Reguladores de crescimento na multiplicação in vitro de Campomanesia adamantium (Cambess.) O. Berg (Myrtaceae) / Growth regulators in vitro multiplication of Campomanesiaadamantium (Cambess.)O. Berg (Myrtaceae)

Ademir Goelzer, Thamiris Gatti Déo, Graciela Beatris Lopes, Cláudia Roberta Damiani

Resumo


Campomanesia adamantium (guavira), é frutífera nativa do Cerrado, encontrada em grande maioria no estado silvestre e apresenta limitações na propagação relacionada à recalcitrância das sementes. Considerando a ausência de manejo e tratos culturais, o estabelecimento da cultura in vitro a partir de material vegetativo está sujeito a altos índices de contaminação fúngica e bacteriana. Visando a propagação, objetivou-se avaliar a capacidade de multiplicação in vitro de guavira, utilizando segmentos caulinares retirados de plântulas da germinação in vitro. Foram desenvolvidos três experimentos, sendo avaliados o efeito de 5,0 µM de TDZ (thiadizurom), 1,0 µM de ANA (ácido naftaleno acético) e a combinação dos mesmos, bem como, o efeito isolado de BAP (6-benzilaminopurina) e 2iP (2-isopentenil adenina), nas concentrações de 0; 2,5; 5,0; 7,5 e 10 mg L-1. Os resultados obtidos demonstraram que o uso de 5,0 µM de TDZ aumentou o comprimento das brotações, número de gemas e taxa de multiplicação, enquanto a combinação de TDZ e ANA exerceu um efeito negativo sobre o crescimento das brotações, número de folhas e taxa de multiplicação. O cultivo dos explantes em meio contendo BAP aumentou o número de brotações, ao aumento da concentração do regulador, entretanto, reduziu o comprimento das brotações.

 


Palavras-chave


ANA, BAP, Guavira, 2iP

Texto completo:

PDF

Referências


ALVES, A. M.; ALVES, M. S. O.; FERNANDES, T. O.; NAVES, R. V.; NAVES, M. M. V. Caracterização física e química, fenólicos totais e atividade antioxidante da polpa e resíduo de gabiroba. Revista Brasileira de Fruticultura, Jaboticabal, v. 35, n. 3, p. 837-844, 2013.

ARRIGONI-BLANK, M. F.; SANTOS, A. V.; BLANK, A. F. Organogênese direta e aclimatização de plantas de patchouli. Horticultura Brasileira, v.29, n.2, p.145-150, 2011.

ASMAR, A. S.; RESENDE, R. F.; ARARUNA, E. C.; MORAIS, T. P.; LUZ, J. M. Q. Citocininas na multiplicação in vitro de hortelã-pimenta (Mentha piperita L.). Revista Brasileira de Plantas Medicinais, v.13, n.esp., p. 533-38, 2011.

BAVIATI, M.; FARIAS, C.; CURTIUS, F.; BRASIL, L.M.; HORT, S.; SCHUSTER, L.; LEITE, S.N.; PRADO, S.R.T. Preliminary studies on Campomanesia xanthocarpa Berg.) and Cuphea carthagenensis (Jacq.) J. F. Macbr. Aqueous extract: weight control and biochemical parameters. Journal of Ethnopharmacology, v. 93, p. 385- 389, 2004.

BRAUN, H.; LOPES, J. C.; SOUZA, L. T. de; SCHMILDT, E. R.; CAVATTE, R. P. Q.; CAVATTE, P. C. Germinação in vitro de sementes de beterraba tratadas com ácido giberélico em diferentes concentrações de sacarose no meio de cultura. Semina: Ciências Agrárias v.31, n.3, p.539-546, 2010.

CANDIDO, D. F. Cultivo in vitro de Peltophorum dubium (Sprengel) taubert: multiplicação, senescência foliar e calogênese. 2013. Ano de obtenção: 2013. 120 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Florestal) - Universidade Federal de Santa Maria, 2013.

CASTRO, P. R. de C.; PITELLI A. M. de C. M.; PERES L. E. P.; ARAMAKI, P. H.Análise da atividade reguladora de crescimento vegetal de tiametoxam através de biotestes. Ciências Exatas Terra, Ciências Agronômicas e Engenharia v. 13, n. 3, p. 25-29, 2007.

GARLET, T. M. B.; FLORES, R.; MESSCHMIDT, A. A. Influência de citocininas na micropropagação de Menthax gracilis Sole. Revista Brasileira de Plantas Medicinais, v.13, n.1, p.30-4, 2011.

GRATTAPAGLIA, D.; MACHADO, M. A. Micropropagação. In: TORRES, A. C.;CALDAS, L. S.; BUSO, J. A. (Ed.). Cultura de tecidos e transformação genética de plantas. Brasília: Embrapa-SPI; Embrapa-CNPH, 1998, v. 1, p. 183-260.

