Biometria de frutos e sementes de Sebastiania commersoniana (Baillon) L.B. Smith & R. J. Downs / Biometry of fruit and seeds of Sebastiania commersoniana (Baillon) L.B. Smith & R. J. Downs

Sérgio Roberto Garcia dos Santos, Ivor Bergemann de Aguiar, Sebastiana Dutra Souza Revoredo da Silva

Resumo


Sebastiania commersoniana, conhecida como branquilho, é uma espécie arbórea, da família Euphorbiaceae, característica das matas ciliares das regiões sul e sudeste do Brasil, aparecendo também em países como Argentina, Paraguai e Uruguai. A espécie é característica dos estágios sucessionais iniciais, muito comum nas matas ciliares, sendo fonte de alimento para aves e peixes, em razão destas características apresenta grande interesse ambiental, sendo muito utilizada em trabalhos de recomposição em áreas às margens de rios. Em virtude da importância ecológica da S. commersoniana, e por serem escassos estudos de biometria com a espécie, o presente trabalho teve por objetivo obter os valores biométricos dos seus frutos e sementes, além do peso de mil sementes. Como resultados finais deste estudo tem-se que: 1- um quilograma de sementes contém em média 57.000 sementes; 2- peso de mil sementes é em média 17,51g; 3- os frutos maduros medem em média 7,40 mm de altura e 8,20 mm de diâmetro e 4- as sementes medem em média 4,70 mm de comprimento e 2,60 mm de diâmetro.

 


Palavras-chave


índices biométricos; espécie florestal; mata ciliar; importância ambiental

Texto completo:

PDF

Referências


BARBOSA, J. M., MACEDO, A. C. Essências florestais nativas de ocorrência no Estado de São Paulo, informações técnicas sobre: sementes, grupo ecológico, fenologia e produção de mudas. São Paulo: Instituto de Botânica e Fundação Florestal, 1993, 125p.

BRAGA, L. F., SOUSA, M. P., GILBERTI, S., DE CARVALHO, M. A. C. Caracterização morfométrica de sementes de castanha de sapucaia (Lecythis pisonis Cambess - Lecythidaceae). Revista de Ciências Agro-Ambientais, Alta Floresta, v.5, n.1, p.111–116, 2007. Acesso em: 05/12/2018.

http://www.ebah.com.br/content/ABAAAAWgMAC/caracterizacao-morfometrica-sementes-castanha-sapucaia-lecythis-pisonis-cambess-lecythidaceae

BRASIL. Ministério da Agricultura e Reforma Agrária. Regras para a Análise de Sementes. Brasília: SNDA/DNDV/CLAV, 2009. 399p.

http://www.agricultura.gov.br/assuntos/insumos-agropecuarios/arquivos-publicacoes-insumos/2946_regras_analise__sementes.pdf Acesso em: 05/12/2018.

CARVALHO, P. E. R. Espécies arbóreas brasileiras. Brasília, DF: Embrapa Informação Tecnológica; Colombo: Embrapa Florestas, 2003. v.1. 1039p.

CRUZ, E. D.; MARTINS, F. de O.; CARVALHO, J. E. U. de. Biometria de frutos e sementes e germinação de jatobá-curuba (Hymenaea intermedia Ducke, Leguminosae - Caesalpinioideae). Revista Brasileira de Botânica, São Paulo, v.24, n.2, p.161-165, 2001. http://www.scielo.br/pdf/rbb/v24n2/a05v24n2.pdf Acesso em: 05/12/2018.

EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA – EMBRAPA. Monitoramento da fenologia vegetativa e reprodutiva de espécies nativas dos biomas brasileiros: branquilho. EMBRAPA Florestas: textos técnicos, cartilhas e folders, 2011. https://ainfo.cnptia.embrapa.br/digital/bitstream/item/56318/1/2012-folder-fenol-branquilho.pdf Acesso em: 17/05/2018.

FERREIRA, P.I.; FERREIRA, P. I.; GOMES, J. P.; BATISTA, F.; BERNARDI, A. P.; COSTA, N. C. F.; BORTOLUZZI, R. L. C.; MANTOVANI, A. Espécies potenciais para recuperação de áreas de preservação permanente no Planalto Catarinense. Floresta e Ambiente, Seropédica, v.20, n.2, p.173-182, 2013.

http://www.scielo.br/pdf/floram/v20n2/a04v20n2.pdf Acesso em: 05/12/2018.

FONTENELLE, A. C. F.; ARAGÃO, W. M.; RANGEL, J. H. A. Biometria de frutos e sementes de Desmanthus virgatus (L) Willd Nativas de Sergipe. Revista Brasileira de Biociências, Porto Alegre, (Nota Científica) v.5, n.1, p.252-254, 2007. file:///C:/Users/Sergio/Downloads/275-2009-1-PB.pdf Acesso em: 05/12/2018.

GOMES, F. P. Curso de estatística experimental. Piracicaba: NOBEL, 1987. 467p.

LONGHI, R. A. Livro das árvores: e arvoretas do sul. 2.ed. Porto Alegre: L&PM, 1995. 176p.

LORENZI, H. Árvores brasileiras: Manual de identificação e cultivo de plantas arbóreas nativas do Brasil. Nova Odessa: Editora Plantarum, 2002. 384p.

PAOLI, A. A. S.; BIANCONI, A. Caracterização morfológica de frutos, sementes e plântulas de Pseudima frutescens (Aubl.) Radlk. (Sapindaceae). Revista Brasileira de Sementes, v.30, n.2, p.146-155, 2008.

http://dx.doi.org/10.1590/S0101-31222008000200018 Acesso em: 05/12/2018.

PIÑA-RODRIGUES, F. C. M, AGUIAR, I. B. Maturação e dispersão de semente. In: AGUIAR, I. B., PIÑA-RODRIGUES, F. C. M, FIGLIOLIA, M. B. (Coord.). Sementes Florestais Tropicais. Brasília: ABRATES, 1993, p. 215-274.

REITZ, R.; KLEIN, R. M.; REIS, A. Projeto madeira do Rio Grande do Sul. Porto Alegre: CORAG, 1988. 525p.

SÁ, E. A.; CAMPOS, R. A. S. Biometria de frutos e sementes e germinação de Ximbaúva (Enterolobium contortisiliquum (Vell). Morong). In: 2ª JORNADA CIENTÍFICA DA UNEMAT, Resumo Expandido, 2009, p.1-4. http://www.unemat.br/eventos/jornada2009/resumos_conic/Expandido_00146.pdf

Acesso em: 05/12/2018.

SOUZA, S. M. A. Estudos morfológicos e filogenéticos de Sebastiania Spreng. (Hippomaneae, Euphorbiaceae). 2011. 122 f. Dissertação (Mestrado em Botânica) – Universidade Rural de Pernambuco, Recife-PE. 2011.

http://www.tede2.ufrpe.br:8080/tede2/bitstream/tede2/4935/2/Sarah%20Maria%20Athie%20de%20Souza.pdf Acesso em: 05/12/2018




DOI: https://doi.org/10.34115/basrv3n4-011

Apontamentos

  • Não há apontamentos.