Estruturação de um programa de segurança de processo a partir da modelagem quantitativa de riscos em planta química de produção de cloro-álcali por tecnologia de membranas / Structuring of a process safety program from the quantitative modeling of risks in a chemical plant for the production of chlor-alkali by membrane technology

Helton Luiz Santana Oliveira, Leonardo Tupi Caldas Pereira, Gilson Brito Alves Lima, Celso de Freitas Filho, Alexandre Elias Ribeiro Denizot

Resumo


Este artigo trata da estruturação de um programa de segurança de processo na indústria química de cloro-álcali. A despeito de proporcionar uma visão geral de todo o processo, é dada uma maior ênfase ao estudo de identificação de perigos e riscos nas instalações da estocagem de cloro de uma planta química de produção de cloro por tecnologia de membranas. O estudo envolveu o método da pesquisa-ação e como estratégia de coleta de dados serviu-se de visitações para reconhecimento às instalações, entrevistas informais com os trabalhadores do local, registros fotográficos, levantamentos de requisitos técnico-legais. Como técnica de análise para a etapa qualitativa utilizou-se a Análise Preliminar de Perigos, classicamente também conhecida como Análise Preliminar de Riscos e para a etapa quantitativa foi feito o emprego do software PHAST, que se utiliza do modelo de dispersão unificado (UDM - Unified Dispersion Model), que é um modelo matemático de parâmetros concentrados usando relações semi empíricas. Através das simulações de cenários são verificadas as eficiências de cada medida mitigadora recomendada com vistas a se ter a maior redução possível de risco de liberações não intencionais de cloro.

Palavras-chave


Segurança de processo; Análise quantitativa de riscos; Planta de produção cloro álcali; Modelo de dispersão unificado (UDM); Tecnologia de membranas.

Texto completo:

PDF

Referências


ANDRADE, M.H.S. - Estudo e Otimização da Fluidodinâmica do Anólito de Celas de Cloro-Soda com Tecnologia de Diafragma. Tese de doutorado em Engenharia de Processos. UFCG, Campina Grande - PB, 2006.

BENINTENDI, R. – Process safety calculations. Elsevier: IChemE, First edition, 2018.

BERNATIK, A.; LIBISOVA.M. - Loss prevention in heavy industry: risk assessment of large gasholders. J. Loss Prev. Proc., 17, 2004.

BROOK, D.R.; FELTON, N.V.; CLEM, C.M.; STRICKLAND, D.C.; GRIFFITHS, I.H.; KINGDON, R.D. - Validation of the urban dispersion model (UDM). Int. J. Environ. Pollut., 20, 2003;

CCPS. Diretrizes para segurança de processo baseada em risco. Rio de Janeiro: Editora Interciência: Petrobras, 2014.

CETESB (2014). Norma CETESB P4.261: 2014 - Manual de Orientação para a elaboração de Estudos de Análise de Riscos. São Paulo: Companhia Ambiental do Estado de São Paulo, 2014.

CROWL, D. A. LOUVAR, J. F. - Chemical Process Safety: Fundamentals with applications. Prentice Hall International Series in the Physical and Chemical Engineering Sciences. Third edition, 2011.

DNV Software (2014). PHAST 7.01. Software para cálculo de consequências, versão 7.01.

FERNANDES, E.; GUIMARÃES, B.A.; GLÓRIA, A.M.S. - O setor de soda-cloro no Brasil e no mundo. BNDES Setorial, Rio de Janeiro, n. 29, p. 279-320, 2009.

O’BRIEN, T.F.; BOMMARAJU, T.V.; HINE, F. – Handbook of chlor-alkali technology. Volume I: Fundamentals. Springer, 2005.

SCHMITTINGER, P. – Chlorine: Principles and Industrial Practice. Wiley-VCH, 2000.

SOUZA JUNIOR, A.B. - Planejamento de Emergência para Acidentes Industriais com Consequências Externas: Experiência Internacional e a Situação Brasileira. COPPE. Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2002.

The Netherlands Organisation, TNO - Methods for the determination of possible damage (Green Book), CPR 16E. 2nd edition, The Netherlands Organizational of Applied Scientific Research, The Netherlands, 2005.

ZAVARIZ, C. - Contaminação por uso do mercúrio no Brasil. Associação de Consciência à Prevenção Ocupacional, 2004.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.