LEITZKE, L. N.; DAMIANI, C. R.; SCHUCH, M. W. Influência do meio de cultura, tipo e concentração de citocininas na multiplicação in vitro de amoreira-preta e framboeseira. Ciência e Agrotecnologia, v. 34, n 2, p. 352-360, 2010.

MELCHIOR, S. J.; CUSTÓDIO, C. C.; MARQUES, T. A.; MACHADO NETO, N.B.Colheita e armazenamento de sementes de gabiroba (Campomanesia adamantiumCamb. – Myrtaceae) e implicações na germinação. Revista Brasileira de Sementes, Londrina, v.28, n.3, p.141-150, 2006.

MORAES, C. F.; SUZIN, M.; NIENOW, A. A.; GRANDO, M. F.; MANTO-VANI, N. CALVETE, E. O. DONIDA, B. T. Germinação in vitro de sementes de alcachofra.Horticultura Brasileira, v. 28, n. 1, p. 64-89, 2010.

MURASHIGE, T.; SKOOG, F. A revised medium for rapid growth and biossay with tobacco tissue cultures. Physiologia Plantarum, v.15, p.473-497, 1962.

NUCCI, M.; ALVES-JUNIOR, V. V. Biologia floral e sistema reprodutivo de Campomanesia adamantium (Cambess.) o. Berg-myrtaceae em área de cerrado no sul do Mato Grosso do Sul, Brasil. Interciencia, v. 42, n. 2, 2017.

PASCOAL, A. C. R. F.; EHRENFRIED, C. A.; LOPEZ, B. G.; DE ARAUJO, T. M.; PASCOAL, V. D. B.; GILIOLI, R.; ANHÊ, G. F.; RUIZ, A. L. T. G.; CARVALHO, J. E.; STEFANELLO, M. E. A.; SALVADOR, M. J. Antiproliferative activity and induction of apoptosis in PC-3 cells by the chalcone cardamonin from Campomanesia adamantium (Myrtaceae) in a bioactivity-guidedstudy. Molecules, v. 19, n. 2, p. 1843-1855, 2014.

PAVAN, F. R.; LEITE, C. Q. F.; CARDOSO, C. de L.; VILLEGAS, V.; LEITE, S. R.de A.; SATO, D. N. Evaluation of anti-Mycobacterium tuberculosis activity of Campomanesia adamantium (Myrtaceae). Química Nova, v.32, n.5, p. 1222-1226, 2009.

PINHAL, H. F.; ANASTÁCIO, M. R.; CARNEIRO, P. A. P.; SILVA, V. J. da;MORAIS, T. P. de; LUZ, J. M. Q. Aplicações da cultura de tecidos vegetais em fruteiras do cerrado. Ciência Rural, v. 41, n. 7, p. 1136-1142, 2011.

ROSSATO, M.; SCHUMACHER, P. V.; NETTO, A. P. D. C.; DE SOUZA, G. C.; DOS REIS, E. F.; STEIN, V. C. Multiplication and in vitro rooting of Campomanesia adamantium Camb. Plant Cell Culture & Micropropagation, v. 11, n. 2, p. 70-77, 2016.

SCALON, S. de P. Q.; LIMA, A. A. de; SCALON FILHO, H.; VIEIRA, M. do C.Germinação de sementes e crescimento inicial de mudas de Campomanesia adamantium Camb.: efeito da lavagem, temperatura e de bioestimulantes. Revista Brasileira de Sementes, v.31, n.2, p.096-103, 2009.

SILVA, J. P. G. S.; VOSTA, T. P. D.; COSTA, M. K. C.; ARAÚJO, R. S.; ARAÚJO, K. S.; SILVA, A. C. M.; OLIVEIRA, P. C.; SAI, E. F. Efeito da citocinina 6-benzilaminopurina (BAP) sobre o estabelecimento in vitro de segmentos nodais de Rosa sp. Revista Agroecossistemas, v. 9, n. 2, p. 370-380, 2018.

SOUZA, J.C.Piccinelli, A. C.; Aquino, D. F.; de Souza, V. V.; Schmitz, W. O.; Traesel, G. K. Toxicological analysis and antihyperalgesic, antidepressant, and anti-inflammatory effects of Campomanesia adamantium fruit barks. Nutritional neuroscience, v. 20, n. 1, p. 23-31, 2017.

TAIZ, L.; ZEIGER, E. Fisiologia e Desenvolvimento Vegetal. 6. ed. Porto Alegre: Artmed, 2017, 888 p.

VALLILO, M. I.; BUSTILLOS, O. V.; AGUIAR, O. T. Identificação de terpenos no óleo essencial dos frutos de Campomanesia adamantium (Cambessédes) O. Berg- Myrtaceae. Revista do Instituto Florestal, v.18, p.15-22, 2006.

VIDAL, F. R.; DINIZ, J. D. N.; SILVA, F. P. da. Multiplicação in vitro de plantas juvenis de mamoeiro. Pesquisa Agrope


Apontamentos

  • Não há apontamentos.