Avaliação da ecoeficiência do sistema de filtração de água com a utilização de biocoagulante e bioadsorventes, para reúso direto não potável / Evaluation of the eco-efficiency of the water filtration system with the use of biocoagulant and bioadsorvents, for non-potable direct reporting

Anderson Gomes de Oliveira, Ícaro Thiago Andrade Moreira, Lais Maxixe Santos, Priscilla Neves Soares

Resumo


O fenômeno da má utilização da água provoca incansáveis buscas por soluções que possam fornecer água potável para as populações afetadas, redução progressiva dos impactos ao meio ambiente, e fornecimento de água para abastecimento humano, dentro dos padrões estabelecidos. A metodologia proposta tem por objetivo avaliar a ecoeficiência de um sistema de filtração de água com o uso da semente de Moringa oleifera e a Fibra de Coco liofilizada, com geração de lodo biodegradável. A água tratada deverá ser enquadrada segundo a CONAMA 357/05 e classificada segundo IQA e o IET, para posterior reúso direto não potável.

 


Palavras-chave


Moringa oleifera, Fibra de Coco, Sistema de Filtração, Reúso direto

Texto completo:

PDF

Referências


AGÊNCIA NACIONAL DE ÁGUAS. Indicadores de Qualidade – Indicie de Qualidade das Águas (IQA). Brasília: ANA. Disponível em: < http://portalpnqa.ana.gov.br/indicadores-indice-aguas.aspx>. Acesso em: 01 mar. 2016.

BRASIL. Conselho Nacional do Meio Ambiente – CONAMA. Resolução nº 357, de 17 de março de 2005. Publicado no D.O.U. nº 053. Dispõe sobre a classificação dos corpos de água e diretrizes ambientais para o seu enquadramento e dá providencias.Disponível em: http://www.mma.gov.br/port/conama/res/res05/res35705.pdf. Acesso em: 02 mar. 2016.

BRASIL. Conselho Nacional de Recursos Hídricos-CNRH. Resolução N°. 54, de 28 de Novembro de 2005- Critérios gerais para reúso de água potável. Disponível em: < http://www.cnrh.gov.br/index.php?option=com_content&view=article&id=14>. Acesso em 16 de Out. 2016.

BRASIL. Norma Brasileira - NBR. ABNT 10004 Resíduos Sólidos - Classificação. Rio de Janeiro: Disponível em: . Acesso em 13 ago.2016.

CALDAS, Alex Soares. Aproveitamento do Resíduo de Coco Verde (Cocos nucifera L.) como Sorvente em Derramamento de Petróleo em Ambiente Marinho. Universidade Federal da Bahia - Instituto de Geociências. Salvador, 2011. Disponível em: . Acesso em 18 de nov. de 2016.

CASTILHOS, Lisane Fernanda Fabro de. Aproveitamento da fibra de coco. Serviço Brasileiro de Respostas Técnicas (BRT) - Dossiê técnico. Instituto de Tecnologia do Paraná – TECPAR. Curitiba. 2011.

CASTRO, Sebastião Venâncio De. Efeitos de Metais Pesados Presentes na Água Sobre a Estrutura das Comunidades Bentônicas do Alto Rio das Velhas-MG. Programa de Pós-Graduação em Saneamento, Meio Ambiente e Recursos Hídricos da UFMG. Belo Horizonte, 2006. Disponível em: . Acesso em 19 de Nov. de 2016.

Companhia Ambiental do Estado de São Paulo- CETESB. Norma Técnica L5.306. Determinação de Clorofila a e Feofitina a: método espectrofotômetro. Fevereiro/2014, homologada pela Decisão de Diretoria – D.D. 093/2014/E, de 08/04/2014. Publicada no Diário Oficial do Estado de São Paulo – Caderno Executivo I, v.124 (71) de 15/04/14, Poder Executivo, Seção I, p. 53 a 55. Disponível em: http://www.cetesb.sp.gov.br/wp-content/uploads/sites/11/2013/11/L5306.pdf

CUNHA, Raquel W.; GARCIA JR., Manoel D. N.; ALBERTONI, Edélti F.; PALMA-SILVA, Cleber. Qualidade de Água de uma Lagoa Rasa em Meio Rural no Sul do Brasil. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental – v.17, n.7, p.770-779. Campina Grande, PB, 2013.

