Gestão de efluentes líquidos e proposta de novo sistema de tratamento em abatedouro avícola da região oeste do Paraná

Thaís Caroline Krug, Eliane Hermes

Resumo


Este estudo teve por objetivo descrever a gestão de efluentes líquidos e propor um novo sistema de tratamento em um abatedouro avícola da região Oeste do Paraná. A descrição do processo de tratamento atual foi realizada após visitas ao sistema e dados coletados na indústria. A partir de revisão bibliográfica se propôs a implantação de um reator UASB seguido de uma lagoa aerada facultativa como tratamento biológico, visando aumentar a eficiência do tratamento em um tempo de detenção hidráulica (TDH) menor. Com base nos parâmetros analisados da indústria pode-se estimar a obtenção de um efluente final com DQO de aproximadamente 77,70 mg L-1 e DBO de 38,61 mg L-1, que se apresenta dentro dos parâmetros estabelecidos para lançamento em corpo d’água. A lagoa aerada facultativa poderá ser construída a partir da união de duas lagoas já existentes, totalizando 46.080 m³. O novo sistema proposto é uma alternativa viável para o tratamento de efluente da indústria frigorífica, alcançando uma alta eficiência na remoção de matéria orgânica, TDH e área reduzidos em comparação com o sistema atualmente aplicado.


Palavras-chave


Carga orgânica; Lagoa aerada facultativa; Reator UASB.

Texto completo:

PDF

Referências


Alvarez, R.; Lidén, G. Semi-continuous co-digestion of solid slaughterhouse waste, manure, and fruit and vegetable waste. Renewable Energy, v. 33, n. 2, p.726-734, 2008.

Giordano, G. Tratamento e controle de efluentes industriais. Mato Grosso: Apostila da ABES, 2004. 81 p.

Hamerski, F. Partida de um Reator anaeróbio de Fluxo ascendente com manta de lodo (UASB) no tratamento de efluentes provenientes de uma indústria de laticínios. 76 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Processo). Universidade Federal de Santa Maria, 2012.

Instituto Ambiental do Paraná (IAP). Parâmetros de lançamentos de efluentes líquidos de empreendimentos de avicultura em Corpos Hídricos. Disponível em Acesso em: 02 set 2016.

Jordão, E. P.; Pessoa C. A. Tratamento de esgoto doméstico. 6 ed. Rio de Janeiro: ABES, 2011.

Pozzi, E.; Del Nery, V.; Sakamoto, I. K.; Damianoc. M. H. R. Z.; Pires. E. C. Remoção de nitrogênio de efluente de reator UASB e perfil microbiano de lagoa de estabilização aerada facultativa tratando água residuária de abate de aves. ABES – Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental, 2016.

Rodrigues, L. S. Concepção e avaliação de sistema de tratamento com reator anaeróbio de manta de lodo (UASB) e lagoa de polimento para águas residuárias de suinocultura. 151 f. Tese (Doutorado em Ciência Animal), Universidade Federal de Minas Gerais, 2008.

Rodrigues, L. S.; Lopes, B. C.; Lima, C. A.; Ribeiro, M. C.; Santos R. P.; Silva I. J. Tratamento de efluentes de abatedouro de frangos por meio de reator UASB seguido de filtro anaeróbio. Arq. Bras. Med. Vet. Zootec. v. 68, n. 1, p.97-103, 2016.

Von Sperling, M. Lagoas de estabilização. 2 ed. Belo Horizonte: DESA. Universidade Federal de Minas Gerais, 2002.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.