das disciplinas cursadas no referido semestre, de modo a integrar os conhecimentos específicos dos diferentes professores que coordenaram a pesquisa e tornar a prática de investigação alinhada ao desenvolvimento dos conhecimentos científicos na graduação. Para o levantamento dos dados os acadêmicos, juntamente com os professores, construíram um instrumento de coleta de dados, nomeadamente uma entrevista, que abordou questões acerca do manejo, área de produção, ocorrência de calagem, adubações, análises químicas, tipo de cobertura vegetal, processos pós-colheita, dentre outros. Para a análise dos dados foi executado um protocolo baseado em estudos de análise de conteúdo de Bardin. Trata-se, portanto, de um estudo de cunho qualitativo cujo objeto fundamental da pesquisa são os conhecimentos e as práticas dos agricultores. As respostas dos agricultores sobre os diferentes cultivos foram categorizadas e relacionadas com os dados da literatura de outras pesquisas científicas, constituindo um corpus de investigação que retrata um recorte da produção gaúcha na atualidade. Os resultados evidenciam, que os produtores executam as práticas adequadas ao cultivo, que demostram melhores condições de produtividade ou escolha de seguimento, seguem uma orientação dada por um agrônomo ou técnico agrícola buscando atingir bons resultados.


Palavras-chave


práticas de produtores; tomate e uva; Rio Grande do Sul.

Texto completo:

PDF

Referências


ALVES-MAZZOTTI, A. J.; GEWANDSZNAJDER, F. Usos e abusos dos estudos de caso. Cadernos de Pesquisa (online), v. 36, n. 129, p. 637-51, 2006.

AMARO, Geovani B. et al. Recomendações técnicas para o cultivo de hortaliças em agricultura familiar. Embrapa Hortaliças-Circular Técnica (INFOTECA-E), 2007.

ANZANELLO, R. Caracterização da fruticultura no Rio Grande do Sul por meio da análise dos dados do cadastro vitícola. Pesquisa Agropecuária Gaúcha. v.18, n.1, p.67-73, 2012.

ARGENTA, G.; SILVA, P.R.F.; SANGOI, L. Arranjo de plantas em milho: análise do estado-da-arte. Ciência rural. v. 31, n. 6, p. 1075-1084, 2001.

BARDIN. L. Análise de conteúdo. Lisboa: Editora Edições 70, 2011.

BRACAGIOLI NETO, A. Relatório de Estudo para Avaliação do Centro de Agricultura Ecológica. Ipê: Centro de Agricultura Ecológica, 1993.

BRUMER, A. Gênero e agricultura: a situação da mulher na agricultura do Rio Grande do Sul. Revista Estudos Feministas, v. 12, n. 1, p. 205, 2004.

CARVALHO, J. R. et al. Seletividade de fungicidas utilizados na cultura do tomateiro (Lycopersicum esculentum Mill.) a Trichogram mapretiosum. Nucleus, v. 9, n. 2, p. 01-08, 2012.

CHAER, G.; DINIZ, R.R.P.; RIBEIRO, E.A. A técnica do questionário na pesquisa educacional. Revista Evidência, v. 7, n. 7, 2012.

COELHO, M. E. H. et al. Coberturas do solo sobre a amplitude térmica e a produtividade de pimentão. Planta Daninha, Viçosa, v. 31, n. 2, p. 369-378, 2013.

COSTA, R.D.A. Ensino híbrido: integrando tecnologias digitais móveis ao ensino e aprendizagem de Anatomia Humana. 2018. Tese (Doutorado em Ensino de Ciências e Matemática) – Programa de Pós-graduação em Ensino de Ciências e Matemática, Universidade Luterana do Brasil, Canoas, 2018.

DENZIN, N. K.; LINCOLN, Y. S. Introdução: a disciplina e a prática da pesquisa qualitativa. In: DENZIN, N. K.; LINCOLN, Y. S. (Orgs.). O planejamento da pesquisa qualitativa: teorias e abordagens. Porto Alegre: Artmed, 2006. p. 15-41.

