Efeito de biofertilizante inoculante de bacillus subtilis e trichoderma spp. Em áreas de cultivo agrícola no município de Nova Tebas - Paraná / Effect of biofertilizer inoculation on bacillus subtilis and trichoderma spp. In areas of agricultural cultivation in the municipality of Nova Tebas – Paraná

Diego Paulino da Silva, Caio Evandro Santos de Freitas, Pablo Boniol Oliveira, Paulo Agenor Alves Bueno, Cristian Coelho Silva, Julio Barretto Cristofoli

Resumo


Os sistemas de cultivo com aplicações de insumos sintéticos utilizados pela agricultura atual alteram importantes atributos do solo que são regulados pela biota, além de causar diversos problemas relacionados ao meio ambiente e a saúde pública, sendo de extrema importância a substituição por insumos orgânicos, como os biofertilizantes. O presente trabalho teve como objetivo, avaliar o efeito da aplicação de biofertilizante na comunidade microbiológica do solo em áreas de cultivo agrícola, com uso de biofertilizantes feito a partir de bactérias Bacillus subtilis eespécies de fungos do gênero Trichoderma spp. Este estudo foi desenvolvido em propriedade rural particular no município de Nova Tebas, Paraná. Foram demarcados seis sítios amostrais e coletados três subamostras em cada um, homogeneizadas, totalizando uma amostra por sítio amostral, sendo três sítios amostrais controle e três tratados com o biofertilizante. Em seguida as amostras foram levadas ao laboratório de Ecologia da Universidade Tecnológica Federal do Paraná, câmpus Campo Mourão, para o processamento.Em laboratório, foi realizada remoção de materiais indesejados e peneiramento. Em seguida, para estabilização da umidade, o solo foi pesado a cada 24 horas até a perda de água. Posteriormente, realizou-se diluição em série das amostras e plaqueamento em duplicata. A partir das análises estatísticas, realizadas com o número de unidades formadoras de colônia por grama de solo (UFC/g), conclui-se que o biofertilizante resultou numa significativa evolução microbiológica do solo nas áreas tratadas, principalmente ao final do experimento, após cento e trinta e cinco dias de aplicação do biofertilizante, mostrando um maior adensamento microbiológico.


Palavras-chave


Solo; comunidade microbiológica; insumos orgânicos.

Texto completo:

PDF

Referências


ALVES, M. S. Diversidade microbiológica cultivável de solos e seu potencial para avaliação da qualidade do solo. (Bacharel em Ciências Biológicas) . Pelotas: Universidade Federal de Pelotas. 2013. 63 f.

ARAÚJO, F. F. de. Inoculação de sementes com Bacillus subtilis, formulado com farinha de ostras e desenvolvimento de milho, soja e algodão.Ciências Agrotécnicas, Lavras, v. 32, n. 2, p. 456-462, mar./abr. 2008.

ARAÚJO, F. F. de; HUNGRIA, M. Nodulação e Rendimento de Soja Co-Infectada com Bacillus subtilis e Bradyrhizobium japonicum / Bradyrhizobium elkanii.Revista Pesquisa Agropecuária Brasileira, v.34, n.9, p.1633-1643, set. 1999.

BRITO, M. A.; BRITO, J. R.; ARCURI, E.; LANGE, C.; SILVA, M.; SOUZA, G. Tipos de Microrganismos. Agência de Informação Embrapa, 2017. Disponível em: < http://www.agencia.cnptia.embrapa.br/Agencia8/AG01/arvore/AG01_182_21720039246.htm l>; Acesso em: 08 mai. 2017.

EASTBURN, D. M.; BUTLER, E. E. Effects of Soil Moisture and Temperature on the Saprophytic Ability of Trichoderma harzianum. Mycologia, Lawrence, v. 83, n.1, p. 257-263, 1991.

IBD CERTIFICAÇÕES. Certificação Orgânico: IBD Orgânico e Orgânico Brasil. Disponível em: < http://ibd.com.br/pt/IbdOrganico.aspx>. Acesso em: 05 mai. 2017.

JUNIOR, A. F. C.; OLIVEIRA, A. G.; REIS, H. B.; SANTOS, G. R.; CHAGAS, L. F. B.; MILLER, L. O. Eficiência da inoculação combinada de rizóbio e Trichoderma spp. em diferentes cultivares de feijão-caupi (Vigna unguiculata) no cerrado (Savana Brasileira). Revista de Ciências Agrárias, v. 37, p. 20-28, 2014.

SANTOS, I. M. BIOINDICADORES DE QUALIDADE DE SOLO: microrganismos em um estudo de caso. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharel em Engenharia Ambiental). Campo Mourão: Universidade Tecnológica Federal do Paraná, 2015. 41 p.

SILVA, V. Fisiologia e Crescimento Bacteriano. Universidade Federal de Juíz de Fora, p. 117, 2017. Disponível em: < http://www.ufjf.br/microbiologia/files/2013/05/Fisiologia-ecrescimento-bacteriano-FAR.pdf>. Accesso em: 11 mai. 2017.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.