Tópicos em educação a distância: a história de um curso de formação de professores pelo espelho de interações em fóruns virtuais / Topics in distance education: the history of a teacher training course by the mirror of interactions in virtual forums

Francisco Renato Lima

Resumo


Integrando-se de modo cada vez mais profícuo ao contexto educacional, a Educação a Distância (EaD), viabilizada por meio de diferentes mídias e tecnologias digitais, aparece no cenário dos cursos de formação de professores, como ferramenta de democratização do conhecimento, garantia de acesso a níveis evolutivos de escolaridade e atualização permanente do trabalho docente. Sob essa condição, a proposta apresentada nesse texto, resulta da reunião de participações em fóruns virtuais nas disciplinas de um curso de pós-graduação lato sensu em Educação a Distância, da Universidade Norte do Paraná (UNOPAR), no qual, o autor, na condução do processo de aprendizagem, tomou para si, a responsabilidade de assumir a formação continuada como uma necessidade permanente, que se entrelaça as suas escolhas profissionais e pessoais, no endereçamento de uma prática autônoma, capaz de criar, recriar e ressignificar o próprio processo de aprender, como atividade cognitiva complexa e que lhe possibilita intervir no mundo. Para a elucidação desse propósito, na escrita deste texto, seguiu os seguintes passos: a) introdutoriamente, contextualizou o papel da EaD e das mídias tecnológicas no cenário educativo atual, a partir de Belloni (2006), Levi (1999) e Lobo Neto (2006); b) como procedimento metodológico, utilizou as participações nos fóruns das disciplinas como corpus de amostragem de suas experiências formativas; c) teoricamente, tratou da noção de fórum na EaD e o papel da tutoria na mediação pedagógica, com base em Bakhtin (2011), Faria (2002), Marcuschi (2010a/2010b), Masetto (2008), Pretti (1996), Vygotsky (2002/2003) e Xavier; Santos (2005); e d) então, teceu a ininterrupta ‘colcha de retalhos’, com os microtextos que expressam o percurso vivenciado no curso de especialização em EaD. Esses microtextos, escritos de forma orientada e com objetivos de ensino e aprendizagem bem definidos pelos tutores das disciplinas, apresentam-se de modo fundamentado e contextualizado, possibilitando que se perceba o intrincado processo de interação, que favorece o ensino e a aprendizagem, através da mediação pedagógica e da ação dialógica e reflexiva das mídias digitais como oportunidades de formação continuada.

 


Palavras-chave


Educação a Distância. Formação de professores. Fóruns. Tutoria. Mediação Pedagógica.

Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA, Laura Isabel Marques Vasconcelos de; VASCONCELOS, Maria Auxiliadora Marques. Os significados e uso das tecnologias da informação e comunicação na educação. UNOPAR Cient., Ciênc. Human. Educ., Londrina, v. 15, n. 2, p. 123-128, Jun. 2014. Disponível em: < http://www.pgsskroton.com.br/seer/index.php/ensino/article/viewFile/543/512 >. Acesso em: 29 nov. 2016.

AMARILLA FILHO, Porfírio. Educação a distância: uma abordagem metodológica e didática a partir dos ambientes virtuais. Educação em Revista. Belo Horizonte, v. 27, n. 02, p. 41-72, ago. 2011. Disponível em: < http://www.scielo.br/pdf/edur/v27n2/a04v27n2.pdf >. Acesso em: 30 jan. 2017.

BAKHTIN, Mikhail. Estética da criação verbal. Tradução Paulo Bezerra. 6. ed. São Paulo: Martins Fontes, 2011.

BAKHTIN, Mikhail (VOLOCHINOV, Valentin Nikolaevich). Marxismo e filosofia da linguagem. Tradução Michel Lahud e Yara Frateschi Vieira. 13. ed. São Paulo: Hucitec, 2009.

BELLONI, Maria Luisa. Educação a Distância. Campinas: Autores Associados, 2006.

BRASIL. Lei nº. 9.394, de 20 dez. 1996. Estabelece as Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 23 dez. 1996.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação a Distância. Referenciais de qualidade para educação superior a distância. Brasília: MEC/SEED, 2007.

CANTINI, Marcos Cesar et al. O desafio do professor frente as novas tecnologias. In: VI EDUCERE - Congresso Nacional de Educação, PUCPR - Práxis. Curitiba: Champagnat, 2006. v. 01. p. 876-893. Disponível em: < http://www.pucpr.br/eventos/educere/educere2006/anaisEvento/docs/CI-081-TC.pdf >. Acesso em: 29 nov. 2016.

EMERENCIANO, M. do S. J.; SOUZA, C. A. L; FREITAS, L. G. Ser presença como educador, professor e tutor. Colabora, Curitiba, v. 1, n. 1 – p. 4-11 agosto 2001.

FARIA, E. T. Interatividade e mediação pedagógica em educação a distância. Tese (Doutorado em Educação) – Pontifícia Universidade do Rio Grande do Sul. Porto Alegre, 2002.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. 30. ed. São Paulo: Paz e Terra, 2004.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à pratica educativa. 33. ed. São Paulo: Paz e Terra, 2006.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do oprimido. 17. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1987.

GONZALEZ, Mathias. Fundamentos da tutoria em educação a distância. São Paulo: Avercamp, 2005.

