Influência do PBL no engajamento de estudantes de um curso de engenharia de produção / Influence of PBL on engaging students in a production engineering course

Alexandre Korbage do Fanno, Roxana Maria Martinez Orrego, Raquel Cymrot

Resumo


A geração Y difere das demais gerações em uma série de aspectos, tais como o apreço ao trabalho em grupo, a realização de multitarefas, a ambição, a informalidade,o conhecimento do uso de tecnologias, entre outros, requerendo que novas metodologias de ensino sejam aplicadas. Entre as novas metodologias de ensino ativo destaca-se o Problem Based Learning (PBL)que é um método de ensino, aplicado a pequenos grupos de alunos os quais adquirem conhecimentos e habilidades ao investigar e resolver problemas complexos que são propostos. O presente trabalho faz o diagnóstico do estágio de maturidade da aplicação do PBL em onze disciplinas analisadas de um curso de Engenharia de Produção de uma universidade brasileira e do engajamento de seus alunos.A pesquisa utilizou dois questionários distintos que deviam ser respondidos por cada aluno pesquisado. Foram coletados 247 questionários que identificavam o nível de engajamento dos alunos no curso de Engenharia de Produção,cuja média foi igual a 2,85 em uma escala de 1 a 4. Já os 243 questionários que identificavam o nível de maturidade do PBL neste curso resultaram em um nível de engajamento médio igual a1,12, em uma escala de 0,5 a 1,5, indicando em média um nível de maturidade inicial no uso do PBL. Foi detectada uma forte correlação linear positiva (r = 0,86) entre uso do PBL e engajamento dos alunos na análise disciplina por disciplina.


Palavras-chave


PBL; Geração Y; Engajamento; Ensino; Engenharia de Produção

Texto completo:

PDF

Referências


AHLFELDT, S.; MEHTA, S.; SELLNOW, T. Measurement and analysis of student engagement in university classes where varying levels of PBL methods of instruction are in use. Higher Education Research & Development, v. 24, n. 1, p. 5-20, 2005.Disponívelem: . Acesso em: 25 mar. 2015.

ANASTASIOU, L. G. C. Da visão de ciência á organização curricular. In: ANASTASIOU, L. G. C.; ALVES, L. P. Estratégias de ensinagem: Processos de ensinagem na universidade: pressupostos para as estratégias de trabalho em aula. Joinville: Ed. Joinville, 2012. Disponível em . Acessoem: 21 jan. 2015.

BANNON, S; FORD, K; MELTZER, L. Understanding Millennials in the workplace. The CPA Journal, v. 81, n. 11, p. 61, 2011. Disponível em: .Acessoem: 23 ago. 2015.

BEEKMAN, T. Fill in the generation gap. StrategicFinance, set. 2011. Disponível em: . Acessoem: 20 jul. 2014.

CEKADA, T. L. et al. Training a Multigenerational Workforce: Understanding Key Needs & Learning Styles. Professional Safety, v. 57, n. 3, p. 40-44, 2012.

Disponível em . Acesso em: 9 nov. 2014.

FIGUERÊDO, C. O. PBL test: um modelo para avaliação da maturidade de processos de ensino na abordagem PBL. Monografia (Curso de Especialização em Gestão da Tecnologia da Informação)- Centro de Informática da Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2012. Disponível em: . Acessoem: 25 mar. 2015.

HUNG, W; JONASSEN, D. H.; LIU, R. Problem-based learning. Handbook of research on educational communications and technology, v. 3, p. 485-506, 2008.Disponivel em: . Acesso em: 20 mar. 2015.

MARTINS, G. de A. Sobre Confiabilidade e Validade. Revista Brasileira de Gestão de Negócios. São Paulo, v. 8, n. 20, 2006. Disponível em: . Acessoem: 19 out. 2014.

POLANCO, R; CALDERÓN, P; DELGADO, F. Effects of a problem‐based learning program on engineering students’ academic achievements in a Mexican university 1. Innovations in Education and Teaching International, v. 41, n. 2, p. 145-155, 2004. Disponívelem: . Acesso em: 03 abr. 2015.

PRENSKY, M. Digital natives, digital immigrantspart1. On the horizon, v. 9, n. 5, p. 1-6, 2001. Disponível em: . Acesso em: 05 jun. 2015.

SIMÕES, L.; GOUVEIA, L. Geração Net, Web 2.0 e ensino superior. Cadernos de Estudos Mediáticos, n. 6, 2008. Disponível em: Acesso em: 13 jan. 2015.

TAPSCOTT, D. Grown up digital, how the Net Generation is changing your world.New York, NY: McGraw-Hill Professional, 2009.

TULGAN, B. Not everyone gets a trophy: How to manage generation Y. John Wiley & Sons, 2009.

VERAS, M. (Org.). Inovação e métodos de ensino para nativos digitais. São Paulo: Atlas, 2011.

WOOD, D. F. Problem based learning. Bmj, v. 326, n. 7384, p. 328-330, 2003.Disponível em: . Acessoem: 13 set. 2015.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.