FRANÇA, Gabriel; MELO, Tâmara. Características das Bacias Hidrográficas que Compõe a Cidade do Salvador. Disponível em: http://descobrindoaguas.blogspot.com.br/p/caracteristicas-das-Bacias.html Acesso em 13 out.2016.

GEORGE, Shinomol; REVATHI, Bhanu; N, Deepa; SHEREGAR, Pooja. N. A Study on the Potential of Moringa Leaf and Bark Extract in Bioremediation of Heavy Metals from Water Collected from Various Lakes in Bangalore. Science Direct Department of Biotechnology, Dayananda Sagar College of Engineering, Bangalore, Affiliated to Visvesvaraya Technological University, Belagavi India, 2015.

Guia nacional de coleta e preservação de amostras: água, sedimento, comunidades aquáticas e efluentes líquidos / Companhia Ambiental do Estado de São Paulo; Organizadores: Carlos Jesus Brandão ... [et al.]. -- São Paulo: CETESB; Brasília: ANA, 2011.

LIMA, Niedja Maria. Aplicação da Moringa oleifera no tratamento de água com turbidez. 2015. 56 f. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento de Processos Ambientais). Pró-Reitoria Acadêmica. Universidade Católica de Pernambuco. Recife, 2015.

MIHELCIC, James R.; ZIMMERMAN, Julie Beth. Engenharia Ambiental: Fundamentos, Sustentabilidade e Projeto. Rio de Janeiro: LTC, 2015.

NEVES. Aidê Batista. Tutela Jurídica do Parque Pituaçu como Remanescente da Mata Atlântica, em Área Urbana, no Município de Salvador/ BA. Universidade Católica do Salvador – Superintendência de Pesquisa e Pós-graduação. Salvador, 2011. Disponível em: http://tede.ucsal.br/tde_arquivos/2/TDE-2011-12-12T155109Z213/Publico/AIDE%20BATISTA%20NEVES.pdf >. Acesso em 21 de nov. de 2016.

PATERNIANI, José E. S.; MANTOVANI, Marcia C.; SANT’ANNA, Marcia R.. Uso de sementes de Moringa oleifera para tratamento de águas superficiais. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental. Campina Grande, v. 13, n. 6, p. 765-771, 2009.

Programa Monitora – Programa de Monitoramento da Qualidade das Águas do Estado da Bahia. Metodologia e Significado Ambiental dos Parâmetros. Primeira Campanha trimestral - Março, 2010.

RIBEIRO, Ana Teresa Alves; Aplicação da Moringa oleifera no Tratamento de Água para consumo humano. Remoção de poluentes por coagulação –floculação. Portal tratamento de água, Faculdade de Engenharia- Universidade do Porto. Janeiro, 2010. Disponível em: http://tratamentodeagua.com.br/artigo/aplicacao-da-moringa-oleifera-no-tratamento-de-agua-para-consumo-humano/ Acesso em 30 set.2016.

RODRIGUES, Luciana; MUNIZ, Tiago; SAMARÃO, Solange; CYRINO, André. Qualidade de mudas de Moringa oleifera Lam. Cultivadas em substratos com fibra de coco verde e compostos orgânicos. Revista Ceres, Viçosa, v. 63, n.4, p. 545-552, jul/ago, 2016.

URBANO, Edson; Moringa oleifera. São Paulo, 2011. Disponível em: http://www.sempresustentavel.com.br/terrena/moringa-oleifera/moringa-oleifera.htm. Acesso em 15 set.2016.

ZAMPERO, Rosângela. Uso da semente da Moringa oleifera no tratamento de efluente líquido na indústria de vidros. 2011. 50 f. Dissertação (Mestrado Profissional em Sistemas de Produção na Agropecuária). Universidade José do Rosário Vellano, Alfenas, 2011.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.