INDEZEICHAK, Silmara Terezinha. O professor de Língua Portuguesa e o ensino mediado pela tecnologia. In: Produção didático-pedagógica PDE/UEPG, Programa de Desenvolvimento Educacional – Universidade Estadual de Ponta Grossa, 2007, p. 1-29. Disponível em: < http://www.diaadiaeducacao.pr.gov.br/portals/pde/arquivos/19-4.pdf >. Acesso em: 29 nov. 2016.

KENSKI, Vani Moreira. Tecnologias e ensino presencial e a distância. 4. ed. Campinas: Papirus, 2003.

LÉVY, Pierre. Cibercultura. Tradução Carlos Irineu da Costa. São Paulo: Editora 34, 1999.

LIMA, Francisco Renato. Novas tecnologias digitais da informação e comunicação, hipertextos e gêneros textuais digitais: ingredientes intercambiáveis na elaboração de materiais didáticos na EAD. 2015. 67f. Trabalho de Conclusão de Curso (Especialização em Educação a Distância) – Centro de Ciências Empresariais e Sociais Aplicadas, Universidade Norte do Paraná, Teresina, 2015.

LIMA, Francisco Renato; SILVA, Jovina da. Do saber comum a epistemologia, dos significados constitutivos da docência e das marcas da professoralidade: espelho de si mesmo. Revista Brasileira de Educação, Tecnologia e Sociedade, v. 11, nº 2, p. 346-359, 2018.

LIMA, Francisco Renato. Formação, identidade e carreira docente: endereçando itinerários teóricos sobre o “ser professor” na contemporaneidade. Debates em Educação, vol. 9, nº. 18, p. 119-135, 2017.

LOBO NETO, Francisco José da Silveira. Regulamentação da educação a distância: caminhos e descaminhos. In: SILVA, Marco (Org.). Educação online. São Paulo: Edições Loyola, 2006. p. 399-415.

MARCUSCHI, Luiz Antônio. Da fala para a escrita: atividades de retextualização. 10. ed. São Paulo: Cortez, 2010a.

MARCUSCHI, Luiz Antônio. Gêneros textuais emergentes no contexto da tecnologia digital. In: MARCUSCHI, Luiz Antônio; XAVIER, Antonio Carlos. Hipertexto e gêneros digitais: novas formas de construção de sentido. 3 ed. São Paulo: Cortez, 2010b. p. 15-80.

MASETTO, M. T. Mediação pedagógica e o uso da tecnologia. In: MORAN, J. M.; MASETTO M. T.; BEHRENS, M. A. Novas tecnologias e mediação pedagógica. São Paulo: Papirus, 2008. p. 141-171.

PRETTI, Orestes (Org.). Educação a distância: inícios e indícios de um percurso. Cuiabá: UFMT – NEAD/IE, 1996.

ROJO, Roxane; BARBOSA, Jacqueline P. Hipermodernidade, multiletramentos e gêneros discursivos. São Paulo: Parábola, 2015.

ROSA, Rosemar. Trabalho docente: dificuldades apontadas pelos professores no uso das tecnologias. Revista Encontro de Pesquisa em Educação Uberaba, v. 1, n. 1, p. 214-227, 2013. Disponível em: < http://revistas.uniube.br/index.php/anais/article/viewFile/710/1007 >. Acesso em: 29 nov. 2016.

SANTOS, Elzicléia Tavares dos. Do aprender ao ensinar: significados construídos pelo futuro docente no aprendizado com e sobre as tecnologias digitais. 2012. 336 f. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade Federal de Juiz de Fora, Juiz de Fora, 2012. Disponível em: < http://www.ufjf.br/ppge/files/2012/05/TESE-ELZICLEIA-TAVARES-DOS-SANTOS-POS-DEFESA2.pdf >. Acesso em: 07 nov. 2016.

SILVA, Luciene Amaral da. O uso pedagógico de mídias na escola: práticas inovadoras. Revista Eletrônica de Educação de Alagoas, vol. 01. nº 01. 1º Semestre de 2013. Disponível em: < http://www.educacao.al.gov.br/reduc/edicoes/1a-edicao/artigos/reduc-1a-edicao/O%20USO%20PEDAGOGICO%20DE%20MIDIAS%20NA%20ESCOLA_Luciene%20Silva.pdf >. Acesso em: 29 nov. 2016.

TIJIBOY, Ana Vilma et al. Compreendendo a mediação do tutor a distância. CINTED-UFRGS: Novas Tecnologias na Educação, v. 7 nº 1, Julho, 2009. Disponível em: < http://seer.ufrgs.br/index.php/renote/article/view/13913/7820 >. Acesso em: 03 dez. 2016.

UNOPAR. Manual Acadêmico da Universidade Norte do Paraná – UNOPAR. 2012. p. 1-12.

VYGOTSKY, Lev Semenovich. A formação social da mente: o desenvolvimento dos processos psicológicos superiores. São Paulo: Martins Fontes, 2002.

VYGOTSKY, Lev Semenovich. Psicologia pedagógica. Porto Alegre: Artmed, 2003.

XAVIER, A. C.; SANTOS, C. F. E-forum na internet: um gênero digital. In: ARAÚJO, J. C.; BIASI-RODRIGUES, Bernadete (Org.). Interação na internet: novas formas de usar a linguagem. Rio de Janeiro: Lucerna, 2005, p. 30-38.




DOI: https://doi.org/10.34115/basrv3n4-001

Apontamentos

  • Não há apontamentos.