DOSSA, D., FUCHS, F. Tomate: análise técnico-econômica e os principais indicadores da produção nos mercados mundial, brasileiro e paranaense. Boletim Técnico 03, 2017

EMBRAPA, Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, Viticultura Gaúcha. 2015. Disponível em: https://www.embrapa.br/en/busca-de-noticias/-/noticia/21788150/viticultura-gaucha-quase-dobra-area-plantada-em-20-anos. Acesso em 20 maio de 2019.

FERNANDES, C.; ARAÚJO, J.A.C; CORÁ, J.E. Impacto de quatro substratos e parcelamento da fertirrigação na produção de tomate sob cultivo protegido. Horticultura Brasileira, v. 20, n. 4, p. 559-563, 2002.

FONTES, P.C.R. et al. Produção de cultivares de tomate em estufa coberta com plástico. Ceres, v. 44, n. 252, 2015.

GARRIDO, L.R.; SÔNEGO, O.R.; GOMES, V.N. Fungos associados com o declínio e morte de videiras no Estado do Rio Grande do Sul. Embrapa Uva e Vinho-Artigo em periódico indexado, 2004.

GIL, A.C. Como elaborar projetos de pesquisa. São Paulo: Atlas, 2009.

GIOVANINI, A.; FREITAS, C.A. Mensurando a carga tributária incidente sobre a cadeia vitivinícola do Rio Grande do Sul. Ensaios FEE, v. 35, n. 2, 2014.

Krone, E.E. Identidade e cultura nos Campos de Cima da Serra (RS): práticas, saberes e modos de vida de pecuaristas familiares produtores do queijo serrano. 2009. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento Rural) Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Ciências Econômicas. Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Rural. Porto Alegre, 2009.

LAPOLLI, J.N.; MELLO, L.M.R. de; TARBACH,C.; BRENNER, G. ; TEIXEIRA, A.N.; SANTIAGO, R.W.; COMIN, J.C. A competitividade da vitivinicultura brasileira - análise setorial e programa de ação para o Rio Grande do Sul. Porto Alegre: BANRISUL/EMBRAPA-CNPUV/SEBRAE/RS, 1995.

MACHADO, D.F.M. et al. Trichoderma no Brasil: o fungo e o bioagente. Revista de Ciências Agrárias, v. 35, n. 1, p. 274-288, 2012.

MARCONI, M.A.; LAKATOS, E.M. Técnicas de pesquisa. São Paulo: Atlas, 1999.

MATTUELA, J.L.; MELLO, L.M.R. de Abordagem prospectiva: da cadeia produtiva da uva e do vinho do Rio Grande do Sul. Revista de Política Agrícola, v. 8, n. 02 p. 1–11, 1999.

MELLO, L.M.R. de. Desempenho da vitivinicultura brasileira em 2017. Anuário HF, Campo & Negócio, p. 112-116, maio 2018.

MELLO, L.M.R.I - Cadastro vitícola. In.: Mello, L.M.R. de. (Ed.). Cadastro vitícola do Rio Grande do Sul - 1995 / 2000. Versão Bento Gonçalves: Embrapa Uva e Vinho / Ibravin. 2001.

MORENO, J. A. Clima do Rio Grande do Sul. Porto Alegre: Secretaria da Agricultura - RS. 1961.

MUELLER, S.; WAMSER, A.F. Combinação da altura de desponte e do espaçamento entre plantas de tomate. Horticultura Brasileira, v. 27, n. 1, p. 64-69, 2009.

RONCHI, C.P. et al. Manejo de plantas daninhas na cultura do tomateiro. Planta daninha, v. 28, n. 1, p. 215-28, 2010.

SEDIYAMA, M.A.N.; SANTOS, I.C.; LIMA, P.C. Cultivo de hortaliças no sistema orgânico. Ceres, v. 61, n. 7, 2015.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.