As informações nos portais das Prefeituras e questões de usabilidade ao cidadão nos sítios eletrônicos das Prefeituras do Estado do Paraná / The information in the portals of the City halls and questions of usability to the citizens in the electronic sites of the Municipalities of the State of Paraná

Adriana Karin Goelzer Leinig, José Simão de Paula Pinto

Resumo


A informação e tecnologia estão fortemente ligadas, e seu usuário cada vez mais possui a necessidade de busca pela informação e na utilização de ferramentas tecnológicas para este propósito. Dentro de ambiente públicos, o cenário da informação está focado, na sua disposição para o cidadão, através amparos legais. A facilidade de busca pela informação de forma clara, objetiva e fácil, também devem estar presentes aos usuários. A junção da busca pela informação utilizando a tecnologia, traz o computador como uma ferramenta muito usual, aliado ao uso da internet. Desta forma uma gestão da informação eficiente faz-se necessária, subsidiando os desafios enfrentados principalmente pela divulgação da informação, devendo ser tratada como estratégica ao acesso de informação. Com isso, o objetivo desta pesquisa retrata na avaliação dos portais eletrônicos de quatorze prefeituras do Estado do Paraná – Brasil, analisando a usabilidade das informações de acordo com critérios legais de apoio ao acesso de informação ao cidadão, através da aplicação de um protocolo de pesquisa, do qual é constituído de quatorze questões. A aplicação do protocolo, pode atingir uma nota máxima 27 pontos, de acordo com a importância do critério aliado às regulamentações vigentes. A coleta de dados foi compreendida entre os dias 25 e 30 de agosto de 2018 e seus resultados verificam a disponibilidade do Portal de Transparência e a disposição dos processos licitatórios, e como ponto de melhora, sugerem uma padronização entre os sítios eletrônicos, com o objetivo de facilitar a navegação do usuário final na busca pela informação desejada.


Palavras-chave


Informação. Portal da Transparência. Tecnologia. Licitações. Acesso Informação. Usabilidade da Informação.

Texto completo:

PDF

Referências


HAFFEY, D. WOOD, S. Business Information Management. Improving Performance Using Information Systems, Prentice Hall. Financial times. 2005.

CYBIS, W. BETIOL, A. H. FAUST, R Ergonomia e usabilidade: conhecimentos, métodos e aplicações. 2. Ed. Sao Paulo. Novatec Editora. 2010.

DAVENPORT, Thomas H. Estratégia da informação. n: ______. Ecologia da informação: porque só a tecnologia não basta para o sucesso na era da informação. Tradução: Bernadete Siqueira Abrão. São Paulo: Futura, 1998.

FELIX, W. Introdução à Gestão da Informação. Administração & Sociedade. Alínea Editora. Campinas SP. 2003.

FERREIRA, Fernando Nicolau Freitas. Segurança da Informação. Rio de Janeiro: Ciência Moderna, 2003.

FOGLI, D., GUIDA G. – A pratical approach to the Assessment of quality in use of corporate web sites.. Journal of Systems and Software. Elsevier p. 52-65. 2015.

MCGEE, J. V.; PRUSAK, L. Gerenciamento estratégico da informação: aumente a competitividade e a eficiência de sua empresa utilizando a informação como uma ferramenta estratégica. 12. ed. Rio de Janeiro: Campus, 2003.

PUJARI, D. WRIGHT, G. PEATTIE, K. Green and competitive Influences on environmental new product development performance. Elsevier. Journal of Business Research. v. 56, p. 657 – 671, 2003.

SANTOS, L. R. N. Gestão da Informação Científica Aberta: Um Estudo Aplicado a Vídeo Científico em Eventos. Dissertação (Mestrado Ciência, Gestão e Tecnologia da Informação) UFPR. Curitiba. Paraná. 2017.

IBGE Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Cidades mapas e municípios. Disponível emAcesso em 18 de abril 2018

KRUG, S. Não me faça pensa! 2. Ed. Rio de Janeiro. Alta Books. 2006

LEE, S. KOUBEK, R. J. - The effects of usability and web design attributes on user preference for e-commerce web sites. Elsevier. Computer in Industry. P. 329-341. 2010.

BRASIL. Lei nº 8.666, de 21 de junho de 1993. Regulamenta o art. 37, inciso XXI, da Constituição Federal, institui normas para licitações e contratos da Administração Pública e dá outras providências. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Brasília,DF,21jun.1993.Disponível em: . Acesso em: 04 de maio de 2017.

___, Lei 9784, de 29 de janeiro de 1999. Diário Oficial da União, Poder Legislativo, Brasília,DF,29jan.1999. Disponível em . Acesso em 04 de maio de 2017.

LEINIG, A. K. G. PINTO, J. S. P. CATAPAN, A. CATAPAN E. A. VEIGA, C. P. PANUCCI, L. F., VERONA, L. A. BUENA, P. V. COSTA, E. V. J. CASTRO, A. DERETTI, S. - Electronic Reverse Auction: An Analysis of Its Use in Public Administrations of Cities in Brazil. Australian Journal of Basic and Applied Sciences, August 2014, Pages: 274-281

MELLO, G. R.; SLOMSKI, V. Índice de governança eletrônica dos estados brasileiros (2009): no âmbito do poder executivo. Revista de Gestão da Tecnologia e Sistemas de Informação, São Paulo, v. 7, n. 2, p. 375-408, 2010.

ORNA, E. Pratical Information polices. How to manage information flow in organizations. Gower. USA. 1990.

PAVANELI, A. B. Divulgação de Informações sobre contratos firmados para a aquisição de bens e execução de obras e Serviços Públicos: Um Protocolo para avalição de Portais Estaduais. Dissertação (Mestrado Ciência, Gestão e Tecnologia da Informação) – Universidade Federal do Paraná, Paraná, 2015.

ROSENFELD, L; MORVILLE, P. Information Architecture for the World Wide Web, 3ª Edição, Sebastopol, CA. O´Reilly, 2006.

SILVA, C. R. A. Princípio da transparência na Administração Pública. Disponível em . Acesso em 04 de maio de 2017.

TAYLOR, A. 2014. Postmodernist and consumerist influences on information consumption. Kybernetes.

VAUGHAN, L. FRÍAS, E. R Exploring Web keyword analysis as an alternative to link analysis: a multi-industry case. Springer, Scientometrics, p. 217-232, 2012.

VIANA, C. P. O Princípio Constitucional da Transparência e sua relação com o Modelo de Excelência em Gestão Pública. IV Congresso CONSAD de Gestão Pública. Centro de Convenções Ulysses Guimarães. Brasília, DF. 2011.

VILELLA, R. M. Conteúdo, usabilidade e funcionalidade: três dimensões para avaliação de portais estaduais de governo eletrônico na web. 2003. Dissertação (Mestrado em Ciência da Informação) - Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2003.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.