Processos alternativos de tratamento de esgoto sanitário em condomínios e loteamentos de Caxias do Sul - Análise de viabilidade

Lia Barreto Gedoz, Romualdo Nunes Vanacôr

Resumo


Em loteamentos e condomínios que não são ligados às grandes estações de tratamento de efluentes (ETE) do município, necessitam de uma ETE local. Com base nisso, o presente trabalho tem como objetivo apresentar a comparação entre três sistemas de tratamento de esgotos domésticos e realizar a verificação da viabilidade destes. Em Caxias do Sul, usualmente, é utilizado, como sistema local de tratamento de efluente (SLTE), o tanque séptico seguido de filtro anaeróbio. Assim, foi realizado o dimensionamento de três SLTE sendo o primeiro o sistema tradicionalmente utilizado, o segundo um sistema híbrido de tanque séptico e filtro anaeróbio e o terceiro sendo um reator UASB seguido de filtro biológico aerado submerso. A análise de viabilidade foi realizada comparando os dois sistemas alternativos ao tradicional. A partir disto verificou-se que os dois sistemas alternativos são viáveis. Sendo o reator UASB viável tanto economicamente quanto ambientalmente, devido à sua maior eficiência de tratamento do efluente. E o sistema híbrido apresentou-se viável somente financeiramente, pois a sua eficiência é similar à do sistema tradicional de tanque séptico e filtro anaeróbio.


Palavras-chave


Efluentes domésticos; Sistema de tratamento local; Tanque séptico; Filtro anaeróbio.

Texto completo:

PDF

Referências


ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 13969: Tanques sépticos - Unidades de tratamento complementar e disposição final dos efluentes líquidos - Projeto, construção e operação. Rio de Janeiro, 1997.

______. NBR 7229: Projeto, construção e operação de sistemas de tanques sépticos. Rio de Janeiro, 1993.

CAXIAS DO SUL. Lei nº 6893, de 11 de dezembro de 2008. Altera e acresce parágrafos ao art. 47 da Lei n° 6.810, de 20 de dezembro de 2007, que disciplina o parcelamento do solo para fins urbanos, a regularização fundiária sustentável e dá outras providências. Disponível em: < http://www.camaracaxias.rs.gov.br/Leis/LO/LO-06893.pdf> Acesso em: 27 maio 2015.

______. Lei n° 189, de 02 de dezembro de 2002. Aprova o plano diretor de esgotamento sanitário da cidade de Caxias do Sul e dá outras providências.

______. Lei n° 6810, de 20 de dezembro de 2007. Disciplina o parcelamento do solo para fins urbanos, a regularização fundiária sustentável e dá outras providências. Disponível em: < https://www.caxias.rs.gov.br/_uploads/legislacao/lei_39.pdf > Acesso em: 27 maio 2015.

C. A.L. CHERNICHARO. 2007. Anaerobic Reactors, Biological Wastewater Treatment Series (Volume 4). London: IWA Publishing.

V.P. SOUSA, C.A.L. CHERNICHARO. Unidade compacta alternativa a tanques sépticos para o tratamento de esgotos de populações dispersas. 2004. p.8. Disponível em: http://www.bvsde.paho.org/bvsacd/assemae/esgotos/tanqsepti.pdf

E. P. JORDÃO, C. A. PESSÔA. Tratamento de esgotos domésticos. 2005.

L. ZHANG Anaerobic Treatment of Municipal Wastewater in a UASB-Digester System Temperature effect on system performance, hydrolysis and methanogenesis. 2016. Disponível em: < http://edepot.wur.nl/393388>

RIO GRANDE DO SUL (Estado). SECRETARIA ESTADUAL DE MEIO AMBIENTE. Portaria SEMA nº 045, de 30 outubro de 2007. Dispõe sobre implantação de sistemas simplificados de esgotamento sanitário nas zonas urbanas e de expansão urbana dos Municípios do Rio Grande do Sul.Disponívelem: Acesso em: 21 abr. 2015.

SABEI, T. R; BASSETTI, F. de J. Alternativas ecoeficientes para tratamento de efluentes em comunidades rurais. In. IX FÓRUM AMBIENTAL DA ALTA PAULISTA, 2013, São Paulo. Revista Saúde, Saneamento e Meio Ambiente. v. 9, n. 11, 2013, pp. 487-503. Disponível em: < http://www.amigosdanatureza.org.br/publicacoes/index.php/forum_ambiental/article/view/692/716> Acesso em: 11 abr 2015.

SOUSA, V.P., CHERNICHARO, C.A.L. Efeito da alimentação intermitente de vazões sobre a Estabilidade operacional de um sistema compacto de Tratamento de esgotos. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE ENGENHARIA SANITÁRIA E AMBIENTAL, 23º, 2005, Campo Grande. Anais Eletrônico... Campo Grande: ABES, 2005. Disponível em: Acesso em: 12 abr. 2015.

TCHOBANOGLOUS, GEORGE, F L. BURTON, H. D. STENSEL. "Metcalf & Eddy." Wastewater engineering: treatment and reuse. 2003.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.