Avaliação do comportamento de resinas epoxídicas submetidas a ciclos de umidade/ Evaluation of epoxy resin behavior subjected to moisture cycles

Gláucia Maria Dalfré, Luiz Antonio Sarti Junior, Matusalém do Carmo de Oliveira, Ciro José Ribeiro Villela Araújo

Resumo


Um programa experimental de longa duração encontra-se em andamento e tem por objetivo a análise do comportamento de resinas epoxídicas utilizadas em sistemas de reforço de estruturas e aplicadas segundo a técnica Externally Bonded Reinforcement (EBR). Neste sentido, corpos de prova de resinas foram moldados e, após 14 dias de idade, mantidos em ambiente protegido ou expostos a ciclos de umidade e posteriormente ensaiados nas idades de 4, 8 e 12 meses. A resina A (primer) apresentou redução da tensão de tração e módulo de elasticidade de até 74% e 69%, respectivamente, quando comparado aos resultados obtidos nos ensaios realizados aos 14 dias (referência). Para além disso, verificou-se o amolecimento da matriz para a idade de 8 meses. A resina B (laminação) apresentou reduções de até 51% e 43% da tensão máxima e módulo de elasticidade, respectivamente, quando exposta a ciclos de umidade.

 


Palavras-chave


Degradação; durabilidade; resinas epoxídicas; ciclos de umidade

Texto completo:

PDF

Referências


HOLLAWAY, L. (1993). Polymer Composites for Civil and Structural Engineering. Chapman & Hall, Glasgow.

MACHADO, A. P.; MACHADO, B. A. (2015). Reforço de estruturas de concreto armado com sistemas compostos FRP. São Paulo: Pini.

ISIS (2006). Durability of FRP Composites for Construction: Educational Module no.8:, The Canadian Network of Centers of Excellence on Intelligent Sensing for Innovative Structures, ISIS Canada Corporation, Manitoba, Canada.

SOUZA, V. C.; RIPPER, T. Patologia, recuperação e reforço de estruturas de concreto. São Paulo: Pini, 1998. 255 p.

SILVA, P. M. (2017). Time-dependent behavior and durability of RC slabs strengthened with NSM CFRP strips. Thesis, Universidade do Minho, Portugal.

HELBLING, C.; KARBHARI, V. M. (2017). Durability of composites in aqueous environments. In: Durability of Composites for Civil Structural Applications, USA: CRC Press, 2007.

WEITSMAN, Y.J.; ELAHI, M. (2000). Effects of fluids on deformation, strength and durability of polymeric composites – an overview. Mechanics of time-dependent materials, v.4, p.107-126.

GHORBEL, I.; VALENTIN, D. (1994). Hydrothermal effects on the physico-chemical properties of pure and glass fiber reinforced polyester and vinylester resins. Polymer Composites, v.14, n.4, p.324-334, 1994.

YANG, Q.; GUIJUN, X.; KARBHARI, V. (2008). Hygrothermal ageing of an epoxy adhesive used in FRP strengthening of concrete. Journal of Applied Polymer Science, v.107, n.4, p. 2607-2617, 2008.

SILVA, P.; FERNANDES, P.; SENA-CRUZ, J.; XAVIER, J.; CASTRO, F.; SOARES, D.; CARNEIRO, V. (2016). Effects of different environmental conditions on the mechanical characteristics of a structural epoxy. Composites Part B., v.88, p.55-63.

ABANILLA, M.A.; LI, Y.; KARBHARI, V. M. (2005). Durability characterization of wet layup grafite/epoxy composites used in external strengthening. Composites Part B, v.37, p. 200-212.

BENZARTI, K.; CHATAIGNER, S.; QUIERTANT, M.; MARTY, C.; AUBAGNAC, C. (2011). Accelerated ageing behavior of the adhesive bond between concrete specimens and CFRP overlays. Construction and Building Materials, v.25, p.523-538.

Ferreira, D. C. (2019). Durabilidade de vigas de concreto armado reforçadas com mantas de CFRP. Dissertação. Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil. Universidade Federal de São Carlos. São Carlos.

Oliveira, M. C. (2019). Análise do Comportamento Estrutural e Durabilidade de Pilares de Concreto Armado Reforçados com Manta de GFRP. Dissertação. Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil. Universidade Federal de São Carlos. São Carlos.

ESCOBAL, A. D.; DALFRÉ, G. M. (2017). Caracterização da degradação de adesivos estruturais utilizados em sistemas de reforço de estrutura de concreto armado. Relatório científico de progresso. Projeto FAPESP – Processo 2016/20025-6. São Carlos, SP.

INTERNATIONAL ORGANIZATION FOR STANDARDIZATION. ISO 527-2: Plastics - determination of tensile properties - Part 2: test conditions for moulding and extrusion plastics. Geneva, Switzerland, 5 pp, 2012.

INTERNATIONAL ORGANIZATION FOR STANDARDIZATION. ISO 527-5: Plastics - determination of tensile properties - Part 5: Test conditions for unidirectional fibre-reinforced plastic composites. Geneva, Switzerland, 5 pp, 2012.




DOI: https://doi.org/10.34115/basrv4n1-003

Apontamentos

  • Não há apontamentos.